Cuba - Viagens a Cuba
Fotos Antes e Depois

Cuba

Ao descobrir a ilha de Cuba, em 27 de Novembro de 1492, Cristovão Colombo deverá ter escrito: “jamais os olhos humanos terão visto tanta beleza. E nós mantemos os argumentos, detalhando-os, talvez, um pouco mais: sol radioso que brilha 300 dias por ano, imensas praias de areia branca (quase seis mil quilómetros de costa!), água claríssima de um esplêndido azul turquesa, verdes vales de luxuriante vegetação, rum que faz cambalear de alegria, os inimitáveis charutos, extraordinária arquitectura, e o povo, de uma grande simpatia. A não perder.

Foto abaixo: Havana, capital e maior cidade do país.

Viagem a Cuba “HASTA SIEMPRE COMANDANTE!” – por Paulo Cunha

De início estranha-se, posteriormente entranha-se. Podiam ser estas palavras de Fernando Pessoa as ideais para ilustrar o sentimento de quem visita esta magnífica ilha. A jovialidade e a educação do seu povo são um dom especial que cativa.

Guia de Viagem

Itinerário:
Dia 6: Porto – Madrid – Havana!
Dia 7 e 8: Havana!
Dia 9: Havana – Guamá – Trinidade
Dia 10: Trinidad
Dia 11: Trinidad – Cienfuegos – Varadero
Dia 12,13 e 14: Varadero
Dia 15: Varadero – Havana – Madrid
Dia 16: Madrid – Lisboa – Porto.

Após o embarque e cerca de nove horas de viagem depois, chegamos a Havana, sendo após as exigidas formalidades alfandegárias transportados ao botel escolhido que no nosso caso era o hotel sofitel Sevilla. Este hotel datado de 1908, situa-se no centro histórico da denominada Havana Velha, tendo alojado entre outros os famosos Al Capone, Lola Flores e Josephine Baker, conforme o demonstram as inúmeras fotografias emolduradas ao longo das diversas galerias do hotel. Após o merecido descanso nocturno subimos ao topo do edificio para ir de encontro ao denominado “ROOF GARDEN”, uma imensa sala, soberbamente decorada onde eram servidas as refeições e da qual se desfruta de uma indescritível vista panorâmica sobre a cidade, sempre acompanhados da tradicional música cubana que nos remetia para épocas passadas. Após o pequeno almoço iniciamos o percurso pedonal pela zona histórica de Havana, passando por todos os locais de visita obrigatória para um breve reconhecimento que iria ser aprofundado no dia seguinte.

Pela tarde contratamos um “COCO TAXI”, original veículo que povoa a cidade, baseado numa motorizada com três lugares dispostos triangularmente, onde se aplicou uma cobertura em fibra de vidro com a configuração deste fruto, que nos conduziu aos locais mais distantes da zona central, tais como: Universidade, hospital, rua afro cubana, praça da revolução, selva, malecon e baía Heminghay, entre outros. Como é obvio o passeio ao longo do “malecon” (Estrada e passeio paralelos ao mar que se estendem por cerca de sete quilometros), repetiu-se também pela noite. No dia seguinte iniciamos a jornada diária repetindo os locais da manhã anterior: Museu da revolução, La bodeguita del médio, catedral e respectivas praças envolventes, hotel ambos mundos, La Foridita, capitólio e fábricas de tabaco, entre outros.

Também se podia degustar a carne do réptil a troco de 5 dólares. Quem o fez disse saber a carne de porco velho e rijo. No dia destinado à obrigatória visita guiada pela cidade, para além dos monumentos, pudemos apreciar e comprar o artesanato local que consistia basicamente em bordados com pontos típicos. Recomendamos vivamente uma visita a esta cidade, pois ela poderá alterar a forma como a maior parte das pessoas avalia e sente Cuba.

O que mais gostei desta minha viagem a Cuba

De salientar que não se deve perder nunca a oportunidade de observar o parque automóvel circulante e imobilizado e os inigualáveis transportes públicos denominados “camelos”, devido à sua original forma. O percurso em direcção a Trinidad, contemplou uma paragem numa denominada “FIESTA CAMPESINA” que mais não é do que um mini jardim zoológico e num viveiro de crocodilos onde se assistia a uma demonstração da sua captura, por um indivíduo que insistia em ser considerado um “artisto”, pois artista era coisa de mulheres. Do mar, do ritmo e cor, do seu relevo de contrastes, da sua simplicidade, da sua herança histórica e cultural retlectida na sua arquitectura colonial, da gastronomia, da sua paz e segurança que a tornam um destino inolvidável.

Foto abaixo: Praia em Cayo Largo do Sul.

Como chegar a Cuba

Optamos pela Air Europa que nos pareceu melhor reunir as condições pretendidas. Porém estão também ao dispor outras companhias aéreas das quais destacamos: Yes Air, Iberia, Air France e Cubana de Aviacion.

Onde ficar alojado
Havana: Hotel Sofitel Sevilla (não recomendamos)
Trinidad: Hotel Las cuevas Trinidad
Varadero: Hotel Coralia Club PLaya de Oro

Quando Viajar para Cuba

Se reunir todas as condições necessárias, qualquer altura do ano é propícia para visitar a ilha de Cuba.

Cidades mais populosas de Cuba (censo 2002)

  1. Havana 2 201 610
  2. Santiago de Cuba 423 392
  3. Camagüey 301 574
  4. Holguín 269 618
  5. Santa Clara 210 220
  6. Guantánamo 208 145
  7. Bayamo 144 664
  8. Victoria de Las Tunas 143 582
  9. Cienfuegos 140 534
  10. Pinar del Río
  11. Manzanillo 132 183
  12. Matanzas 127 287
  13. Ciego de Ávila 106 227
  14. Sancti Spíritus 98 283
  15. Cárdenas 80 832
  16. Palma Soriano 76 169
  17. Sagua la Grande
  18. Moa 57 652
  19. Florida 53 847
  20. Morón 53 551

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Ciência com Saúde", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.