Carqueja

A carqueja é uma planta medicinal com uma cor verde viva e pode crescer até um metro de altura. Produz flores amarelas/esbranquiçadas e normalmente é encontrada no Brasil, Bolívia, Paraguai, Uruguai e no norte da Argentina.

No passado a carqueja foi associada à fitoterapia e foi descrita com várias propriedades terapêuticas, sendo de destacar as seguintes: é um tónico, amargo, febrífugo, estomático, antiasmática, anti-inflamatória, anti-reumática e antibiótica. É indicada para casos de dispepsia, gastroenterite, problemas no fígado e diarreias.

A carqueja já foi utilizada para outros tratamentos, nomeadamente, a malária, diabetes, úlceras no estômago, amigdalites, anginas, anemias, inflamações urinárias, má circulação sanguínea e indigestões.

Esta planta é muito popular sobretudo no Brasil, para resolver problemas de afeções hepáticas, fortalecer o estômago e eliminar obstrução do fígado. A carqueja já foi associada também como solução para gripes e vírus do estômago derivado das suas propriedades antivirais.

Atualmente é utilizada na maioria dos casos para problemas no fígado, estômago, vesícula biliar, intestino, diarreias, anemias, gripe e febre. É uma excelente aliada também no processo de emagrecimento e ajuda a combater a anemia.

O chá de carqueja está cheio de benefícios para a saúde, daí ser bastante famoso para quem deseja perder peso, porque é um excelente inibidor de apetite, apresenta um sabor agradável, funciona como um diurético e ainda auxilia na eliminação das toxinas presentes na urina e no sangue.

Indicações

O chá de carqueja é indicado para má digestão, prisão de ventre, diarreia, gastroenterite, gripe, febre, fraqueza e mal-estar. Para uma boa preparação do seu chá, junte duas colheres de sopa de erva com 500 ml de água, deixe ferver e beba duas a três chávenas por dia.

Se tem problemas com a digestão pode também optar por tomar a carqueja em cápsula ou comprimido em cada refeição.

Para uma utilização externa (indicado sobretudo para dor e inflamação) utilize 60g da erva, um litro de água e aplique sobre a área dorida ou inflamada.

A carqueja é uma planta sem qualquer perigo e não é tóxica, mas mesmo assim deve ser usado com moderação para não provocar efeitos indesejados.

Também pode ser usada na culinária, sobretudo na preparação de carnes gordas, podendo acrescentar flores de carqueja ou hastes para o tempero.

Contra indicações

Tem algumas contra indicações importantes a ter em conta que são as seguintes: Não deve ser tomada por grávidas porque age como um estimulante uterino; É uma planta não indicada para pessoas que sofram hipotensão, porque ela apresenta propriedades hipotensivas; Pessoas que usam medicação para o coração, devem informar-se primeiro com o seu médico antes de usar a planta;

Trata-se de uma planta que baixa o nível de glicose do sangue e por isso não é indicada para pessoas que sofram de hipoglicemia e os diabéticos antes de a utilizar devem sempre consultar o seu médico, por causa dos controlos dos níveis de açúcar no sangue.

Se está a tomar outros medicamentos tenha cuidado porque a carqueja reforça os efeitos dos medicamentos contra a hipertensão, diabetes, insulina e poderá eliminar efeitos de alguns medicamentos metabolizados no fígado.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. elizete Reply

    gostaria saber se carqueijo elimina gordura localizada na barriga,nao queria perder mais peso so a barriguinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:44 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)