Centro de Terapias Chinesas

Centro de Terapias Chinesas em Lisboa – “Uma visão geral sobre neurose, depressão e fobia pela Dra. Wenqian Chen”.

“0 frio, recordações de entes queridos que já cá não estão, promessas falhadas do ano que passou… Qualquer motivo é suficiente para causar emoções negativas”, explica a Dra. Wenqian Chen, fundadora do Centro de Terapias Chinesas (CTC), avançando que, no Inverno aumenta substancialmente o número de pacientes neuróticos e depressivos.

As emoções alimentam-se da energia de determinados órgãos, logo o tratamento das diversas patologias psicossomáticas dentro do CTC consiste no reequilíbrio energético.

A médica chinesa sublinha no entanto, que “ao tratarmos as emoções, não nos preocupamos com a origem do trauma; procuramos solucionar directamente os sintomas, através do restabelecimento das energias”, talvez por este motivo, a palavra Psicologia em Chinês seja formada pela associação de dois ideogramas que designam “origem no coração”.

Não é, portanto, de estranhar que o Coração se apresente na medicina tradicional chinesa como sendo “imperador soberano e grande armazém do espírito central das emoções”.

Para que a vida volte a sorrir a todos aqueles que se sentem mais em baixo e sem forças para remar contra a maré depressiva, a especialista do centro de terapias chinesas alerta que “o pior erro é tentar métodos que eliminem a capacidade de sentir a realidade, recorrendo a anti-depressivos.

Assim, com medo de sofrer, as pessoas não vivem, enfiadas num buraco de apatia. Mais vale resolver os problemas, do que escondê-los debaixo da almofada da medicação”.

Á BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS

Sente-se em baixo, com mau humor ou falta de concentração? A sua memória tem perdido pontos e o entusiasmo parece hibernado? Há dias assim.

Mas se estas perturbações persistirem durante um largo período de tempo, então estamos perante sintomas patológicos.

O que sente são neuroses detonadas por disfunções temporárias do córtex cerebral, que têm a sua origem em factores físicos, como problemas relacionais, cansaço no trabalho ou traumas na infância entre outros.

Na perspectiva da MTC, esta doença pode, por exemplo, estar ligada a uma energia do figado demasiado elevada ou bloqueada, aquecendo demasiado a energia Yin do coração e, assim, causar palpitações, irritabilidade, insónia ou perturbações no sono.

Outra das causas poderá também ser uma deficiência da energia vital do fluxo sangue do coração e do baço, o que – além de insónia e outros distúrbios do sono – conduz a situações de medo, amnésia, anorexia nervosa ou lassidão física e mental.

Uma terceira razão para o surgimento da patologia poderá ser um calor excessivo no organismo, o que provoca uma deficiência da energia Yin, aliada a um enfraquecimento da normal coordenação fisiológica entre o coração e os rins. Nestes casos, os sintomas são também palpitações, insónias, ânsias, fraqueza, medo, ejaculações e ou suores nocturnos.

ANSIEDADE E DEPRESSÃO

Dados da Socìedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental (SPPSM) estimam que 25% dos portugueses sofrem de depressão. Tristes e desinteressadas, estas pessoas tornam-se irritadiças e zangadas.

Em muitos dos casos, têm dificuldades em adormecer e vão perdendo a capacidade e o ritmo das suas obrigações diárias.

Como consequências destas emoções negativas, o paciente pode apresentar tensão, stress, cefaleia, deficiência nutricional, problemas da tiróide, endometriose, alergias, dores de estômago entre outras.

Para a CTC, esta doença pode ser causada por emoções, tais como excesso de preocupações que desgasta a energia do baço; irritação, que origina a elevação da energia do fígado; tristeza, que retira a energia dos pulmões; a euforia e excitação que, em quantidades excessivas, ferem a energia do coração; as fobias e ataques de pânico, que podem afectar os rins; e o medo, que atinge a vesícula.

Na Medicina Chinesa, que segue a filosofia Taoísta, para se alcançar um diagnóstico preciso face à patologia apresentada, devem ser tidos em consideração no momento da análise, os Cinco Elementos – Madeira (figado, tendões e olhos), Fogo (coração, vasos sanguíneos, língua), Terra (baço, músculos e boca), Metal (pulmões, pele e nariz) e Água (rim, ossos e ouvido).

O CAMINHO DA FELICIDADE

As respostas do centro de terapias chinesas para estes problemas centram-se no objectivo único de “equilibrar a energia dos órgãos para restabelecer o equilíbrio psíquico”, através da técnica de acupunctura dos meridianos do fígado, coração, rins e outros pontos (variáveis de pessoa para pessoa).

Por vezes, é complementada pela fitoterapia com recurso a um composto de ervas xiao xao wan, também conhecido por pilula da felicidade, a qual, de uma forma natural, permite ao paciente tranquilizar-se, equilibrando a energia do coração, fígado e rim e aumentando ainda a energia do baço.

Também a massagem Tui Na pode ser um excelente complemento para aliviar o físico e, consequentemente, acalmar a mente. Wenqian Chen reforça também a importância de uma dieta alimentar cuidada para ajudar a eliminar eficazmente todos os sintomas, tanto de neurose, como de depressão ou fobia.

Morada: Av. Antonio Augusto Aguiar nº 56 1º Dt/Esq (frente ao metro do Parque) Lisboa

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça uma Pergunta ou Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. A Tavares Reply

    Bom dia,
    Necessito de tratamento urgente mas sou do norte
    é possivel algum contacto de confiança aqui mais Perto do Porto, Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:46 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)