Estrias na Gravidez: 11 Soluções e tratamentos para prevenir e tratar

A gravidez é talvez um dos momentos mais aguardados por muitas mulheres, pois é nesta fase que muitas delas se sentem realmente concretizadas, uma vez que estarão a dar continuidade à sua família, ou melhor, estão a construir a sua própria família.

Contudo, como sabemos, durante toda a gravidez o corpo da mulher sofre inúmeras alterações, aparecem varizes, derrames, aparecem enjoos o cansaço, e como se isto tudo não basta-se, ainda aparecem as temíveis estrias.

estrias

Como sabemos, as estrias são consideradas como cicatrizes, tendo estas na sua origem a distensão da pele ao longo de toda a gravidez. Geralmente estas tendem a aparecer mais frequentemente na zona do peito, barriga, nas costas e na parte interna das cochas.

(Leia: Estrias nos seios).

Inicialmente as estrias apresentam uma tonalidade avermelhada, sendo deste modo bastante fáceis de eliminar nesta fase.

No entanto com o tempo, e quando não tratadas atempadamente, estas começam a apresentar uma tonalidade esbranquiçada, ou seja, quando a estria passa da tonalidade avermelhada para a tonalidade esbranquiçada, dificilmente se conseguem eliminar, uma vez que estas já se desenvolveram na sua totalidade.

Inicialmente, o aparecimento de estrias até pode não causar muito transtorno à maioria das mulheres, porém existem razão para se preocuparem, pois como já fora referido, quando as estrias se desenvolvem totalmente, ou seja quando passam da tonalidade avermelhada para a esbranquiçada, dificilmente se conseguem eliminar eficazmente, logo se não quer vir a ter este problema deve ter muita atenção ao longo de toda a sua gravidez.

No entanto, apesar de estarmos a falar exclusivamente da gravidez, as estrias não são um problema exclusivo durante a gravidez, pois estas podem aparecer em qualquer idade ou em qualquer altura, contudo como pode constatar é durante a gravidez que estas se manifestam mais.

Estrias Antes e Depois

biodermogenese em estrias antes e depois 6

Tendo em conta algumas pesquisas e alguns estudos, veio-se a constatar que mais de 90% das grávidas têm tendência a desenvolver este problema, deste modo, e uma vez que estas podem ser muito incomodativas para grande parte das mulheres, é importante que comece a dar atenção ao seu corpo desde cedo, pois caso contrário, as estrias poderão vir a tornar-se em cicatrizes definitivas.

Lembre-se sempre que a prevenção poderá ser um dos melhores remédios para este problema tão temido pela maioria das mulheres.

Redobre a sua atenção

Se está grávida pela primeira vez, deverá ter especial atenção no que toca ao aparecimento de estrias, pois segundo alguns médicos existe muito maior probabilidade de vir a ter estrias na primeira gravidez do que numa segunda ou terceira, pois o corpo de uma pessoa que vai ser mãe pela primeira vez nunca se deparou com algumas das alterações que ocorrem durante todo o período de gravidez.

Para além disso, a idade também é determinante no que toca ao aparecimento de estrias, pois sabe-se que quanto mais nova for a gestante maior será a probabilidade de vir a contrair estrias.

(Leia: Solução caseira para estrias).

Como já fora referido, a gravidez é uma das maiores responsáveis pelo aparecimento de estrias, no entanto, as causas do seu aparecimento não ficam por aqui.

Existem muitas mais razões para o seu aparecimento, passamos a citar algumas das mais frequentes:

– Alterações repentinas de peso;
– Falta de hidratação e ressecamento da pele;
– Aumento ou diminuição repentina da massa múcular;
– Genética – hereditariedade;
– Alterações hormonais;

Como pode constatar existem muitas mais causas para o aparecimento de estrias, pois tudo o que ande em volta da distensão brusca da pele pode levar ao aparecimento das mesmas, uma vez que este acto leva a que a pele perca grande parte da sua elasticidade, bem como haja um rompimento das suas fibras, sendo este igual ao aparecimento das estrias avermelhadas;

Como já fora citado acima e tendo em conta que as estrias são na sua grande maioria definitivas, se não quer vir mesmo a sofrer deste problema, o melhor mesmo é incluir no seu dia-a-dia a prática de algumas medidas que a levem a prevenir o seu aparecimento, pois como deve saber, apesar do ramo da estética se encontrar a evoluir constantemente, não existe um tratamento que se possa dizer que seja 100% eficaz no que diz respeito à eliminação das mesmas.

Sendo assim, queremos dar-lhe a conhecer algumas medidas e técnicas que poderão ser fundamentais no que toca à prevenção das estrias.

(Leia: Tratamento caseiro para estrias).

– Hidrate a sua pele diariamente;

Como sabemos, a hidratação é bastante determinante na prevenção das estrias. Sendo assim, deverá procurar beber diariamente cerca de dois litros de água, sendo assim feita a hidratação interna da mesma.

Para além disso a utilização de cremes também será determinante para a hidratação da mesma, uma vez que só assim conseguirá uma hidratação pela da mesma, tanto a nível interno como a nível externo.

Quanto à escolha do creme hidratante deve procurar utilizar cremes que contenham ureia na sua composição, uma vez que este componente permite hidratar eficazmente até a camada mais profundas da pele.

No entanto para além de cremes poderá utilizar também óleos naturais, como o óleo de amêndoa, uma vez que este também é extremamente eficaz no que toca à hidratação da nossa pele.

Contudo na hora da escolha do óleo de amêndoas, tenha a preocupação de ler o seu rótulo, pois existem alguns óleos que são unicamente aromatizados, logo o seu efeito não será o pretendido.

(Leia: Como acabar com as estrias).

– Implemente no seu dia-a-dia a prática de uma alimentação rica, saudável e equilibrada;

Não é de hoje que se conhece a expressão: “Nós somos aquilo que comemos”, logo, no que diz respeito à prevenção das estrias, a prática de uma alimentação rica, saudável e equilibrada poderá vir a fazer a diferença.

Logo se quer prevenir o aparecimento de estrias, para além de fazer uma alimentação saudável, procure também consumir alimentos ricos em vitamina A, vitamina C e ómega 3, pois fique a saber que estes alimentos podem ser determinantes no que diz respeito à prevenção das estrias.

Em relação aos componentes anteriormente citados, conseguirá encontra-los facilmente em alimentos como: tomate, pimento, citrinos, como laranjas e em alguns peixes, como é o caso do salmão.

(Leia: Como eliminar estrias vermelhas e brancas).

– Evite alterações bruscas de peso;

Como sabemos, as alterações repentinas de peso, são talvez um dos principais responsáveis pelo aparecimento de estrias, isto porque, o aumento brusco do peso leva a que a pele sofra uma rotura de fibras, rotura esta que quando se der uma perda de peso, dificilmente será eliminada eficazmente, dando assim origem às estrias.

No entanto isto não quer dizer que ao perder peso irá ficar sempre com estrias, simplesmente deverá procurar emagrecer de forma gradual, isto se não quiser vir a sofrer de estrias.

– Pratique actividade física diariamente;

Como sabemos, existem inúmeros benefícios associados à prática regular de exercício físico, e quando se fala de estrias, falar de exercício físico é inevitável.

Deste modo se quer que o seu corpo permaneça livre de estrias, o melhor mesmo é começar a praticar exercício físico regularmente, isto para que aumente o nível da sua massa muscular, levando assim à prevenção do aparecimento de estrias.

Lembre-se que uma simples caminhada de 30 minutos poderá vir a fazer a diferença.

– Prefira o uso de roupas pouco apertadas;

Para além da roupa apertada promover o aparecimento de estrias, uma vez que leva a que haja uma dificuldade a nível da circulação sanguínea, este acto ainda poderá levar ao aparecimento de outro fantasma que tende a assombrar grande parte das mulheres, sendo este a celulite.

Deste modo como pode verificar o uso de roupas menos justas só lhe poderá trazer benefícios, deixe de lado a roupa apertada e diga adeus às suas estrias e celulite.

Como eliminar ar estrias resultantes da gravidez

estrias da gravidez antes e depois

Agora que ficou a conhecer um pouco melhor e de forma mais generalizada tudo o que anda em volta das estrias, achamos conveniente dar-lhe a conhecer algumas formas eficazes que lhe poderão se muito úteis no que toca à eliminação das estrias após a gravidez, no entanto é fundamental frisar que estas nunca desapareceram totalmente, no entanto muitas das vezes acabam por ficar imperceptíveis quase na sua totalidade.

(Leia: Remédio caseiro para estrias).

Tratamentos

biodermogenese em estrias antes e depois 5

Em relação aos tratamentos, tal como já fora referido, não existe um tratamento que surta resultados 100% eficazes, no entanto com a evolução da estética, hoje em dia já existem alguns que tornam as estrias praticamente invisíveis, logo quase ninguém perceberá que estas fazem parte da sua vida.

De entre inúmeros tratamentos, eis alguns dos mais eficazes, porém mais uma vez volto a referir que a prevenção é o melhor remédio.

(Leia: Creme para estrias do Dr. Ivo Pitanguy).

Peeling

peeling quimico para estrias antes e depois

Neste procedimento estético o tratamento é feito à base da aplicação de alguns ácidos sobre a área onde a estria se encontra presente, tendo deste modo como principal função a renovação celular.

Logo com este tratamento irá formar-se uma nova camada de pele, conseguindo assim a eliminação de grande parte das estrias.

Em relação à eficácia deste tratamento, sabe-se que esta poderá variar entre 70 e 90%, tendo em conta o tipo de estria e a idade da paciente.

Quanto ao número de sessões a implementar, este poderá variar muito, pois cada caso é um caso e dependerá muito do tipo de estria, bem como a sua profundidade.

No entanto, na maioria dos casos poderão ser necessárias entre uma a três sessões de tratamento.

Agora falando nas contrapartidas deste tratamento, segundo alguns estudos, veio-se a constatar que o ressecamento da pele pode ser o principal efeito colateral deste tratamento, essencialmente sobre a zona onde fora injectado o

Injeção de vitamina C

Este é também um tratamento bastante eficaz e de grande simplicidade, uma vez que não existem contrapartidas da sua implementação.

Essencialmente neste tratamento dá-se a injecção de vitamina c sobre a área a ser tratada – estria, de forma a estimular a reestruturação da pele, uma vez que a vitamina c ao entrar em contacto com a nossa pele estimula a produção de colagénio.

Radiofrequência

estrias antes e depois da gravidez

A radiofrequência é um tratamento que consiste essencialmente na estimulação da produção de colagénio através da emissão de calor sobre as estrias a serem tratadas.

Este é hoje em dia também considerado como um tratamento bastante eficaz, uma vez que este é extremamente seguro, simples e leva à regeneração celular.

Deste modo com este tratamento consegue tratar quase em toda a totalidade as estrias mais profundas e superficiais.

Como pode verificar, eliminar as estrias resultantes da gravidez não é uma tarefa assim tão complicada, pois existem inúmeros tratamentos que nos permitem esse feito de forma rápida e eficaz.

No entanto para além dos tratamentos referidos anteriormente, as estrias também poderão vir a ser tratadas através da realização de cirurgias plásticas, onde se poderá remover a estria na sua totalidade através da realização de uma ressecção – processo muito idêntico ao da remoção de cicatrizes

Deste modo não tem desculpa para se lamentar das suas estrias, veja qual o tratamento que mais se adequa a si e diga adeus às estrias num abrir e fechar de olhos.

Saiba se O Chá Verde é Seguro Durante a Gravidez

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *