Dor miofascial

A dor miofascial surge quado os chamados pontos gatilho, nódulos situados no interior dos músculos e que são extremamente irritáveis, tensos, e sensíveis, quando sofrem algum tipo de pressão.

Na maioria das vezes, a dor miofascial é originada em virtude do excesso de estresse exercido sobre as massas musculares. Esse estresse pode ser provocado quando os músculos são muito exigidos durante a realização de um treinamento físico ou sofrem algum choque doloroso, pode advir da má postura, ou ainda ser consequência de movimentos repetitivos.

As dores miofasciais mais corriqueiras são notadas na região dos ombros, coluna cervical (pescoço), e nas costas. Entretanto, nada impede que elas apareçam em qualquer outra área corporal, como a região pélvica.

Como tratar a dor miofascial

Para aplacar a dor miofascial é preciso agir diretamente sobre o agente causador do estresse, que leva ao desenvolvimento dos pontos gatilhos mencionados há pouco. Desse modo, é necessário efetuar uma consulta médica para que se confirme o diagnóstico.

Visando aliviar as dores produzidas pelo transtorno, o paciente pode recorrer a três tipos de remédios: os analgésicos, os relaxantes musculares, e os anti-inflamatórios. O primeiro pode ser o paracetamol, o segundo a ciclobenzaprina, e o terceiro o diclofenaco.

Outra forma de tratar a dor miofascial é por meio de exercícios fisioterápicos, além das igualmente benéficas sessões de eletroterapia, crioterapia, e acupuntura, métodos bem eficientes no que tange ao controle dos impulsos dolorosos oriundos da manifestação dos pontos gatilho.

Sinais e sintomas da dor miofascial

Na maioria dos casos, os principais sintomas do problema são o aparecimento de pontos enrijecidos nos músculos, o surgimento de nódulos hipersensíveis à dor, além de um incômodo dolorido em alguma área do corpo.

Quando aparecem, todos esses sintomas ficam propensos a se agravarem de acordo com o movimento do corpo, ou durante a realização de atividades físicas. Porém, é importante salientar que o problema pode atingir patamares mais críticos. Nessas circunstâncias, a dor miofacial chega a um estágio crônico, situação na qual os sintomas se manifestam mesmo quando o corpo estiver ocioso.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *