Causas da bursite no ombro - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Causas da bursite no ombro

A bursite é um problema que se caracteriza pela inflamação da bolsa sinovial.

Esta é uma estrutura que se localiza entre o tendão e o osso ou entre a pele e o tendão, e que devido ao líquido que contém, funciona como amortecimento e na facilitação da nutrição e deslizamento dos tecidos.

bursite no ombro

A bursite é uma doença que pode ser aguda ou crônica, ocorrendo mais frequentemente em locais como os cotovelos, a anca (quadril) e os ombros.

Contudo, há outras regiões que podem ser afetadas por este problema, como por exemplo o dedo maior do pé, os calcanhares, joelhos e várias articulações.

Neste artigo iremos abordar mais a fundo a bursite no ombro, as suas causas, fatores de risco, tratamento e como prevenir. Confira.

Bursite no ombro

A bursite é uma doença que geralmente ocorre perto de articulações que fazem movimentos repetitivos, sendo por isso habitual afetar o ombro.

A bursite no ombro manifesta-se através da dificuldade em movimentar a articulação, inchaço, e ainda, a ocorrência de dor, que pode depois espalhar-se para o braço.

Causas da bursite no ombro

Como referimos atrás, a bursite no ombro está associada à repetição de movimentos em posições ou em articulações que possam danificar as bolsas sinoviais, as chamadas bursas.

Dessa forma, as causas para o desenvolvimento da bursite no ombro incluem:

  • problemas reumatológicos, como por exemplo a artrite reumatoide ou a gota;
  • uma pancada direta na zona do ombro;
  • lesão na articulação do ombro, provocada por choques, pancadas ou quedas;
  • levantar pesos repetidamente sobre a cabeça;
  • lançamento de bolas;
  • infeção na zona do ombro.

As causas para a bursite do ombro incluem também vários movimentos repetitivos característicos de algumas profissões, como por exemplo escrever ao computador, limpar janelas, costurar ou pintar.

Fatores de risco para a bursite no ombro

A bursite no ombro, apesar de mais provável em determinadas situações, é uma doença que pode afetar qualquer pessoa. No entanto, há vários fatores de risco que fazem elevar as probabilidades de ela se desenvolver.

Estes incluem:

  • existência de várias condições médicas, como a gota, doenças sistêmicas, gota ou artrite reumatoide;
  • a bursite é um problema que se torna mais frequente à medida que a idade avança;
  • profissões ou atividades que requerem movimentos repetitivos na articulação do ombro.

Tratamento para bursite no ombro

Após se diagnosticar a bursite no ombro, deve ser definido um tratamento adequado para o paciente.

Este tratamento é geralmente realizado por um fisioterapeuta, incluindo crioterapia (aplicação de compressas geladas na zona da articulação) e a realização de exercícios isométricos para fortalecimento muscular dos tecidos envolventes.

Esta linha de tratamento tem como objetivo reduzir a inflamação e prevenir futuros episódios.

Como é habitual a bursite vir acompanhada de dor e desconforto, que podem tornar-se bastante incomodativas no dia-a-dia, o médico ortopedista pode ainda receitar a toma de anti-inflamatórios, como por exemplo o Ibuprofeno, e analgésicos, como o Paracetamol, para alívio dos sintomas.

Nos casos de pacientes com bursite no ombro crônica, de modo a reduzir a inflamação podem ser ainda necessárias injeções de corticoides na região afetada.

Como prevenir a bursite no ombro

Apesar de nem sempre ser possível prevenir a bursite no ombro, há no entanto alguns cuidados que podem ajudar a reduzir a gravidade dos sintomas e a diminuir o risco de desenvolvimento da doença.

Estes cuidados incluem:

– evitar carregar pesos demasiado grandes com os seus braços acima da zona da cabeça, já que esse peso aumenta bastante a pressão sobre as bursas da articulação do ombro;

– se tiver uma atividade que requer movimentos repetitivos com os seus ombros, deve procurar fazer pequenas causas com frequência, e ainda, alternar com movimentos diferentes;

– antes de realizar atividades que possam esforçar bastante os seus ombros, procurar fazer sempre um aquecimento e alongamento, não esquecendo também o alongamento no final;

– consultar um fisioterapeuta para a realização de um programa adequado de fortalecimento muscular da região do ombro, ajudando assim a proteger essa articulação de problemas futuros.

Conhece a » Síndrome de Ombro Congelado? Saiba como Resolver com os Melhores Tratamentos Caseiros

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade