Difteria

Difteria (corynebacterium diphtheriae) – Sintomas, causas e Características do diagnóstico

Trata-se de uma Infecção aguda transmitida por secreções respiratórias.

Os principais sintomas são Dor de garganta, rinorréia, rouquidão, mal-estar, febre relativamente baixa (em geral < 37,8ºC).

Alguns casos confinados à pele.

Membrana cinzenta adesiva na porta de entrada.

Pode ser complicada por miocardite e neuropatia induzidas por toxinas, decorrentes de uma exotoxina; acontece mais comumente na difteria faríngea do que cutânea.

O esfregaço e a cultura confirmam o diagnóstico.

Diagnóstico diferencial

. Outras causas de faringite (estreptocócica, mononucleose infecciosa, adenovírus)
. Gengivoestomatite necrosante
. Candidíase
. Miocardite por outras causas
. Miastenia gravis
. Botulisrno

Tratamento da Difteria (corynebacterium diphtheriae)

. A imunização ativa (em geral, comvacina contra difteria-tétanocoqueluche [DPT]) é preventiva

. Antitoxina diftérica

. Penicilina ou eritromicina

. Corticosteróides em determinados pacientes com comprometimento laríngeo grave, miocardite ou neuropatia

. A exposição de indivíduos suscetíveis exige dose de reforço de imunização ativa com toxóide difterico, antibióticos e inspeção diária da garganta

Dica
A observação de úlceras cutâneas superficiais e hipoestéticas, em pacientes desabrigados, sugere diagnóstico de difteria cutanea.

Saiba mais sobre a Vacina Contra Difteria, Tétano e tosse convulsa) Durante a Gravidez

Referências
Galazka A: The changing epidemiology of diphtheria in the vaccine era. J Infect Dis

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 26/12/17 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça uma Pergunta ou Comentário
Esta matéria tem 1 Comentário
  1. Anna Clara Reply

    bom eu acho que tem poucas imformações para pesquisa principalmente,mais serva para varias coisas
    mas tbm acho que pode melhorar um pouco mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 26/12/2017 às 10:47 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)