Desportos Radicais na neve

Desportos Radicais na neve

Os Desportos radicais não são exclusivamente sinónimos de Verão. Conheça algumas «radicalidades» na neve. Todos os desportos necessitam de determinados predicados para poderem decorrer nas condições ideais. Veja-se o caso dos desportos de neve. Sem neve, nada feito! Dentro destes desportos, e como existem mentes radicais em todo o lado, podem encontrar-se algumas práticas mais radicais. Conheça algumas propostas:

Parasnow – consiste em saltar de parapente tendo os esquis colocados, sobrevoando várias zonas e aterrando e levantando voo consoante o local. É atractivo uma vez que permite esquiar em locais que de outra forma são inacessíveis.
Snowbike – como o nome em inglês indica, consiste em andar de bicicleta na neve. Normalmente faz-se para descer encostas. A diferença ao nível de material entre estas e outras bicicletas está nos pneus: pneumáticos duros para neve mole ou pneus com pitons metálicos para terrenos com gelo.
Heliski – consiste em procurar, de helicóptero, um local normalmente inacessível para esquiar. Costuma utilizar-se para subir a grandes montanhas com escarpas acentuadas. Depois é só descer…
Big Air – aproveitando os esquis ou uma prancha de snowboard, consiste em realizar grandes saltos e realizar acrobacias enquanto se permanece no ar. Existem já competições deste desporto que, muitas vezes, decorrem em zonas escavadas ou construídas na neve com a forma de metade de um tubo ou uma grande banheira. Encontra algum paralelismo com o realizado pelos praticantes do skate nas suas tradicionais half-pipe. Grande parte destes desportos não são praticados em Portugal. Algo que se explica pela não existência de neve permanente, ou seja, durante todo o ano.

No entanto, se estiver decidido a praticá-los no estrangeiro faça-o de acordo com as regras de segurança definidas para o desporto e que têm o intuito de minimizar, dentro do possível, o risco.

Ao praticar desportos na neve não se pode esquecer também de se agasalhar correctamente, proteger-se do Sol (dada a perigosa incidência da luz solar no manto branco da neve), nunca andar sozinho, informar-se acerca do estado do tempo e, como em todos os desportos, realizar sempre exercícios de aquecimento antes da prática, de forma a prevenir lesões.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:57 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)