11 Incríveis Curas Naturais para o Tratamento da Ascite (Continuação)

Publicado por Equipe Editorial a 8 de setembro de 2016 - Atualizado em 27 setembro 2018

Os principais sintomas de ascite são, acúmulo de líquido no abdômen, distensão abdominal, umbigo saído para fora, hipertensão portal, síndrome nefrótica, falta de ar, redução do apetite, letargia, tornozelos inchados, rápido aumento de peso, entre outros…

foto-de-ascite-em-addomen

Os tratamentos caseiros para a ascite diferem de acordo com a sua causa. As Dietas pobres em sal e o repouso são algumas das principais características do tratamento. Para além destes dois tratamentos, por vezes também são utilizados diuréticos naturais, uma vez que desempenham o papel principal, a eliminação do excesso de água através dos rins.

Para quem ainda não leu a matéria inicial, antes de seguir com a leitura é importante ler o artigo 26 Remédios Caseiros para Ascite (Comprovados).

Cenoura

cenoura

Como cuidar da desidratação, sem aumentar a quantidade de fluidos acumulados na barriga? Bem, não é assim tão difícil. Beba sucos de vegetais nutritivos que o irão manter hidratado, e sem grande volume no abdómen.

O suco de cenoura é um antioxidante excepcional e uma boa fonte B-caroteno. Beber 1 a 2 copos de suco de cenoura por dia mantém o seu coração em forma, reduz o colesterol, e melhora também a sua imunidade.

Noni (Morinda citrifolia)

noni-morinda-citrifolia

A Morinda citrifolia, amoreira Indiana, popularmente conhecida como Noni, é uma árvore que pertence à família do café, e tem sido usada para curar problemas digestivos, respiratórios, e aumentar as defesas do sistema imunitário.

De acordo com alguns estudos recentes, o suco de Noni contém uma substância rica em polissacarídeos (noni-ppt), eficaz na cura de tumores de câncer (taxa de cura de 25% -45%), uma vez que age na redução da formação de células anormais (Ref).

O suco de Noni possui ainda propriedades anti-envelhecimento e propriedades laxantes que são um 2alívio” para os pacientes com ascite.

Musgão, musgo do Zimbro (Polytrichum juniperinum)

musgao-musgo-do-zimbro-polytrichum-juniperinum

O Juniperinum Polytrichum é um tipo de musgo conhecido pelos seus usos medicinais notáveis. É originário da Antártida e um maravilhoso remédio caseiro para tratar a ascite, devido às suas fortes propriedades diuréticas (Ref).

Beber chá de Polytrichum Juniperinum, duas vezes por dia ajuda a expulsar os fluidos corporais em excesso. Sendo também utilizada à muitos anos para dissolver as pedras nos rins e da vesícula biliar.

Para fazer o chá de Juniperinum Polytrichum, ferva a água e coloque-a numa chávena. De seguida adicione 2 a 3 colheres de chá de folhas secas de Juniperinum Polytrichum e deixe em infusão durante 10-15 minutos. Coe com a ajuda de uma peneira/passador e desfrute.

Dente-de-Leão (Taraxacum officinale)

dente-de-leao-taraxacum-officinale

As folhas do Dente-de-Leão são uma fonte natural de potássio e bastante reconhecidas pelas suas propriedades diuréticas. Durante a ascite, quando os fluidos indesejados se acumulam no abdômen, as folhas de dente de leão podem ser usadas para aumentar a frequência com que urina, para se livrar dos fluidos tóxicos.

Ao mesmo tempo, as raízes do Dente-de-Leão são úteis para tratar a inflamação e a congestão do fígado (Ref), tornando-a bastante completa para todas as pessoas que sofrem de dores abdominais.

Para fazer o chá de raízes de dente-de-leão, ferva 300 ml de água em uma panela e adicione 100 gramas de raizes de dente-de-leão, frescas e previamente lavadas, na panela. Deixe as raizes em infusão por 30-40 minutos e coe. Desfrute do seu chá.

Erva-Tostão (Boerhavia diffusa) em Pó

erva-tostao-boerhavia-diffusa-em-po

A Erva-Tostão é rica em propriedades antidiabéticas e eficaz na cura da ascite (Ref, Ref). Estudos mostram que os tratamentos naturais à base desta planta podem até adiar a necessidade do transplante de fígado e curar complicações hepáticas como a hepatite, icterícia, e anemia por deficiência de ferro.

Para melhores resultados, tente adicionar a Erva-Tostão em pó nas suas refeições diárias.

Arjuna (Terminalia Arjuna)

arjuna-terminalia-arjuna

A Terminalia arjuna, vulgarmente conhecida como Arjuna, é uma planta que está provado possuir propriedades antitumorais excepcionais (Ref). A arjuna também é benéfica na cura de problemas urinários, diarréia e retenção de água.

Salsa

salsa

Os fluidos acumulados na cavidade abdominal são prejudicial e necessita de ser ser eliminados de alguma forma. Usar um diurético natural é a forma mais segura e benéfica para se livrar do excesso de fluidos corporais.

A salsa já é utilizada como planta medicinal à muitos anos, e está provado possuir efeitos diuréticos (Ref).

A Salsa ajuda no funcionamento dos rins e faz com que o sistema imunológico fique mais forte. Não pense duas vezes! Basta pegar uns raminhos de salsa e usá-la em chás, sucos, ou como tempero para pratos e saladas.

Raiz de bardana

raiz-de-bardana

A raiz de bardana é mais uma solução natural para a ascite. Estas raízes medicinais não só purificam o sangue e livram o corpo de toxinas prejudiciais, como também funcionam como um maravilhoso diurético que vai ajudar a extrair o excesso de água acumulado na barriga (Ref).

Cozinhar as raízes de bardana é tarefa fácil. Corte as raíze em pequenos pedaços. Leve uma panela ao lume e adicione uma colher de chá de óleo, o óleo de coco virgem é o ideal. Ligue o lume (lume brando) e adicione as raízes de bardana recém-cortadas na panela. Mexa durante 4-5 minutos e desfrute de raízes de bardana crocantes.

Outra solução é fazer um chá.

Saiba como fazer um Chá de Bardana para Cólicas Renais

Picrorhiza kurroa

picrorhiza-kurroa

A Picrorhiza kurroa tem sido utilizada como uma importante erva medicinal desde as épocas antigas. Estudos recentes mostram que também é benéfica para o tratamento de doenças do fígado (Ref).

A pessoa afetada pela ascite é frequentemente aconselhada a usar diuréticos para se livrar dos fluidos tóxicos. A Picrorhiza picrorrhiza é um excelente diurético, que ao mesmo tempo melhora a funcionalidade do fígado.

Erva Moura (Solanum americanum)

erva-moura-solanum-americanum

Também conhecida como maria-preta, e pimenta-de-galinha, a Erva Moura (Solanum americanum) é uma planta encontrada principalmente na América do Norte. Tem sido utilizada como medicamento para curar o câncer em vários países.

No entanto, a Erva Moura também é rica em propriedades antimicrobianas, anticonvulsivantes, antiulcerogênicas, e anti-inflamatórias (Ref).

Normalmente, os pacientes com ascite necessitam visitar o hospital regularmente para expulsar os fluidos em excesso. A Erva Moura é o caminho natural para se livrar dos fluido abdominais, graças às suas propriedades diuréticas.

Nota: A Erva Moura (Solanum americanum) é venenosa se comida diretamente, maduras ou imatura. Consulte um nutricionista antes da sua ingestão.

Ruibarbo (Rheum rhabarbarum)

ruibarbo-rheum-rhabarbarum

10% de todos os casos de ascite são originados por determinado tipo de câncer de fígado. O Ruibarbo, planta originária da Rússia, pode não ser um alimento muito popular ou conhecido, mas as suas notáveis propriedades anti-câncer e antineoplásicas valem mais que tudo isso (Ref).

Rhein, um composto (molécula) presente no ruibarbo, é o responsável pelo ataque ás células tumorais. No caso da ascite, ao Incluir o ruibarbo na sua alimentação pode conseguir um alivio no inchaço do abdômen.

Nota: Os talos do ruibarbo são comestíveis, mas evite comer as folhas do ruibarbo, uma vez que são venenosas.

O que fazer

  • Seguir uma boa dieta vegetariana.
  • Tente comer bons alimentos, diuréticos e digestivos.
  • Nos casos de ascite o Leite é melhor que a água para se manter hidratado.
  • Beba sucos de frutas e vegetais em vez de água para evitar o acúmulo extra de fluidos no abdômen.

O que Não deve fazer

  • Evite completamente ingerir álcool, uma vez que a causa por trás da maioria dos casos de ascite é o consumo de álcool.
  • Mantenha o sono regulado, e evite dormir durante o dia.
  • Mantenha-se ativo, a realize exercício físico. O Exercício ajuda a desenvolver os músculos.
  • Evite beber muita água. Caso contrário, vai acabar por adicionar mais líquidos à cavidade abdominal.
  • Não coma alimentos muito gordurosos, picantes, ou açucarados.
  • Se a ascite piorar, visite o médico imediatamente e realize um diagnóstico e tratamento adequado.

Nota: Realizar um diagnóstico adequado da doença é uma obrigação. Por vezes é necessário consultar o médico, mesmo antes de tentar qualquer um destes remédios caseiros ou alimentos.

É preciso ter em mente que cada caso é único, e ter em consideração que, antes de ser realizado qualquer tratamento, seja caseiro ou não, é necessário saber quais as causas que levaram ao desenvolvimento desse sintoma (abdômen inchado).