Ervas Medicinais

Conheça os verdadeiros segredos, propriedades e benefícios das ervas medicinais para a nossa saúde.

Desde os primórdios da humanidade que o homem tem encontrado na natureza a sua fonte de alimentação, tratamento e cura. No decurso da nossa existência temos vindo a descobrir os mais variados beneficios curativos de certas plantas conhecidas hoje como ervas medicinais.

Quem é que nunca bebeu um chá para passar uma indisposição, ou para acalmar os nervos? Por vezes num passeio pelo campo quem não reconheceu esta ou aquela erva, boa para este ou aquele efeito? E como conserva-la sem perder as propriedades?

Aqui vão alguns ensinamentos básicos para aproveitarmos os benefícios das ervas medicinais que a natureza nos dá. As plantas medicinais colhem-se de preferência nos locais menos poluídos, no quarto crescente e de manhã. Devem secar à sombra, em espaço ventilado, penduradas em ramos. As raízes devem ser colhidas quando as plantas estão sem folhas, e podem ser secas ao sol.

Tem de se ter cuidado, não utilizar talheres nem recipientes em cobre: eles têm o efeito de destruir a vitamina C. No caso das decocções, por exemplo, utilizar antes panelas em aço, nunca em alumínio.

Para as tisanas será de todo o interesse utilizar uma chaleira só para esse fim. Escolher uma que seja de porcelana, em barro ou vidro e quanto ao passador para filtrar deve-se evitar o metal: preferir o nylon ou o algodão.

Para as plantas que tenham tanino, recomenda-se colheres de pau e não de metal.

Fitoterápicos

Ao decidir recorrer a ervas medicinais, deve-se ter em conta que se trata de um mal banal benigno, que a pessoa está em condições de identificar por si próprio sem qualquer risco de erro, ou então o melhor é consultar um médico, para identificar correctamente o problema.

No entanto, os especialistas estão de acordo ao afirmar que o facto de se utilizarem as plantas sob a forma de tisanas não contraria, em nada a acção dos medicamentos prescritos. A acção das plantas será um pouco como o trabalho de fundo de apoio a um restabelecimento mais rápido.

O que Procura?
O poder curativo da Babosa

Para uma vulgar constipação, por exemplo, experimente a cebola que é o remédio caseiro bem popular para esse mal: corte um bocado e mergulhe-o num copo com água quente por um instante, beba em pequenos goles; para reduzir o corrimento das vias nasais, faça compressas de cebola; pode ainda colocar uma cebola cortada em duas sobre a mesa-de-cabeceira durante a noite.

As infusões de: chá de eucalipto, chá de heraterrestre, chá de malva, chá de pinheiro, chá de tomilho (misturado com eucalipto e alecrim), e ainda uma tisana composta por: chá de lavanda, chá de alecrim, chá de menta e eucalipto são óptimas para as constipações.

A respeito do chá de camomila, se meter 25g de folhas e flores de camomila em água a ferver, cobrir a cabeça com uma toalha e respirar os vapores da camomila durante o tempo que conseguir é um alívio quase imediato.

26. janeiro 2011 by admin

One Comment

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *


  1. antes de procurar tomar remedios vendidos nas farmacias eu procuro tomar alguns chas, pois nas maioria das vezes fico curada com cha.

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *