Espirometro de Incentivo - Como usar
Fotos Antes e Depois

Espirometria de Incentivo

Atualizado em 13 Janeiro, 2018

O que é, e Como usar o Espirometro de Incentivo:

Um espirómetro de incentivo ou EI é um pequeno aparelho equipado com um tubo de inspiração e uma câmara de ar. É usado para medir o volume inspiratório, ou seja, para medir a forma como enche os pulmões de cada vez que inspira.

Porque é necessária a espirometria de incentivo?

Inspirar profundamente ajuda os alvéolos a expandirem-se totalmente (a encher-se como um balão). Os alvéolos são pequenos sacos de ar que se encontram no fundo dos pulmões.

Inspiramos de forma profunda várias vezes por hora sem que, habitualmente, nos apercebamos de tal facto. Inspiramos de forma profunda sem pensarmos muito nisso, tal como quando suspiramos ou bocejamos.

Às vezes, porém, o nosso padrão respiratório normal altera-se. É normal que comecemos a respirar de forma menos profunda quando tentamos reduzir a dor resultante de uma cirurgia torácica ou abdominal (barriga).

O EI ajuda a retomar os padrões respiratórios normais, independentemente das dores, e pode ajudar a evitar problemas respiratórios, tais como a pneumonia ou o colapso de parte de um pulmão.

Usar um espirómetro de incentivo também pode ser muito útil no caso de uma doença pulmonar, tal como a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).

Como usar o espirómetro de incentivo correctamente?

É muito importante usar o espirómetro de incentivo correctamente a fim de evitar problemas respiratórios. Apresentam-se, de seguida, os passos para o uso correcto do EI.

Deslize o apontador do EI para o nível de volume recomendado pelo seu médico.

Segure ou mantenha o EI numa posição direita.

Exale (expire) normalmente. Depois, aperte os lábios à volta do bocal.

Inale (inspire) lentamente para elevar a bola ou o pistão da câmara. Continue a inalar e tente fazer subir a parte superior do pistão até ao nível do apontador ou, então, tão alto quanto possível.

Quando já não conseguir inalar mais, retire o bocal e sustenha a respiração durante 10 segundos ou durante tanto tempo quanto lhe for possível.

Expire normalmente. O seu médico poderá sugerir-lhe que tussa com força à medida que expira. Tal ajudará a trazer a expectoração ao de cima por forma a poder eliminá-la.

Pergunte ao seu médico com que frequência deverá repetir este exercício.

Se tiver sido submetido a uma cirurgia, o médico poderá recomendar-lhe que repita este exercício 10 vezes por hora enquanto está acordado. Faça-o, inclusivamente, se acordar durante a noite.

Se tiver outros problemas respiratórios e de saúde, o médico poderá recomendar-lhe que repita este exercício 3 vezes por dia.

Coloque a extremidade do bocal no entalhe da parte superior do EI quando tiver terminado os seus exercícios. Tal evitará que o bocal fique sujo entre as várias utilizações.

Mantenha um registo dos seus progressos. O seu médico poderá pedir-lhe que anote o nível que consegue alcançar.

Tal ajudará o médico a analisar o seu progresso ao nível do incremento do volume pulmonar. Anotar o volume alcançado também o ajudará a lembrar-se de fazer os exercícios e incentivá-lo-á a procurar ter cada vez melhores resultados.

ACORDO DE TRATAMENTO:

Ajudar a planear o seu tratamento é um direito que lhe assiste. Para poder intervir neste planeamento, deverá informar-se acerca dos seus problemas de saúde e da forma como um espirómetro de incentivo o pode ajudar.

Poderá, então, discutir as opções de tratamento com o médico e colaborar com ele para decidir qual o tratamento mais adequado para o seu caso. Tem sempre o direito de recusar o tratamento.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *