8 Efeitos Colaterais do Óleo de Orégano que deve Conhecer antes de Usar

O óleo essencial de orégano é um remédio herbal de grande potencial terapêutico. No entanto, o seu uso pode causar problemas no estômago ou irritação da pele em algumas pessoas.

Hemorragia excessiva e redução súbita dos níveis de açúcar no sangue são as preocupações mais graves. Principalmente em indivíduos que tomam medicação para controlar a diabetes ou medicamentos diluentes do sangue.

8 Efeitos Colaterais Do Óleo De Orégano Que Deve Conhecer Antes De Usar

Consulte sempre o médico sobre as possíveis interações medicamentosas antes de usar o composto.

O orégão não é apenas uma erva que pode ser usada na cozinha. O óleo de orégano oferece muitos benefícios para a saúde que o tornam um remédio caseiro bastante popular em muitas questões de saúde, seja uma dor de garganta, dor muscular ou mesmo uma mordida de inseto.

Mas, como qualquer outro remédio herbal, este também não é livre de possíveis efeitos colaterais quando tomado em doses elevadas.

Lembre-se, o óleo de orégano não é o mesmo óleo usado na cozinha para temperar massas ou carnes. O óleo essencial, destilado das flores e folhas secas da planta, é muito mais concentrado do que o tempero.

Continue lendo para entender algumas das possíveis reações adversas da utilização deste óleo essencial.

1. Distúrbios do Estômago

Distúrbios Do Estômago

O óleo essencial de orégano geralmente é diluído em água ou óleo ou usado como parte de um remédio que inclui outros ingredientes.

Infelizmente, o composto pode causar problemas em pessoas com o estômago fraco e irritar o trato gastrointestinal.

Ultrapassar a dose recomendada também é susceptível de aumentar o risco de dores no estômago.

2. Irritação da pele

O composto é extremamente popular nos cuidados da pele. Mas usá-lo nas quantidades erradas ou não dilui-lo o suficiente pode irritar a pele em algumas pessoas.

A Associação Nacional de Aromaterapia Holística lista-o até como um irritante dérmico. O composto pode causar erupções cutâneas ou outras formas de irritação da pele.

Nunca use-o diretamente sobre a pele em qualquer concentração superior a 1%, pois é provável que cause irritação da pele.

Além disso, se é alérgico ao produto, poderá desenvolver erupções cutâneas ou ter outras reações mais fortes.

3. Reacções alérgicas

Efeitos Colaterais Do Óleo De Orégano

Teste sempre o óleo essencial antes de usá-lo para qualquer tipo de propósito terapêutico. Se for alérgico a plantas da família Lamiaceae, como o manjericão, hortelã, lavanda, sálvia ou hissopo, provavelmente também terá problemas com o orégano, uma vez que pertence à mesma família.

Realize sempre um teste de alergia para determinar se tem ou não algum tipo de reação alérgica ao composto. As reações alérgicas podem causar qualquer um dos seguintes problemas:

  • Coceira
  • Erupção cutânea
  • Inchaço
  • Espirros, corrimento nasal, asma
  • Anafilaxia: esta reação grave pode ser fatal se não for controlada a tempo, e inicia com problemas respiratórios e tonturas, pele úmida, confusão e ansiedade.

4. Impede a absorção de nutrientes

O orégão e o seu óleo podem interferir na capacidade do corpo em absorver ferro. Isso pode ser problemático para qualquer pessoa com baixos níveis de ferro, mais ainda, em pessoas que são anêmicas.

O composto também pode dificultar a absorção de cobre e zinco no organismo.

5. Baixa os níveis de açúcar no sangue

O orégano pode fazer com que os níveis de açúcar no sangue caírem. Se está tomando outros suplementos, ervas ou medicamentos para diminuir os níveis de açúcar, porque você é diabético, administrar o óleo de orégano pode fazer com que esses níveis baixem ainda mais ou desçam de repente.

6. Diluição do sangue e risco excessivo de sangramento

Usar o óleo de orégano juntamente com medicação para diluir o sangue ou drogas que retardam a coagulação do sangue pode aumentar o risco de sangramento ou hematomas.

Portanto, tenha cuidado se estiver tomando medicamentos como aspirina, heparina e varfarina.

O composto também pode aumentar o risco de hemorragia naqueles que já apresentam distúrbios hemorrágicos. Mesmo aqueles que não têm tais distúrbios, mas que vão passar por uma cirurgia brevemente, devem suspender o uso do óleo de orégano nas duas semanas que antecedem a cirurgia.

7. Impacto negativo na gravidez

Efeitos Colaterais Negativos Do óleo Essencial De Orégano Na Gravidez

O orégano tem propriedades emenagogas e pode estimular o fluxo menstrual. Também é abortivo , ou seja, induz o aborto. Estas propriedades tornam-no potencialmente perigoso para as mulheres gravidas, pois pode prejudicar a gravidez.

Além disso, não se sabe mais sobre os efeitos reais do composto na gravidez, uma vez que não existem pesquisas científicas ou testes disponíveis que confirmem exatamente qual o seu impacto. Para estar segura, o ideal será evitar o óleo e escolher outras alternativas menos arriscadas.

8. Interação com medicamentos e outros remédios de ervas

Alguns medicamentos prescritos ou suplementos de ervas podem interagir com o óleo de orégano e causar problemas graves. Já vimos como o composto pode aumentar o efeito da medicação para baixar os açúcares ou os medicamentos antidiabéticos.

Da mesma forma, também pode estar fazendo uso de outros suplementos alternativos, como o melão amargo, feno-grego, alho ou ginseng, para baixar o açúcar no sangue. Se é o caso, lembre-se de que o óleo pode fazer com que os níveis de açúcar desçam ainda mais.

Qualquer pessoa que tome medicamentos para diluir o sangue, remédios alternativos para diluir o sangue ou para abrandar a coagulação sanguínea, deve tomar as precauções necessárias.

Como usar óleo de orégano com segurança

O óleo de orégano é uma forma de remédio para o corpo e precisa ser tratado como tal. Abaixo listamos alguns pontos chave que deve ter em mente:

Antes de tomar o óleo de orégano consulte o médico. Não se auto-medique. A forma que precisa usá-lo e a dosagem ideal dependerá não apenas do problema ou necessidade médica, como também do seu próprio histórico médico e de saúde.

Mantenha sempre a dose recomendada e nunca opte pelo caminho da sobredosagem.

Antes de o usar na pele faça um teste de patch (teste de alergia) numa pequena área da pele.

Pare a ingestão do composto pelo menos duas semanas antes de qualquer cirurgia para evitar o risco de sangramento excessivo.

Não use este óleo essencial durante períodos prolongados. Pode, na melhor das hipóteses, ser usado durante uma semana ou duas, não mais que isso.

A Dosagem e os remédios que utilizam óleo de orégano não são projetados para uso a longo prazo, uma vez que o uso prolongado pode causar problemas de saúde.

Não use o composto como tratamento tópico em feridas abertas ou na pele quebrada.

Não deixe o óleo entrar em contato com os olhos ou zona genital.

Quem deve evitar o óleo de orégano

Evite o uso medicinal do produto se você:

  • está grávida ou amamentando
  • tem uma doença na vesícula biliar
  • sofre de doença renal
  • tem uma doença hepática

Nunca use o óleo essencial de orégano em bebês ou crianças com menos de dois anos. Siga estas diretrizes e use o composto com segurança!

Referências do artigo

https://naha.org/
http://naturaldatabase.therapeuticresearch.com/
https://www.nhs.uk/
https://medlineplus.gov/
https://medlineplus.gov/

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *