Decoração e Design de Exteriores

Revisado por Equipe Editorial a 13 janeiro 2018 - Publicado a 31 de maio de 2010

Decoração e Design de Exteriores – Soluções à sombra para aproveitar melhor o espaço do seu jardim

O Algarve é um destino de eleição, e uma das razões principais é, sem dú­vida, o sol. Mas, quando este nos fustiga na­queles dias quentes de Verão, em que as temperaturas são demasiado altas e impedem até os re­sidentes de aproveitar o espaço exterior das suas casas, surge mais do que nunca a necessidade de potencializar o nosso local ao sol mas… à sombra.

Os fabricantes perceberam rapidamente esta tendência e estão a criar óptimas ideias e soluções de sombra para os espaços exteriores no Algarve, estando à disposição uma enorme variedade de opções no mercado para todos os tipos de casas e de bolsos.

De facto, os designers de interiores admitem que, quando desenham uma casa nos dias de hoje, grande parte do projecto se concentra no exterior , uma vez que cada vez mais clientes procuram criar uma atmosfera idílica no seu próprio jardim.

Recentemente, verifica-se uma tendência crescente na indústria de design de propriedades: o espaço exterior transformou-se numa espécie de extensão do interior e, se as mais recentes previsões da indústria estiverem correctas, os proprietários da região vão começar a investir seriamente no exterior das suas casas.

“Estar no exterior e apreciar a beleza da paisagem vai ser um foco cada vez maior, mas muitas pessoas não percebem que a falta de sombra é realmente um problema,? explica Suzana Bento da Formosa Interiors, uma empresa de design que se especializou na criação de interiores para propriedades no Triângulo Dourado algarvio.

No entanto, com uma variedade tão grande no mercado, é por vezes difícil para os proprietários decidir qual a melhor solução para a sua varanda ou jardim.

A Jardim Vista, S.A., uma empresa de arquitectura paisagística em Almancil, incorpora nos seus projectos soluções de sombra soberbas, combinando o conforto e a funcionalidade com designs de verdadeiro impacto. “Há uma grande variedade de elementos de sombra, mas temos de escolher aquele que melhor se adapta ao espaço e ao objectivo que se pretende, quer seja rústico ou contemporâneo, permanente ou sazonal, pequeno ou grande,? diz a arquitecta paisagista da Jardim Vista, Ana Carrusca.

Se antes eram considerados uma opção pouco entusiasmante para criar sombra num terraço ou jardim, os toldos ganharam agora uma nova vida. Mais adaptáveis, os toldos com controlo remoto permitem que os proprietários controlem a quantidade de sol que querem deixar entrar ao longo do dia com apenas um toque de botão. Igualmente adaptáveis são as populares tendas, com maior impacto em qualquer casa, que podem ser montadas e depois recolhidas – uma solução simples mas elegante, especialmente para espaços de refeição exteriores.

As velas sombreadoras são também uma opção atraente e estão disponíveis em muitos modelos e cores, mas falta-lhes a adaptabilidade de outros produtos. No entanto, é o clássico chapéu-de-sol que continua a fazer sombra à concorrência. Com uma escolha ilimitada de estilos e materiais no mercado, as opções são infinitas – desde o mais convencional até ao mais inovador.

“Temos todas as cores, desde laranja a turquesa, mas o branco cru sempre foi o tom mais popular e, por vezes, até o preto,? refere Willemien van der Burg, responsável da Reflexões, uma empresa sedeada em Almancil. Esta é uma tendência que se encaixa num estilo mais elegante e contemporâneo, e que pode ser vista na Royal Botania, uma empresa que sempre primou pela qualidade dos seus produtos de exterior, com a sua colecção SHADY. Disponível em tons de branco, azul marinho, cor de vinho e verde azeitona, entre outros, a gama tem ainda varões feitos de teka e de aço inoxidável.

Apesar de o varão central ainda ser popular, os mais práticos chapéus-de-sol sem suporte no centro aproveitam todo o espaço de sombra. Desde que inventou o primeiro modelo, o Pendalex V+, em 1959, a empresa suíça Glatz continuou a desenhar algumas das mais versáteis e modernas soluções de sombra. Os tecidos também filtram os raios de sol e oferecem protecção UPF 50+ – Factor de Protecção Ultravioleta, um sistema relativamente novo criado especialmente para classificar tecidos com protecção solar.

A Shademakers, uma empresa sedeada na Nova Zelândia, também colocou o seu conhecimento ao serviço de uma colecção com chapéus-de-sol extremamente adaptáveis mas sofisticados, como o The Sola, um chapéu rotativo e com inclinação que apresenta um estilo náutico.

Contudo, existem produtos cada vez mais interessantes no mercado, como o The Tulip, da Shademakers, e a empresa de mobiliário exterior Ego Paris, que deu um toque diferente ao tradicional chapéu-de-sol, com os seus chapéus orgânicos e coloridos feitos de malha Batyline.

Para os que procuram uma solução mais vistosa, a pérgula é uma estrutura mais permanente, muito comum nos jardins italianos renascentistas. Apesar de não oferecer a mesma flexibilidade, é extremamente apelativa e muito característica do clima Mediterrânico, sendo perfeita para cobrir uma área de lazer. As pérgulas de madeira colorida são bastante populares, mas as verdes escuras, azuis e pretas, mais modernas, também estão muito na moda este ano, como o demonstraram as últimas colecções dos designers de mobiliário Coro Italia.

Como foram um elemento muito presente nas feiras de design este ano, Suzana Bento acredita que se irão tornar popu­lares em zonas como a Quinta do Lago. “Já vimos estruturas cobertas e com alicerces, como uma espécie de ‘casa’ exterior, que evocam imagens de locais exóticos como Bali ou Tailândia. Sentimos que poderíamos estar em qualquer local do mundo, e podemos apreciar o sentido de luxo que oferecem.?

Por isso, se os pontos centrais continuam a ser a funcionalidade e a durabilidade, os compradores também procuram soluções mais estéticas e únicas.

“Vendemos mais camas e espreguiçadeiras com sombra, já que são mais bonitas e extremamente confortáveis,? disse Célia Moreno, designer de interiores da empresa Maria Raposo.

A Dedon, empresa líder de mercado de mobiliário exterior, incorporou elementos de sombra nos seus produtos, alcançando resultados extraordinários. Os destaques vão para o ORBIT, um assento circular com dossel, a DAYDREAM, uma romântica cama de dossel, e a peça de assinatura SUMMER CLOUD, uma espreguiçadeira com uma cobertura de tecido que gira 360º. E, para aqueles que procuram algo com grande impacto (e com um preço a condizer), existe a premiada WAVE, uma cama suspensa da Royal Botania.

“Cada vez mais, as pessoas querem um jardim para ser vivido e não apenas para ser admirado,? explica Ana Carrusca, da Jardim Vista. “Como tal, é necessário criar as condições para um local agradável, ameno e tranquilo, onde se sinta prazer em ler um livro, conversar com um amigo, dormir a sesta ou, simplesmente, usufruir da envolvência.?

Formosa Interior Design
+351 289 391 050

Jardim Vista Landscaping
+351 289 356 977

Reflexões Contemporary Design
+351 289 393 500

Maria Raposo Interior Design
+351 289 351 417