Gripes e Resfriado durante a gravidez - Como a combater e Prevenir - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Gripes e Resfriado durante a gravidez – Como a combater e Prevenir

Por vezes acontece um resfriado durante a gravidez – Conheça algumas estratégias para combater e prevenir-se de possíveis constipações.

Não é agradável passar vários dias com dor de cabeça, a tossir e a gastar pilhas de lenços de papel, mas para uma mulher grávida, um simples resfriado implica mais alguns cuidados adicionais:

Transmito a febre ao bebé? Posso tomar medicamentos, ou tenho de conformar-me com uma taça de leite e mel? Na realidade, as suas preocupações deveriam começar com a pergunta: posso evitar adoecer?

As constipações e as demais infecções próprias do Inverno devem, sim, ser combatidas em três frentes: evitar ao máximo o contágio, fortalecer o sistema imunológico, e, quando as batalhas anteriores estão perdidas, aplicar o tratamento mais adequado.

Quanto aos remédios caseiros, podemos tomá-los por conta própria, os restantes medicamentos, químicos, requerem sempre conselho médico.

Conheça 11 Complicações Comuns da Gravidez

O contágio previne-se com boa higiene

A primeira medida consiste em manter-se afastada de pessoas doentes. O que por vezes se torna difícil, principalmente se o engripado é o companheiro ou um filho.

Nesse caso, pelo menos deve evitar que as minúsculas partículas que o doente expele ao tossir ou espirrar aterrem na nossa própria cara. O melhor é voltar-se. Nos espaços fechados, como o elevador, convém colocar-se de costas para as pessoas que pareçam engripadas. Lavar as mãos várias vezes ao dia. Especialmente depois de ter estado com alguém engripado, ao voltar a casa e antes de tomar qualquer refeição esta é outra medida que pode ajudar a prevenir o contágio. É que, os gérmens estão em toda a parte e podem contagiar através de um simples aperto de mão. Por conseguinte, a alternativa não consiste em cumprimentar com um beijo, um sorriso e umas palavras simpáticas, serão a melhor opção.

Substituir a esponja de banho por uma luva ou por uma toalhinha de rosto. As esponjas levam tempo a secar e a humidade morna constitui um excelente local propício à proliferação dos gérmens. As toalhinhas, pelo contrário podem lavar-se depois de cada utilização. Também as toalhas de rosto, os guardanapos e os panos de cozinha podem ser focos de contágio. Por isso é conveniente que se mudem muitas vezes.

Um sistema imunológico forte afasta os gérmens

O nível de defesas do organismo é muito sensível e debilita-se se a alimentação da grávida não for equilibrada ou ela não descansar o suficiente. Uma boa alimentação, sã e variada, é essencial para que o sistema imunológico possa lutar contra os gérmens nocivos que penetram no organismo. A mulher grávida deve cuidar especialmente para que na sua dieta se incluam todas as vitaminas de que necessita.

Dormir as horas suficientes. Recentemente, foi realizado um estudo, em San Diego (Estados Unidos), em que um grupo de voluntários dormiram apenas quatro horas por noite para verificar como se comportavam as suas defesas. E o resultado foi revelador. Ao fim da experiência, as células responsáveis pela defesa imunológica haviam descido consideravelmente. As grávidas, não só necessitam de um bom descanso nocturno, como também se devem habituar a uma sesta diurna quando se sentirem abatidas.

Um bom passeio diário, faça frio ou chuva, é ideal para manter o sistema imunológico alerta, pronto para atacar quando detecte um vírus ou uma bactéria. O mesmo efeito tem a natação, andar de bicicleta ou praticar montanhismo. Mas, na gravidez, estas actividades só são recomendadas se a mulher já as praticava anteriormente e sempre que não existam contra-indicações médicas.

Os duches frios pela manhã ou depois da sauna, só se recomendam para as grávidas que estejam acostumados a eles. Como defendem a maioria dos especialistas, a reacção da água fria provoca a formação de radicais livres, que são eliminados imediatamente pelas células do sistema imunológico que desta maneira se mantêm em forma.
Há que tomar regularmente alimentos que contenham vitamina C, E e Beta -caroteno. A Vitamina E aumenta o número total de células defensoras. Como consumi-las? A C encontra-se na fruta e verduras; a vitamina E está no gérmen dos cereais, nos frutos secos e no óleo de gérmen de trigo (tomar só cru); e o Beta-caroteno está presente nas cenouras, nos espinafres e nos brócolos. O médico decidirá se além das vitaminas naturais, faz falta um suplemento farmacológico

A homeopatia também oferece um tratamento preventivo para as patologias do Inverno: o oscillococcinum; os homeopatas recomendam a sua tomada de Outubro a Março, em doses semanais.. O sistema imunológico não só pode ser estimulado, como também debilitado. Especialmente prejudiciais são o stress, o excesso de café, tabaco e álcool. As mulheres grávidas devem afastar qualquer tipo de agentes nocivos. Como primeira medida geral, convém aumentar as doses das vitaminas C e E e o Beta-caroteno, mas sempre consultando previamente o médico; o seu excesso pode ser prejudicial.

Quando a prevenção falha, há que aliviar os sintomas

Uma grávida nunca deve consumir medicamentos que não lhe tenham sido receitados pelo médico. Existem receitas caseiras, totalmente inócuas, que permitem aliviar o mal-estar.

Beber muitos líquidos. A água mantém irrigadas as mucosas, previne a desidratação e ajuda a expulsar os gérmens do corpo. O mínimo recomendável seriam dois litros de água ou de sumo diluído por dia.
Um conselho da avó: caldo de galinha. Desde sempre se deu este caldo aos convalescentes e às mulheres depois de darem à luz. Os médicos nunca conseguiram saber porquê, mas comprovaram que o caldo de galinha tem efectivamente propriedades curativas.

Se as vias respiratórias superiores estão afectadas, um simples cataplasma pode aliviar os sintomas (pôr a ferver 300 gramas de linhaça em 0,6 l de água, estender a massa sobre um pano grande, dobrá-lo e verificar a temperatura. Em seguida colocar o cataplasma sobre o peito e tapar com um pano de seda. Quando a massa arrefecer, repetir o processo durante 30 a 60 minutos.

Para combater o congestionamento do peito existem vários remédios: inalações de vapor; adicionando à água umas folhas de eucalipto, tomilho ou menta (também descongestiona o nariz): infusões de tomilho, eucalipto e malva (ou uma mistura expectorante) preparado no laboratório); ou o sumo de uma cebola posta em maceração na noite anterior (cortar a cebola às rodelas e adicionar três colheres de açúcar). Um cataplasma de batatas também a ajuda a soltar as mucosidades de um peito congestionado (ferver cinco ou seis batatas com pele, estendê-las num pano, dobrá-lo e esmagá-las. Verificar a temperatura e colocar o pano sobre o peito, tapando-o com outro de lã, mantê-lo até que arrefeça).

Importante: A febre é muito perigosa. Deve sempre combater-se porque pode causar danos graves no desenvolvimento do feto. Por isso, é fundamental consultar o médico assim que aparecer.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Ciência com Saúde", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.