Cistos e Câncer do Ovário: Entenda os Sintomas, Tipos e Como Tratar - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Cistos e Câncer do Ovário: Entenda os Sintomas, Tipos e Como Tratar

O que são cistos ovarianos?

O facto de já ter tido cistos ovarianos ou tumores não implica que tenha, ou venha a desenvolver, câncer no ovário.

Ao longo das suas vidas muitas mulheres desenvolvem cistos ou tumores nos ovários benignos. No entanto, a maior parte nunca desenvolverá câncer ovariano.

Os ovários são pequenos órgãos situados na cavidade pélvica. Os óvulos desenvolvem-se dentro deles, e durante o período de ovulação o óvulo é libertado do seu folículo para uma das suas trompas de falópio.

Na sequência deste processo, o folículo geralmente dissolve-se, mas tal nem sempre acontece, podendo ocorrer o preenchimento do folículo com ar ou fluídos, o que origina o desenvolvimento de um cisto.

É frequente o desenvolvimento de cistos no ovário sem que sejam sentidos quaisquer tipos de sintomas.

Ainda que seja relativamente raro, é possível que alguns cistos se revelem malignos, ou cancerígenos.

O plano de tratamento que o seu médico lhe recomendará irá depender muito do tipo de cisto ou tumor, bem como dos sintomas experienciados. Muitas vezes, os cistos não requerem qualquer tipo de tratamento.

Tipos de cistos ovarianos

Formação De Cisto No Ovário

Os cistos que se formam durante o seu ciclo menstrual normal são chamados de cistos funcionais.

Há dois típos de cistos funcionais: cistos foliculares e corpo lúteo.

Os cistos foliculares formam-se quando um óvulo não consegue sair do folículo. Estes tendem a desaparecer no espaço de 1 a 3 meses, sem necessidade de intervenção.

Os cistos de corpo lúteo, por sua vez, formam-se quando o folículo fecha depois de libertar um óvulo, permitindo assim a acumulação de fluídos no interior. Estes, geralmente desaparecem em poucas semanas.

Por vezes o óvulo desenvolve-se mas acaba por nunca ser libertado do seu folículo. Com a repetição do ciclo menstrual, existe a possibilidade dos folículos tornarem-se maiores e transformarem-se em diversos cistos. Este evento é conhecido como síndrome dos ovários policísticos.

Existem outros tipos de cistos e tumores ovarianos:

– Endometriomas ovarianos: desenvolvem-se caso sofra de endometriose, uma doença que faz com que o tecido endometrial que reveste o útero cresça noutras zonas do corpo.

Se este tecido se conectar a um dos seus ovários, é possível que um endometrioma ovariano venha a ser formado.

– Cistoadenomas ovarianos: são cistos preenchidos com liquido, que se desenvolvem a partir das células da superfície do ovário. A maioria são benignos, mas também existe uma pequena possibilidade de se revelarem cancerígenos.

– Cistos dermóides, ou teratomas: estes cistos são compostos por diversos tipos de células, e representam um tipo de tumor ovariano de células germinativas. Normalmente estes tumores são benignos, mas alguns podem ser malignos.

Estes tumores benignos tendem a desenvolver-se maioritariamente durante os anos de fertilidade, sendo menos comuns depois da menopausa.

Caso um destes tumores se manifeste depois da menopausa, é importante consultar o médico para que a situação seja analisada.

Sintomas de cistos e câncer do ovário

É possível ter um cisto ovariano sem se aperceber.

Os sintomas podem variar entre os moderados e os intensos, e geralmente incluem inchaço e pressão abdominal, dor durante o sexo e necessidade de urinar com muita frequência.

Algumas mulheres podem também experienciar irregularidades menstruais, crescimento invulgar de cabelo e febre.

Tal como os cistos benignos, os tumores cancerígenos nem sempre causa sintomas, e por vezes é difícil senti-los, até mesmo durante exames físicos. É por isto que é tão difícil detectar câncer ovariano na sua fase inicial.

Os sintomas do câncer no ovário são semelhantes aos dos cistos ovarianos, e podem incluir:

Inchaço abdominal

– Dor e pressão abdominais

– Sensação de estar muito cheio e dificuldade em comer

– Necessidade de urinar com muita frequência

– Irregularidades menstruais

– Relações sexuais dolorosas

Caso experiencie sintomas associados a a cancro ou cistos ovarianos, é importante que contacte o seu médico o mais rapidamente possível.

Como é realizado o diagnóstico de câncer e cistos ovarianos?

Câncer De Ovário

Em alguns casos, é possível não saber que tem um tumor ou cisto ovariano até que lho seja detetado durante um exame pélvico de rotina.

Noutros casos, é possível experienciar sintomas que servirão como alerta de que algo poderá estar mal.

A confirmação dar-se-á na sequência da realização de todos os exames necessários. Caso note algum sintoma preocupante, contacte o seu médico.

Caso o seu médico suspeite de que possa ter um cisto ou tumor ovariano, o mais provável é que tenha de se submeter a exames de imagem, de modo a detectar a presença de irregularidades nos seus ovários.

Por vezes, testes como a ultra-sonografia e a ressonância magnética podem determinar se o tumor ou cisto são benignos ou malignos.

Também é possível que tenha de realizar exames de sangue para a detecção dos níveis de concentração do marcador tumoral CA-125. Elevadas concentrações de CA-125 podem indicar a presença de câncer.

Para confirmar ou descartar a presença de câncer, poderá ter de realizar uma biópsia, o que é feito através da remoção de uma amostra do cisto ou do tumor para posterior análise sob microscópio.

Tratamento para Câncer e Cistos Ovarianos

Em muitos casos, estes cistos desaparecem sem necessidade de intervenção. Caso tal não aconteça, poderá ter de se submeter a uma cirurgia para a remoção do cisto.

Esta intervenção geralmente é realizada sem danificar o ovário nem comprometer a fertilidade.

Caso seja diagnosticada com câncer de ovário, o médico poderá recomendar-lhe um ou mais dos seguintes tratamentos:

– Quimioterapia

– Radioterapia

– Cirurgia

Não existem quaisquer métodos eficazes de prevenção de cistos ovarianos.

Prognóstico

O prognóstico a longo prazo dependerá muito do seu diagnóstico. A maior parte destes cistos desaparecem no espaço de alguns meses, frequentemente sem necessidade de tratamento.

Já no que diz respeito ao câncer, tudo dependerá muito do estágio e que o tumor se encontra e do seu tipo.

Leia Também Câncer de Ovário: Entenda o Prognóstico, Expectativa de Vida e as Taxas de Sobrevivência por Estágio

É importante reportar ao médico sintomas mais preocupantes que possa vir a sentir. Quanto mais cedo o cancro for diagnosticado, maiores serão as probabilidades dos tratamentos virem a surtir o efeito pretendido.

Este tipo de câncer é raro em mulheres jovens, sendo a idade média de diagnóstico de 63 anos.

As probabilidades de desenvolvimento deste ao longo da vida são de 1 em 75. Em casos de predisposição genética, essa probabilidade poderá ser um pouco mais elevada.

O risco de vir a morrer devido a este tumor é de cerca de 1%.

Conheça 11 Tratamentos Caseiros para o Cisto de Ovário

Referências

https://www.hopkinsmedicine.org/
https://www.cancer.org/
https://www.womenshealth.gov/
https://ocrfa.org/
https://www.cancer.org/

Atualizado em 01 Fevereiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Ciência com Saúde", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.