Estrias Brancas e Vermelhas: 20 Dicas imperdíveis para amenizá-las - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Estrias Brancas e Vermelhas: 20 Dicas imperdíveis para amenizá-las

Não são apenas as mulheres que sofrem com estrias, você está completamente enganado! Por mais natural que sejam, as estrias ainda são encaradas como um tabu pela sociedade.

Seja branca ou vermelha, para muitos a estria não passa de uma marquinha quase imperceptível. Já para outros, ela pode ser o estopim para desencadear problemas de autoestima e inseguranças.

A seguir, você ficará a par das principais dicas que poderão salvá-lo das estrias.

Estrias Brancas E Vermelhas, 20 Dicas Imperdíveis Para Amenizá Las

Estrias: o que são e como surgem?

De cor arroxeada, rosada ou branca, as estrias provém de estiramentos repentinos sofridos pela derme – a camada intermediária da pele. A derme é composta por fibras de colágeno e elastina, e qualquer trauma nessa região pode rompê-la.

Apesar de repentino, os rompimentos das fibras de colágeno e elastina provêm de processos longos, como:

  • Gravidez
  • Puberdade
  • Exercícios em excesso
  • Ganho de peso de forma abrupta
  • Uso demasiado de anabolizantes
  • Aumento na estatura de forma acelerada
  • Uso prolongado de corticoides – normalmente utilizado para tratar doenças de pele, como o eczema.

Existem fatores genéticos que também podem favorecer o aparecimento de estrias. É o caso da síndrome de Marfan, síndrome de Cushing e síndrome de Ehlers-Danlos.

Quais são os tipos de estria?

Presentes em maior quantidade nas coxas, nádegas, seios, abdômen e quadril, as estrias são diferenciadas pelos seus tons arroxeados, avermelhados e esbranquiçados.

Imaginemos uma gama de cores. Os tons que passeiam entre purpura, rosa e vermelho indicam que as estrias foram originadas por rompimento recente das fibras de elastina e colágeno.

Conforme o passar do tempo, mais esbranquiçadas se tornam essas marcas. Caso o indivíduo queira amenizá-las, por mais discretas que sejam, terá um trabalho árduo pela frente. Por serem mais antigas, as estrias esbranquiçadas não desaparecem por completo. Porém, isso não significa que não possam ser atenuadas.

Tenho estrias, e agora? Devo me preocupar?

Apesar de causarem descontentamentos estéticos, as estrias são inofensivas e não acarretam problemas sérios de saúde.

Mas isso não quer dizer, em hipótese alguma, que você deve ignorá-las, caso apresentem alguma condição fora do normal. Em grandes quantidades, estrias muito extensas, que surgem de forma abrupta, podem apontar alguma disfunção ligada ao sistema endocrinológico — a qual deve ser acompanhada.

Seja por incômodos estéticos ou pelos demais motivos, o tratamento deve ser controlado por um médico. Devemos levar em conta que as estrias são diferentes entre si e, portanto, requerem cuidados específicos. A avaliação feita por um dermatologista é primordial para escolher o tratamento mais eficiente – principalmente no que diz respeito às estrias esbranquiçadas, já que essas são as mais difíceis de serem atenuadas.

Os procedimentos médicos recomendados são:

Em caso de estrias avermelhadas (ou recentes)

Dicas Atuais Para Amenizar Estrias Vermelhas Permanentemente

Esfoliação

Ao remover as células mortas presentes na epiderme, a esfoliação propicia a formação de uma nova camada de células novas. Com a formação de uma nova camada, as estrias sofrerão modificações em seu aspecto grosseiro.

Cremes

No mundo dos cosméticos, já existe uma infinidade de cremes capazes de regenerar os tecidos lesionados. Prescritos por um profissional da área, esses produtos atendem a todo tipo de público e condição financeira.

Luz pulsada

De início, injeta-se vitamina C a 22% na camada mais superficial da pele. Meia hora após, para otimizar o tratamento, as áreas necessitadas são iluminadas a partir da luz pulsada. Ao mesmo tempo que a vitamina C atenua a vermelhidão das estrias, a luz pulsada suaviza sua textura e largura.

Em casos de estrias brancas (antigas)

Dicas Imperdíveis Para Amenizar Estrias Brancas

Dermoabrasão

Em linhas gerais, podemos comparar a dermoabrasão à esfoliação, indicada para marcas recentes. Porém, nesse caso ela é feita de forma mecânica, pois é preciso mais força e repetição dos movimentos para que a camada lesionada sofra o impacto necessário.

Peeling

Técnica feita a partir da aplicação de ácido retinoico, o peeling remove controladamente as células mortas da epiderme e da derme – dependendo da profundidade da lesão – , o que estimula a produção de colágeno.

Carboxiterapia

Mediante a aplicação de CO2 através de injeções, a carboxiterapia aumenta a circulação sanguínea nas áreas estriadas. Por ser um procedimento invasivo e delicado, o profissional deve ser experiente e cuidadoso no que faz.

Laser

Muito utilizado pelos especialistas, o laser de CO2 é um dos tratamentos mais eficientes no mercado. Ele ajuda a regenerar o tecido a partir da formação de novas fibras de colágeno.

Microagulhamento

Outro procedimento eficaz na formação de fibras de colágeno e elastina, o microagulhamento é feito por meio de rolos cheios de microagulhas que deslizam pela área afetada.

Radiofrequência

Para que a produção de colágeno e elastina seja estimulada, utiliza-se um aparelho responsável por emitir ondas. A ondas conseguem atingir as camadas mais profundas da pele, reduzindo as estrias em 60%. O procedimento é indolor e dura, em média, meia hora.

Tratamentos caseiros

Além dos tratamentos citados acima – feitos por auxílio médico – existem aqueles que você pode fazer no dia a dia, com produtos que você encontra na sua casa e na farmácia mais próxima.

Máscara de azeite

De uso diário, a máscara de azeite é capaz de atenuar significativamente as marcas avermelhadas. Você vai precisar de:

  • Meia xícara de azeite
  • ¼ de xícara de Aloe Vera em gel
  • Aproximadamente 6 cápsulas de vitamina E
  • Aproximadamente 5 cápsulas de vitamina A

Após bater tudo no liquidificador, é aconselhável manter a mistura sob refrigeração.

Máscara de cosméticos

Também de uso diário, esse tratamento consiste na mistura de agentes cosméticos ricos em vitaminas e propriedades hidratantes. Você vai precisar de:

  • 1 lata de creme Nívea (azul)
  • 1 ampola de vitamina A (Arovit ou similar)
  • 1 tubo de pomada Hipoglós (ou similar)
  • 1 tubo de óleo de amêndoas

Deve-se armazenar a mistura em um recipiente com tampa e mantê-la sob refrigeração.

Máscara de açúcar

Além de ser um ótimo esfoliante, o açúcar, aliado a outros produtos, é capaz de suavizar as estrias esbranquiçadas. A máscara contém:

  • 1 colher de sopa de açúcar
  • Óleo de amêndoas (na quantidade desejada)
  • Suco de limão (em pequena quantidade)

Aplique a mistura na área lesionada e friccione levemente para que o açúcar possa promover a esfoliação. Repita o procedimento diariamente por 10 minutos.

Máscara de ovos

O ovo é rico em nutrientes, como já sabemos. Para o tratamento, você utilizará a clara. Você precisará de:

  • 2 ovos
  • Azeite (na quantidade desejada)

Com auxílio de um garfo, bata as claras dos dois ovos e aplique uma quantidade generosa nas lesões. Espere secar e lave com água fria. Depois, lambuze a região com azeite de oliva. Repita o processo 2 vezes por semana.

Máscara de abacate

Por ser rico em vitaminas A, E, B1 e B2, antioxidantes, ferro e óleos naturais, o abacate agiliza a regeneração dos tecidos cutâneos. Para a máscara, você vai precisar de:

  • ½ abacate
  • 1 colher de chá de limão
  • 1 colher de sopa de mel

Bata todos os ingredientes no liquidificador e aplique a pasta sobre as estrias, deixando agir por 20 minutos. Assim como a máscara de ovo, recomenda-se repetir o procedimento 2 vezes por semana.

Máscara de fubá

Igualmente rica em vitaminas – em especial A, B e E – a farinha de milho proporciona vários benefícios à pele e pode ser encontrada facilmente. Os itens que você vai precisar são:

  • 2 colheres de sopa de fubá
  • 2 colheres de sopa de aveia (opcional)
  • 2 colheres de sopa de gérmen de trigo
  • 4 colheres de sopa de água

Misture de forma homogênea todos os ingredientes e os aplique sobre as estrias. Com uma bucha vegetal embebida com água morna, massageie levemente o local.

Máscara de Beterraba e Pêssego

Com ingredientes que você encontra facilmente no mercado mais próximo, a máscara de beterraba e pêssego é rica em vitaminas, proteínas, antioxidantes, ferro, potássio e outras propriedades capazes de reestruturar a epiderme e a derme. Os ingredientes são:

  • Casca de beterraba
  • Casca de pêssego
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoas

Ao moer as cascas de beterraba e pêssego, acrescente o óleo de amêndoas. Besunte a lesões com a pasta e deixe-a agir por meia hora.

Máscara de cenoura

Por seu alto poder antioxidante e vitamínico, a cenoura fornece elasticidade à pele, além de nutri-la. Você precisará dos seguintes ingredientes:

  • 1 cenoura cozida no vapor
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoas
  • 1 colher de sopa de farelo de aveia (opcional)

Assim como nas demais máscaras, bata todos os ingredientes no liquidificador. Espalhe a mistura no local de preferência, massageando-o por 15 minutos. Repita o tratamento 2 vezes na semana.

Loção tonificante

Além de hidratar e eliminar as toxinas da pele, a loção tonificante estimula a circulação sanguínea. Os itens necessários são:

  • ½ litro de soro fisiológico
  • 5 gotas de Ginseng
  • 2 gotas de própolis
  • Suco de 5 cenouras

Após mergulhar o algodão na mistura, aplique-o sobre as estrias e deixe agir durante 5 minutos. Para potencializar seu efeito, recomenda-se hidratar a pele após o procedimento.

Óleo de rícino

Conhecido por ser extremamente hidratante e nutritivo, o óleo de rícino não é benéfico apenas para os cabelos, mas também para a pele.

Unte a área com o óleo, massageando-a por 15 minutos. Para melhores resultados, envolva o local com um pano fino e com uma bolsa de água morna.

Grande parte dos métodos caseiros citados acima é voltada para o combate às estrias esbranquiçadas. Porém, nada impede que você os utilize para tratar as avermelhadas.

Outro fator importante a ser frisado é o cuidado que se deve ter ao utilizar receitas que tenham limão em sua composição. Deve-se evitar ao máximo sair no sol durante e após as aplicações, pois a pele estará sensível, aumentando os riscos de eventuais queimaduras.

Atualizado em 25 Março 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Ciência com Saúde", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.