Depressão Sazonal

O que é a Depressão Sazonal? Descubra um Tratamento que pode ser eficaz, conheça os Sintomas e um pouco mais sobre a Fototerapia:

Estamos na altura do “cair da folha”… mas não é só a folha que cai … com ela caiem muitas vezes lágrimas, o nosso ânimo, a nossa motivação. E a coisa piora quanto mais “cinzento” o tempo fica.

Parece que esta cor nos invade, entra e ressoa cá dentro. As nuvens aparecem, com elas a chuva, e em nós, por vezes, o dilúvio instala-se.

Quantas vezes damos por nós a pensar: “Já tomara o Verão!”. E é normal que assim seja. Os dias ficaram mais curtos, parece que nos rendem ainda menos, mas os afazeres mantêm-se iguais.

A frase mundialmente conhecida “não tenho coragem para fazer nada” começa a sair-nos pela boca, com o mesmo automatismo de um “bom dia” ou de uma “boa tarde”.

Fotossíntese á nossa maneira

Embora ainda não exista um consenso sobre a sua etiologia, a depressão sazonal é descrita na literatura como aquela que surge nas estações “escuras” do ano, conhecida com “winter blues”.

Uma possível explicação para esta depressão é a falta de sol. Espantado? Não fique. Nós fazemos a “fotossíntese” à nossa maneira!

Tal pode ser explicado pelo facto da melanina (hormona que regula o sono) ser segregada no escuro, enquanto a produção de serotonina (conhecida como a “hormona da felicidade”) é maximizada pela exposição à luz brilhante.

Não é então, uma surpresa o facto da depressão sazonal poder ocorrer em outras estações do ano, nomeadamente em pessoas que passam grande parte do seu dia fechadas em casa, sem exposição à luz solar, o que é possível encontrar em profissões que confinam às quatro paredes de um escritório ou de uma sala, ou a pessoas que devido a algum tipo de limitação física, se vêem impedidas de sair à rua quando assim o desejam.

Sintomas de depressão sazonal

sintomas de Depressão Sazonal

A depressão sazonal pode provocar alterações do sono, manifestadas pelo aumento do mesmo – necessidade de um maior número de horas de sono que, mesmo assim, não são sentidas como reparadoras; da alimentação, com tendência para ingerir mais alimentos e com preferência pelos mais calóricos – que, muitas vezes, é um factor de agravamento, dado que pode culminar num aumento do peso, levantando questões de auto estima que agravam os sintomas depressivos já sentidos; da energia, verificando-se um decréscimo, o qual, em combinação com os sintomas de fadiga, provoca uma diminuição da frequência dos contactos sociais, levando ao isolamento.

Nos casais, pode até verificar-se decréscimo da actividade sexual; e do humor, com sintomas que podem variar entre a irritabilidade e a apatia (sendo que a pessoa pode sentir-se irritada por estar apática), tristeza e, em casos extremos, ideia suicida.

Tratamento com fototerapia

A terapia com luz tem se mostrado promissora como um tratamento eficaz não só na depressão sazonal, como em alguns outros tipos de depressão.

Conheça As 5 Deficiências Nutricionais que Podem Causar Depressão

Como travão a estes sintomas, uma possível solução é a fototerapia, que consiste na exposição à luz directa, com a duração de cerca de 15 a 30 minutos.

A acção da luz não se vai manifestar pelo seu contacto com a pele, mas sim com os olhos. Não é necessário que a pessoa se foque na luz, mas sim que mantenha os olhos abertos.

Não existe, contudo, um consenso acerca da hora do dia em que este tratamento se revela como mais benéfico. Alguns autores falam da potencialização dos resultados quando aplicado de manhã.

Outros, por sua vez, dizem que os efeitos podem ser igualmente positivos, ou até maximizados, se o tratamento for efectuado de manhã e à tarde.

Contudo, parece haver consenso sobre a não aplicabilidade à noite, uma vez que poderia interferir com os ciclos sono-vigília do cliente.

No entanto, este tratamento apenas deve ser feito após o correcto diagnóstico e com supervisão médica.

Os riscos associados relacionam-se, sobretudo, com o tipo de aparelho, uma vez que existem diversos disponíveis no mercado.

O importante é que não assuma uma atitude passional e derrotista, como algo que tenha obrigatoriamente que fazer parte da sua vida em determinada estação – “A chuva pertence ao Inverno, como esta tristeza a mim”.

Tal como nas outras formas de depressão, existe tratamento. Pode contar com a ajuda de vários profissionais de saúde.

A psicoterapia pode não conseguir fazer o sol brilhar todo o ano, mas pode sempre dar cor e luz à sua vida. Seja feliz!

Conheça 10 Óleos Essenciais para Depressão

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:46 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)