Deixar de fumar - Champix® (vareniclina) - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Deixar de fumar – Champix® (vareniclina)

Champix® eficaz nos doentes com DPOC

Estudo revelou que 42, 3 por cento dos doentes com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) deixou de fumar com vareniclina. O fármaco, produzido pelo laboratório farmacêutico Pfizer, constitui um meio eficaz de cessação dos hábitos tabágicos num grupo de doentes difíceis de tratar, com elevada dependência da nicotina.

A vareniclina estimula parcialmente os receptores de nicotina existentes no cérebro, o que ajuda a reduzir os sintomas provocados pela abstinência do cigarro.

Na 75ª Assembleia Científica Internacional Anual do American College of Chest Physicians (ACCP), CHEST 2009, os resultados de um estudo demonstraram que 42, 3 por cento dos doentes com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), ligeira a moderada, que tomaram Champix® (vareniclina) foram capazes de deixar de fumar e de manter abstinência do tabaco durante as últimas quatro semanas de tratamento (semanas 9-12), em comparação com 8, 8 por cento dos doentes que receberam placebo (p<0, 0001). “A cessação dos hábitos tabágicos assume uma importância fundamental para todos os fumadores, especialmente para os que sofrem de doenças relacionadas com o tabagismo, tais como a DPOC”, afirma, em comunicado enviado à imprensa, Donald Tashkin, professor emérito de medicina na Universidade da Califórnia, em Los Angeles. Segundo o investigador, o “estudo demonstra que a vareniclina constitui um meio eficaz de cessação dos hábitos tabágicos num grupo de doentes difíceis de tratar, com elevada dependência da nicotina”. A vareniclina, produzida pelo laboratório farmacêutico Pfizer, estimula parcialmente os receptores de nicotina existentes no cérebro, o que ajuda a reduzir os sintomas provocados pela abstinência do cigarro. O fármaco também diminui a possibilidade da nicotina se unir a esses receptores, o que torna o fumo menos agradável e, por consequência, provoca uma diminuição da vontade de fumar. “A Pfizer pretende ajudar as pessoas a deixar de fumar, ” afirma, no referido comunicado da empresa, Briggs W. Morrison, vice-presidente superior do Grupo de Desenvolvimento de Medicamentos de Cuidados Primários da Pfizer. “Promovemos este ensaio com o objectivo de fornecer informação adicional aos profissionais de saúde acerca dos fumadores em risco de ou com DPOC, passíveis de beneficiar especialmente da cessação tabágica. ”

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde está fortemente empenhado em promover a ideia de que fumar prejudica as pessoas, em casa, em particular as crianças, nos locais de trabalho e em espaços públicos fechados. A ideia centra-se na promoção de estilos de vida saudáveis, onde deixar de fumar será uma meta a atingir.

Parar de fumar diminui o risco de morte prematura. As pessoas que deixam de fumar vivem em média mais 10 anos, quando comparadas com aquelas que continuam a fumar.

Um ex-fumador reduz para metade o risco de sofrer uma doença cardiovascular, em comparação com o verificado nas pessoas que continuaram a fumar. Após 5 a 15 anos, o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) iguala o dos não-fumadores.

O risco de cancro e de doenças respiratórias começa também a diminuir a partir do momento em que se para de fumar:

Após 5 anos de abstinência do tabaco, o risco de cancro da boca e do esófago diminui para metade, continuando a diminuir a partir daí.

Após 10 anos, o risco de cancro do pulmão diminui para metade do verificado em fumadores. O risco de cancro em outras localizações regista também uma diminuição.

Se é um dos 7 em 10 fumadores que quer deixar de fumar não deixe para amanhã o que pode fazer hoje.

Ler Também:

NicVax – A Vacina para Deixar de Fumar

Atualizado em 30 novembro 2016

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade