Comunicação Interventricular - Tratamentos, Sintomas, Diagnostico e Causas
Fotos Antes e Depois

Comunicação Interventricular

Atualizado em 13 Janeiro, 2018

Toda a informação sobre a Comunicação Interventricular – Tratamentos, Sintomas, Diagnostico e Causas

CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO DA COMUNICAÇÃO INTERVENTRICULAR
. Muitos defeitos congênitos do septo ventricular fecham espontaneamente durante a infância.
. Os sintomas dependem do tamanho da comunicação e da magnítude do shunt esquerda-direita.
. Nos adultos, as comunicações pequenas são habitualmente assintomáticas, exceto quando complicadas por endocardite, mas podem ser acompanhadas de um sopro alto (mal de Roger).
. Comunicações grandes geralmente associadas a sopros mais leves, porém comumente acarretam síndrome de Eisenmenger.
. Eco-Doppler é diagnóstico; a angiografia com radionuclídio ou o cateterismo cardíaco quantificam a razão entre fluxo pulmonar e fluxo sistêmico (FP:FS)

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL DA COMUNICAÇÃO INTERVENTRICULAR
. Insuficiência mitral
. Estenose aórtica
. Miocardiopatia devido a várias causas

TRATAMENTOS PARA A COMUNICAÇÃO INTERVENTRICULAR
. Shunts pequenos nos pacientes assintomáticos podem não necessitar de cirurgia
. Dispnéia leve tratável com diuréticos e redução da pré-carga.
. Os shunts com FP:FS superior a 2 são corrigidos para evitar a ocorrência de doença vascular pulmonar irreversível.
. Cirurgia, se o paciente tiver desenvolvido reversão ao shunt (síndrome de Eisenmenger) sem hipertensão pulmonar fixa.
. Profilaxia da endocardite infecciosa

Dica
As comunicações interventriculares pequenas correm risco mais elevado de endocardite do que as grandes; a lesão endotelial é favorecida por um jato pequeno e localizado.

Referência
Bricker ME, Hillis LD, Lange RA: Congenital heart disease in adults.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *