Episiotomia: incisão feita no períneo

Episiotomia é uma incisão feita no períneo (com uma tesoura cirúrgica), durante a fase final do trabalho de parto, com o objetivo de evitar lacerações (provocadas pela passagem da cabeça do bebê pelo canal de nascimento), facilitando o parto.

Pensa-se que, uma incisão artificial, por ser mais exata é de posterior cicatrização mais fácil, além de que o médico ou parteira podem direcionar a incisão no sentido lateral contrário À direcção do ânus.

Mulheres que não são sujeitas a uma episiotomia correm o risco de ficar com lesões mais extensas, mais irregulares ( logo de mais difícil cicatrização), e a localização da lesão pode não ser a mais conveniente, por exemplo, se for na direcção do ânus.

Recorre-se à episiotomia quando um bebê se apresenta de nádegas ou se for prematuro ou se estiver a entrar em sofrimento ou quando tem a cabeça grande. Pode também ser necessária se a pele em volta da abertura vaginal não for suficientemente elástica.

Uma episiotomia não envolve dor, poderá eventualmente ser administrada uma anestesia local, mas na maior parte dos casos não há tempo para esse procedimento. De qualquer forma, é completamente indolor, uma vez que a tensão a que os tecidos estão sujeitos é de tal maneira grande que inibe a sensibilidade.

Durante o pico de uma contracção é-lhe feito um pequeno corte a partir da base da vagina, inclinado ligeiramente para um dos lados. Os pontos podem ser bastantes e demorar algum tempo uma vez que é necessário coser várias camadas de pele e de músculos.

Essa parte pode ser dolorosa, pelo que, caso comece a sentir qualquer dor, diga-o ao médico, que (teoricamente) lhe administrará uma pequena dose de anestesia local.

Ler Também: Episiotomia – Cuidados Depois do Parto

02. julho 2010 by admin

2 Comentários no Fórum

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. Me desculpe, mas com certeza isso precisa ser atualizado! Não é indolor
    Não é preferivel à uma laceração. E na maioria dos casos é um procedimento desnecessario, tomado sem nenhum consentimento por parte da parturiente, que pode levar a complicações como incontinencia urinaria e dor durante a relação sexual

  2. li e me interessei muito pela cirrurgia para corrigir a vagina,tenho cinco filhos e acho que por este motivo ,quando espirro ou pulo faço xixi na roupa é uma vergonha e tem mais não sinto tanta excitação quando meu marido e eu fazemos sexo ,ja não é mais como antigamente ,sinto que minha vagina esta laceada e tanto eu como ele temos dificuldades nesta hora pois me sinto envergonhada ,como se eu ja não fosse sulficiente para ele e isto me incomoda muito .queria resolver este problema vcs não podem imaginar como me sinto diante deste problema,gostaria de informações sobre esta cirurgia ,valor estimado e planos de pagamento pois seria muito bom me sentir desejada pelo meu marido da mesma forma que era antes apesar de ele dizer que é bobagem ,não é o que eu sinto ajudem-me por favor a resolver este meu trauma.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *