Distrofia muscular – Tratamento, Causas, Fisioterapia e Dieta

Fique a saber o que é a distrofia muscular, qual o melhor tratamento para a sua cura, quais as causas e fisioterapia.

tipos de distrofia muscular

A distrofia muscular é um termo genérico utilizado como referência a uma enorme diversidade de doenças genéticas, que contribuem para a degeneração progressiva dos músculos esqueléticos utilizados durante o movimento voluntário.

Este género de doenças ataca pessoas das mais diversas idades, e poderá apresentar níveis de gravidade completamente distintos. Em casos mais severos, a distrofia muscular poderá limitar drasticamente a autonomia motora do paciente, sendo, por isso, um problema que acabará por comprometer activamente a qualidade de vida do paciente.

Curiosamente, a distrofia muscular não afecta apenas a capacidade de movimento de uma pessoa, podendo, também, dar origem a problemas muito mais graves, na medida em que haverá o risco de danificar o coração, espinha, ossos, cérebro, olhos, entre diversos outros órgãos.

As doenças cardíacas e respiratórias costumam ser extremamente comuns entre pacientes de distrofia muscular, que poderão, também, desenvolver dificuldade em engolir. Felizmente, esta não é uma doença contagiosa, e tem, geralmente, origem em acidentes resultantes de actividades físicas mais intensas, caso haja predisposição genética para tal.

Todos os tipos de distrofia são herdados geneticamente, e consistem na mutação de um dos milhares de genes responsáveis pela programação das proteínas. Ao existir uma deficiência nessa programação, as células do organismo não funcionarão apropriadamente, dando assim origem ao comprometimento da integridade muscular do doente.

Causas da Distrofia muscular

Apesar de ser um problema hereditário, a distrofia também poderá ocorrer através de uma mutação genética espontânea. Nesses casos, esse defeito genético poderá ser passado à próxima geração.

Tratamento

Infelizmente, ainda não existe um tratamento específico e eficaz para qualquer forma de distrofia muscular, na medida em que a mesma é potenciada por factores genéticos, não podendo, por isso, ser eficazmente prevenida.

Ainda que não exista um tratamento 100% eficaz, quase todos os pacientes são submetidos a sessões de fisioterapia, utilizações de remédios e, em alguns casos, até mesmo cirurgias. Isto não terá como objectivo curar a distrofia muscular, mas sim prevenir a sua evolução para problemas ainda mais sérios.

Em casos de fraqueza respiratória originada pela distrofia, é comum a utilização de ventilação assistida, que em muito auxiliará o paciente na manutenção de uma respiração suficiente à sua sobrevivência. Este tratamento não é utilizado por todos os pacientes, na medida em que é apenas necessário em casos mais avançados.

A utilização de medicamentos é essencial ao tratamento do paciente com distrofia muscular, mas pode dar origem a efeitos colaterais extremamente desagradáveis, como é o caso do aumento substancial do peso corporal e diminuição da densidade óssea.

Um dos tratamentos mais importantes nesta doença é a fisioterapia, que terá como objectivo primordial prevenir deformidades, melhorar a habilidade de movimentação e fortalecer toda a estrutura óssea e muscular. É importante que a fisioterapia ocorra o mais rapidamente possível, caso contrário poderá dar-se origem ao desenvolvimento de rigidez extrema nos músculos e articulações.

A dieta também se poderá revelar de grande importância na prevenção da evolução da doença para estágios mais avançados, e por isso deverá ser cuidadosamente acompanhada por um nutricionista especializado na área.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:30 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)