Ejaculação noturna (ejaculação a dormir)

Revisado por Equipe Editorial a 15 abril 2018 - Publicado a 25 de maio de 2011

Interessa-me o tema da ejaculação noturna (ejaculação a dormir) em homens adultos, com mais de 40 anos.

Apesar de mantermos uma vida sexual com certa regularidade, esta situação acontece várias vezes com o meu marido. Até que ponto a podemos considerar normal?

Resposta:

Em relação ás ejaculações noturnas, é característica dos adolescentes, pois é uma fase da vida em que praticamente não têm relações sexuais, mais muito desejo e muitas fantasias, isto associado a todas as alterações próprias da idade, ocorrem mais frequentemente entre os 12 e os 13 anos, ainda que se associem a pensamentos sexuais, também podem ocorrer sem estímulo.

O mais importante é que estas ejaculações indicam que está a haver produção de esperma, o que indica que o adolescente está em condições de se reproduzir.

Nos homens adultos quase não acontece, excepto em períodos de abstinência ou quando a frequência do desejo no homem é muito maior do que o da sua parceira, pelo que, não se pode afirmar que “temos relações com frequência”; a frequência é definida pelos desejos de ambos os membros de casal, em muitos casos, um mais do que o outro, ainda que consigam controlar a situação com o tempo.

Quando os testículos produzem os espermatozóides, estes vão-se acumulando nos epidídimos, canais diferentes; como se os testículos fossem a “fábrica” e os epididimos/canais diferentes, os “armazéns” de 3 a 5% do volume do ejaculado; 45 a 50% são produzidos e armazenados nas vesículas seminais e outros 45 a 50% na prostata.

Quando os “armazéns estão cheios” enviam sinais ao cérebro e este aproveita a noite, quando há um menor controlo consciente, para produzir uma ejaculação, muitas vezes acompanhada de um sonho erótico.

Este tipo de situação pode ocorrer com maior frequência durante a adolescência, ainda que um homem possa ter episódios de ejaculação nocturna ao longo de toda a sua vida.

A causa é sempre a mesma, demasiado esperma à espera de sair para o exterior.