Perigos das drogas para o bebê quando consumidas durante a gravidez

Conheça os Perigos das drogas para o bebê quando consumidas durante a gravidez.

Está a aumentar a percentagem de mulheres que consomem drogas durante a gravidez, principalmente entre as mais jovens.

No que diz respeito aos efeitos que estas substâncias causam no embrião e no feto, um problema importante é que se costumam consumir vários tipos de drogas, juntamente com álcool e tabaco.

A maior parte dos trabalhos de investigação sobre os efeitos das drogas no futuro bebê dizem respeito à cocaína, uma vez que é a mais utilizada.

Esses estudos relacionam o consumo de cocaína na gravidez com o aparecimento no bebê de defeitos cardiovasculares e do sistema e a paralisia de certos nervos do crânio, entre outros.

O lábio leporino e a fissura do palato também estão relacionados com o uso de drogas na sua generalidade.

Além disso, as condições sociais e sanitárias das consumidoras de drogas são piores de que as daquelas que não as consomem, pelo que aumenta o risco de defeitos congénitos.

Num estudo realizado em Espanha, observa-se que as grávidas que utilizam drogas de qualquer tipo têm mais hipóteses de dar à luz bebês com defeitos congénitos como a espinha bífida, atresia do esófago (o esófago fica fechado e não comunica com o estômago), ausência de ânus ou gastrosquisis (ruptura da parede abdominal por onde sai o intestino).

Hoje podemos dizer que utilizar drogas na gestação, e possivelmente mesmo antes da concepção, aumenta o risco de certo tipo de defeitos congénitos.

É preciso não esquecer duas questões: a primeira é que as mulheres que costumam inalar cocaína esporadicamente saibam que esta droga aumenta o risco de defeitos congénitos.

A segunda, é que uma mãe que consome drogas tem mais hipótese de dar à luz filhos com defeitos, tanto devido às drogas que utiliza como pelas suas condições de vida.
Além disso, é preciso saber que o tratamento de desintoxicação durante a gravidez comporta menos riscos do que o consumo de drogas.

Manter uma alimentação adequada é outro factor primordial.

O haxixe diminui o peso do recém-nascido, talvez porque diminui o tempo de gestação.

Como costuma utilizar-se com o tabaco, o álcool e outras drogas, é muito difícil conhecer os seus efeitos em separado.

O consumo de drogas no pai não parece causar dano ao futuro bebé. Os efeitos mutagénicos nos gametas paternos ainda estão por demonstrar.

Conheça 17 Sintomas Iniciais que Indicam que Pode Estar Grávida

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)