Chá de Couve Roxa

Os cientistas usam muitas vezes materiais do dia-a-dia nas suas investigações.

Conhecendo as propriedades dos alimentos, por exemplo, são capazes de usar vinagre para encher balões, ou um simples repolho para medir a acidez dos líquidos. Descubra o que pode fazer com uma simples couve roxa!

A couve roxa, que no fundo é uma variedade de repolho, e que se usa habitualmente para saladas, pode ser utilizada como um indicador ácido-base, isto é, pode servir como indicador se uma determinada substância é ácida, alcalina, ou neutra.

Para isso, é necessário preparar uma espécie de chá de couve-roxa.

Para dar início à experiência, ferve-se a água destilada e adicionam-se folhas de couve-roxa cortadas em pequenos pedaços. Depois de a água arrefecer, coa-se o “chá” para retirar as folhas de couve e obtêm-se a solução, que é roxa.

Mas não fica sempre roxa.

Ao adicionar um ácido a este “chá de couve”, ele fica vermelho, e se adicionar uma substância alcalina – que é o contrário de um ácido – fica azul. E mantém a sua cor roxa quando se adiciona uma solução neutra.

As águas engarrafadas, e muitos produtos de higiene têm indicado o pH no rótulo. A espuma da barba, por exemplo, tem “pH 9”. Isso quer dizer que é alcalino.

O valor neutro do pH é 7. Neutro quer dizer que não é ácido nem alcalino. Qualquer substância com um pH inferior a 7 é ácida, superior a 7 é alcalina.

Testando o vinagre, por exemplo, que todos sabem que é ácido, o resultado é o da cor da infusão ficar vermelha. É por isso que, quando se tempera uma salada de couve-roxa com vinagre, o molho no fundo fica vermelho.

E a água da torneira será neutra?

A solução passou a azul, o que indica que a água da torneira é uma base fraca, isto é, que tem um pH ligeiramente superior a 7.Só a água destilada é que tem um ph neutro.

E agora já sabe: se tiver curiosidade em saber o pH das substâncias que utiliza em sua casa, tudo o que tem a fazer é produzir um indicador ácido-base e aplicá-lo. É muito fácil!

» Conheça 6 Remédios Caseiros para Equilibrar o pH da Vagina

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:55 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)