Ciclosporina

A Ciclosporina é uma droga imunossupressora que vem sendo amplamente utilizada após transplantes de rins, coração, fígado e medula óssea, quase sempre associada à prednisona. Sua potencial utilização no tratamento de doenças auto-imunes tem sido estudada com resultados promissores.

Possui uma cinética farmacológica complexa, que provoca diferentes respostas individuais, fazendo que não seja possível predizer os níveis sanguíneos pelas doses administradas, especialmente quando por via oral e na fase inicial do tratamento. Outro dado importante na avaliação da dose, são as interações medicamentosas (eritromicina, ketoconazole, fenitoína, fenobarbital e carbamazepina) que podem atuar aumentando ou diminuindo os níveis sanguíneos da droga, ou ainda, aumentando os riscos de toxicidade.

Portanto, a monitorização regular dos níveis sanguíneos de ciclosporina é de fundamental importância para que a dose possa ser individualizada, obtendo-se eficácia clínica sem efeitos colaterais e diminuindo-se os riscos de toxicidade.

Ciclosponina

MATERIAL:
Sangue colhido em EDTA

MÉTODO:
HPLC

CONDIÇÕES DE COLETA:
Coleta deve ser realizada antes da próxima dose ou 12 horas após a última dose administrada.

VALORES DE REFERÊNCIA:
100 a 200 ng/ml.

O que Procura?

Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Ministério da Saúde Reply

    Quer ser doador de órgãos, mas não sabe o que é preciso fazer para garantir que a sua vontade seja respeitada? O que diz a Lei brasileira de transplante atualmente? Saiba isso e muito mais fazendo as suas perguntas diretamente para o Ministério da Saúde, através do http://www.formspring.me/minsaude.
    Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *