Diabetes mellitus tipo 1

Diabetes mellitus tipo 1 – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO

Início agudo, ausência de história familiar.

Poliúria, polidipsia, perda ponderal.

Glicose plasmática em jejum > 126 mg/dL; glicose plasmática isolada > 200 mg/dl com sintomas; glicosúria.

Associado a cetose no estado não tratado; pode apresentar-se como emergência médica (cetoacidose diabética).

Os riscos a longo prazo incluem retinopatia, nefropatia, neuropatia e doença cardiovascular.

DIAGNOSTICO DIFERENCIAL

. Glicosúria não-diabética (p. ex., síndrome de Fanconi)
. Diabetes insípido
. Acromegalia
. Doença ou síndrome de Cushing
. Feocromocitoma
. Medicamentos (p. ex., glicocorticóides, niacina)

DIABETES MELITO TIPO 1 TRATAMENTO

Insulina é essencial. A orientação do paciente é crucial, com ênfase no controle da dieta, insulinoterapia intensiva, automonitoração da glicemia, percepção da hipoglicemia, cuidados com os pés e os olhos.

Dica

O prognóstico da cetoacidose diabética é melhor que o do estado hiperosmolar não-cetótico: em ambos a hiperosmolalidade é o fator mais importante do prognóstico.

Referências
Havas S: Educational guidelines for archieving tight control and minimizing complications of type I diabetes

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 28/10/17 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 28/10/2017 às 3:36 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)