Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença que provoca dor crônica nos músculos e ligamentos.

Embora esta condição afecte cerca de 4 milhões de americanos, a grande maioria são mulheres entre os 30 e os 60 anos de idade.

Além da dor e rigidez muscular, esta doença também pode causar fadiga, distúrbios do sono, depressão e incapacidade de pensar claramente.

Causas da fibromialgia

Embora não haja causa conhecida para a fibromialgia, uma pesquisa recente revelou alguns novos factos sobre a doença. Uma das novas descobertas é que as pessoas com fibromialfia processam a dor de forma diferente.

O nível de substâncias químicas no líquido cefalorraquidiano (LCR), chamada substância P, que transmite impulsos de dor ao cérebro, é três vezes maior em pessoas com a doença do que aqueles que não sofrem desta condição.

É provavelmente isto que leva quem sofre de fibromialgia a experienciar a dor de uma forma mais intensa. Outros investigadores acreditam que a fibromialgia é causada por uma falta de sono profundo.

É durante o sono do estágio 4 que a musculatura se recupera da actividade do dia anterior e o corpo se refresca.

Estudos do sono demonstram que, conforme entram no estágio 4 do sono, as pessoas com fibromialgia ficam mais excitadas e permanecem numa forma mais leve de sono.

Mesmo que eles possam dormir por um longo período de tempo, apenas obtém sono de má qualidade.

Além disso, quando os investigadores pegaram em voluntários normais e não lhes permitiram entrar no estágio 4 do sono, eles desenvolveram sintomas semelhantes aos da fibromialgia

Sintomas da fibromialgia

A fibromialgia pode ter muitos sintomas e estes tendem a variar de pessoa para pessoa. Os sintomas também podem ir e vir com o tempo, embora seja pouco provável que desapareçam todos.

Os sintomas podem piorar ou melhorar, dependendo de factores como:

• mudanças no clima
• níveis de stress
• actividade física

Os principais sintomas da fibromialgia são descritos abaixo.

Dor

Dores musculares na região lombar

Quem sofre de fibromialgia tem como um dos principais sintomas a dor generalizada. Pode ser sentida por todo o corpo, mas pode ser pior em áreas específicas, como as costas ou o pescoço.

A dor tende a ser contínua, embora possa ser mais fraca ou mais forte em momentos diferentes.

A dor pode sentir-se como:

• uma dor leve
• uma sensação de queimadura
• uma forte dor de picada ou quase como uma facada

Sensibilidade extrema

A fibromialgia pode fazer os doentes tornarem-se extremamente sensíveis à dor em todo o corpo, sendo que, por vezes, mesmo o mais leve toque é doloroso.

Se o doente se magoar, por exemplo, se arranhar o dedo do pé, sentirá que a dor vai persistir por muito mais tempo do que normalmente.

Esta sensibilidade também pode ser descrita como:

• hiperalgesia – quando se é extremamente sensível à dor.
• alodinia – quando se sente dor a partir de algo que não deve ser doloroso, como um toque muito leve.

Quem tem fibromialgia, pode ser muito sensível a outras coisas também, como a fumo, certos alimentos e luzes brilhantes. Estar exposto a algo a que é sensível a pode levar a que outros sintomas da fibromialgia expludam.

Rigidez muscular

dores musculares

A doença pode fazer os doentes sentirem-se rígidos. A rigidez pode ser mais grave quando se fica na mesma posição por um longo período de tempo, como quando se acorda de manhã. Também pode causar espasmo dos músculos, o que pode afectar o sono.

Fadiga

cansaço

A fadiga (cansaço extremo), como resultado da fibromialgia pode variar de leve sensação de cansaço ao esgotamento muitas vezes experimentado durante uma gripe.

Às vezes, a fadiga severa pode surgir subitamente e pode tirar toda a energia. Se isso acontecer, o doente poder-se-á sentir cansado demais para fazer qualquer coisa.

Má qualidade no sono

A fibromialgia pode afectar o sono. Poderá acordar muitas vezes cansado, mesmo quando dormiu bastante.

Isto ocorre porque, por vezes, a fibromialgia pode não o deixar dormir profundamente e o suficiente para o refrescar correctamente. Esta má qualidade de sono é também descrita como “sono não-reparador”.

Problemas Cognitivos

Os problemas cognitivos envolvem problemas com processos mentais, tais como pensar e aprender. Se sfbre de fibromialgia, poderá ainda ter:

• problemas a recordar e a aprender coisas novas;
• problemas de atenção e concentração
• discurso confuso

Dores de cabeça

Se tiver dor e rigidez no pescoço e nos ombros derivadas da fibromialgia, também é possível que tenha dores de cabeça frequentes. Estas podem variar entre leves dores de cabeça e enxaquecas graves, que podem envolver também outros sintomas, como náuseas (enjoos).

Síndrome do Intestino Irritável

Quem tem fibromialgia pode desenvolver síndrome do intestino irritável (SII). Também conhecida como síndrome do cólon irritável esta é uma doença comum do sistema digestivo que provoca dor e inchaço na barriga. Também pode causar prisão de ventre e diarreia.

Depressão

sintomas de Depressão Sazonal

É possível que a fibromialgia possa levar à depressão. Isto acontece porque a doença pode ser algo difícil com que lidar, e pode provocar baixos níveis de algumas hormonas, como a serotonina, pode tornar alguém propenso a desenvolver depressão.

A depressão pode causar muitos sintomas, incluindo: sentir-se constantemente em baixo, falta de interesse em coisas que normalmente se gosta e vontade permanente de chorar.

Outros sintomas da fibromialgia podem incluir:

• não ser capaz de regular a temperatura corporal (sentir-se muito quente ou muito frio)
• síndrome das pernas inquietas (sensações desagradáveis nas pernas e a sensação de que necessita demexer as pernas para obter algum alívio)
• formigueiro, dormência ou sensação de mãos e pés a queimar (parestesia)
• zumbido (a percepção de um ruído n’um ou em ambos os ouvidos)
• menstruaçõesextremamente dolorosos (em mulheres)
• ansiedade

Tratamento para fibromialgia

Não há cura para a fibromialgia, mas o tratamento visa aliviar os sintomas, tanto quanto possível e melhorar a qualidade de vida do doente.

O tratamento adequado será decidida em conjunto entre o doente e o seu médico, dependendo do que o doente preferir e das disponibilidades. Diferentes profissionais de saúde podem estar envolvidos no tratamento, tais como:

• um reumatologista (um especialista em doenças que afectam os músculos e articulações)
• um neurologista (especialista em estruturas do sistema nervoso central)

Como a fibromialgia tem um grande número de diferentes sintomas, nenhum tratamento irá funcionar para todos eles.

Por conseguinte, é apenas provável que o doente tenha de tentar uma variedade de tratamentos para encontrar a combinação que mais lhe convier. Esta será normalmente uma combinação de medicação e mudanças de estilo de vida.

Informação e apoio

Poderá ser útil ler um pouco sobre afibromialgia para melhorar sua compreensão da doença. Muitas pessoas com a condição também acabam por considerar os grupos de apoio úteis. Apenas falar com alguém que sabe o que você está a passar poderá fazê-lo sentir-se melhor.

Medicamentos para fibromialgia

foto medicamentos

O doente poderá necessitar de tomar vários tipos diferentes de medicamentos para a fibromialgia, incluindo analgésicos e antidepressivos. Uma série de medicamentos diferentes são descritos em detalhe abaixo.

Analgésicos

A dor pode ser tratada com analgésicos simples, como o paracetamol. Estas informações estão disponíveis na farmácia. Leia sempre as instruções do fabricante. Se o paracetamol não é eficaz a aliviar a dor, o médico (ou outro profissional de saúde a tratá-lo) pode prescrever um analgésico mais forte, como codeína ou tramadol. A pesquisa descobriu que o tramadol pode melhorar a dor e também pode ajudá-lo a funcionar melhor nas suas actividades diárias.

Os efeitos secundários do tramadol incluem:

• diarreia
• fadiga
• sintomas de abstinência se parar de o tomar

Antidepressivos

Os medicamentos antidepressivos para a fibromialgia não são indicados especificamente para tratar a depressão. Eles são usados para aumentar os níveis de alguns neurotransmissores, como noradrenalina, serotonina e dopamina.

Os neurotransmissores são substâncias químicas que levam mensagens de e para o cérebro. Pensa-se que os baixos níveis destes neurotransmissores podem ser um factor na causa da fibromialgia, e que a elevação dos níveis pode ajudar a tratar a doença e aliviar a dor dos seus sintomas.

Há muitos tipos diferentes de antidepressivos. A escolha do medicamento vai depender do tipo de fibromialgia que o doente tem, a gravidade dos sintomas e efeitos secundários que o medicamento possa causar.

Os antidepressivos utilizados para tratar a fibromialgia incluem:

• antidepressivos tricíclicos – como a amitriptilina, que elevam os níveis de serotonina e noradrenalina
• serotonina, inibidores da receptação de noradrenalina – tais como a duloxetina, que elevam os níveis de serotonina e noradrenalina
• Os inibidores selectivos de serotonina (ISRS) – tais como a fluoxetina e a paroxetina, que elevam os níveis de serotonina

Há também dois outros tipos de medicamentos que afectam os níveis de neurotransmissores e são por vezes utilizados para tratar a doença:

• pramipexol
• tropisetron

Os antidepressivos podem causar uma série de efeitos secundários, incluindo:

• náuseas (enjoos)
• boca seca
• tonturas
• distúrbios do sono
• prisão de ventre

Para obter mais informações sobre os efeitos colaterais de um medicamento específico, consulte o folheto informativo, ou o questione o seu médico ou farmacêutico.

Prevenção

Não há nenhuma maneira conhecida de impedir a fibromialgia, pois nem a causa é ainda totalmente compreendida. Adoptar um estilo de vida saudável, dormir o suficiente, e manter uma visão positiva são apenas algumas maneiras para que todas as pessoas podem trabalhar em direcção a uma saúde que seja o melhor possível.

Quando procurar assistência médica

Chame seu médico se tiver sintomas de fibromialgia. Se você já tiver sido diagnosticado e sua dor estiver a piorar, marque uma consulta de acompanhamento. Alguns novos tratamentos podem ter sido descobertos desde sua última visita.

É raro que uma pessoa com fibromialgia precise de visitar um departamento de emergência do hospital. Se o doente sentir que precisa de uma injecção para ajudar a controlar a dor ou se sentir que a dor é diferente desta vez, deve tentar contactar o médico que o segue antes de ir ao hospital.

Exames e Testes de diagnóstico

Exames de Sangue

Nenhum simples exame de sangue ou raios-X pode informar se alguém tem fibromialgia. O diagnóstico é feito exclusivamente através de um historial clínica e um exame físico. O médico pode ainda quer fazer exames de sangue ou raios-X para descartar doenças que imitam os sintomas da fibromialgia.

Segundo o Colégio Americano de Reumatologia, antes do diagnóstico da fibromialgia poder ser feito, as dores musculares devem ter estado presentes por mais de três meses. Além disso, a dor deve ocorrer em locais específicos do corpo chamados pontos sensíveis.

Existem 18 desses pontos sensíveis, sendo que a maioria está localizada no pescoço e nas costas. O médico faz o diagnóstico através da aplicação de uma leve pressão nos pontos referidos. Se o desconforto ocorrer em 11 ou mais destes pontos o exame é positivo para fibromialgia.

Cuidados a ter em casa

Embora não haja cura para a fibromialgia, o tratamento em casa pode aliviar alguns dos sintomas. A terapia mais importante para a dor muscular deve ser regular com exercícios de baixo impacto.

Manter os músculos condicionados e saudáveis através de exercício três vezes por semana diminui a quantidade de desconforto.

É importante tentar exercícios de baixo stress, como caminhadas, natação, hidroginástica e bicicleta ao invés de atacar os músculos com exercícios como musculação. Além de ajudar, os exercícios regulares podem também aumentar os níveis de energia e ajudar a dormir.

Qual é o futuro da terapia para a fibromialgia?

A chave para desvendar o mistério da fibromialgia ainda não foi encontrada. Os cientistas de pesquisa têm estudado numerosos vírus como possíveis causas para a fibromialgia.

fibromialgia

A identificação de um agente infeccioso ou toxina que causa a doença pode levar a que um dia exista um teste de laboratório que possa ajudar os médicos a diagnosticar a doença. O tratamento específico que visa a cura aguarda futuras pesquisas que descubram a causa exacta da doença.

Estudos científicos recentes sugerem que uma área específica do cérebro chamada ínsula pode estar envolvida na fisiopatologia da fibromialgia. Novos medicamentos podem ser desenvolvidos para o bloqueio da substância P ou factor de crescimento do nervo para aliviar a dor da fibromialgia.

Muitos pacientes com fibromialgia podem ser ajudados pela melhoria de conhecimentos do paciente, exercício físico adequado e medicamentos. Com investigações em curso, o prognóstico futuro com certeza vai melhorar para as pessoas afectadas por fibromialgia.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 49 Comentários
  1. Adriana Rodrigues Reply

    Boa tarde tem artose cervical,mais sinto dores por todo corpo,vou conversar com minha médica.

  2. lene Reply

    tenho fibromialgia a uns 20 anos venho sofrendo a cada instante ;faco tratamentos mas nao esta adiantando muita coisa estou com ansiedade generalizada;sindrome do panico mente cansada e muita insonia.desenvolvi hernia de disco bico de papagaio problemas de humor.preciso de ajuda .nao suporto mais viver assim .deveria ter um grupo de apoio ,para ajudar uns aos outros; pq falta apoio de munha familia para superar td que estou passando principalmente nesses ultimos 2 anos

  3. damatta Reply

    boa noite! sinto muita dificuldade em me locomover para o trabalho, pegando 3 ônibus ida e volta subindo e descendo escada e muito tempo sentado, quando chego no meu destino tenho que mi pendurar na porta do coletivo para descer, ai já não consigo andar direito de tanta dores pelo corpo, ainda tendo que enfrentar mas 8 horas de trabalho!

  4. Elisangela R da Silva Duarte Reply

    Boa noite meu nome é elisangela Tenho 40 Anos Sou portadora da fibromialgia a 1ano e meio e sofro muito tanto com as dores crónica tanto com os inchaço constante eu aumentei 15k no decorrer dos meses e no momento o que mais me deixa triste é ficar acima do peso vem me fazendofica muito depressiva eu não consigo me aceita desse jeito gorda isso tem me deixado deprimida porque sao dores constantes chego a ficar muito stressada demais até em meu trabalho estou sem paciência nao sei mais o que fazer mais vivo tomando remédios para emagrcer e não vejo resultado nenhum agora to tomando chás para ver se desincho outra coisa que também me faz ficar de mal homor e a prisão de ventre e horrível bem acho que já detalhei tudo que sinto nesse momento até a proxima.

  5. Denise dias Reply

    Tenho fibromialgia já diagnosticado pelo reumatologista e sofro 24 horas por dia com dores insuportável por todo o corpo .minhas mãos incham tanto que não consigo segurar nada .meus tornozelos ficam encha dos é não consigo nem andar. Me sinto totalmente te infeliz pois procuro ajuda e não consigo nenhum alívio.

  6. Edneia Reply

    Sofro com fibromialgia a 4 anos ate hoje nao encontrei nenhum remedio e nenhum medico para resolver meu problema tenho dores horriveis na lombar cervical e quadril tenho uma fadiga ate pra falar e horrivel a unica certeza que eu tenho e que Deus me da foças todos os dias pra continuar vivendo.

  7. jorge Reply

    Tenho hernia de disco na coluna ,2 cm menor perna esquerda cabeca do femo gasta, e muita dores ,parece que ta queimando no joelho,no tornozelo , anda.do ou fazendo alguns exercicio nao sinto nada mas quando sento ou deito pra dormir meu Deus o que e isso e insuportavel. E dificil dormir me ajuda , tomo torsilax para tirar a dor

  8. Paula Proenca Reply

    Doi me as maos as pernas os tornozelos os bracos.. nao consigo andar de saltos.. acordo cansada.. sera fibromialgia?

  9. Damião Reply

    Tenho fibromialgia escobri no ano de 2013 depois de ter sofrido dores em quase todas as regiões do corpo principalmente nas regioões das omoplatas , coluna lombar e nos musculos das nadegas, fui em varios médicos desde reumatologistas e ortopedistas fiz varias radiografias de toda coluna, fiz tomagrafiase ressonacia magneticas fiz tambem muitos exames de sangue aproximadamentes uns trinta, os resultados eram sempre normais. foi quando fui a médico especialista em dores e ai que foi diagnosticado que eu estava com fibromialgia pela minha historia cliclínica : ( dores alfinetadas ou seja como se estivesse recebendado facadas ou picadas de abelhas dormencia nas laterais das coxas e região superior dos pés. hopje tomo Amytril de 25mg ,tramadol e Gabapentina de 300mg duas vezes ao dia e com estes medicamentos que estou tomando a mais de oito meses me sinto bem melhor durmo bem oque não acontecia, só sei que estou muito bem com apenas poucos meses de tratamento as veses me dou ao luxo de tomar uma cerveginha só que em dose muito pequenas . se isto servir paa alguem procure um médico especialisrta em dor.

  10. perpetua Reply

    estive a ler estes e então sofro precisamente igual a e também tenho os bicos de papagaios tenho artroses nos doisv joelhos no meio da cluna tenho 59 anos á 19 ans que trabalho na cozinha de um lar de idosos sempre com muito nesforço com aquelas panelas enormes cada vez estou pior será que não tenho direiro de me arranjarem um trabalho mais leve obrigado e gostáva que me respondecem

  11. aurelio Reply

    tenho essa doença fiz tratamento fiquei bom parei voltou é dificil se alguem tiver boa noticia de como se livrar desse mal made pois dói muito

  12. eliese Reply

    QUERIA SABER SE TOMAR CERVEJA AJUDA NA fibromialgia, POR QUE TENHO MUITA DOR A ANOS , NÃO TOMO REMEDIOS DE VEZ TOMO CERVEJA SO QUE NO OUTRO DIA AS DORES AUMENTAM ME AJUDEM , NÃO SEI O QUE FAÇO , NÃO QUERO ME DEPRIMIR , QUANDO FAÇO BASTANTE ESFORÇO NEM SINTO DOR EQUANDO JOGO BOLA TAMBÉM SE “APARECESSE” UM REMÉDIO BOM EU LARGARIA DA “PINGA” , ME AJUDA A TIRAR O STRESS…….. ABRAÇOS A TODOS TENHO SÓ 37 MEIO CEDO PRA SE LASCAR…

  13. marinete Reply

    venho sentindo dores nos ombros a mais de 12 anos,uma sensação de que esta machucado e dolorido 24 horas ,a 5 anos de uma noite para o dia acordei com muinta dores nas mãos fui diagnosticada com sindrome do tuneo do carpo não conseguia faser nada,fiz sirugia numa mão e muinta fisio, deu uma melhorada mais as dores continua honbros cotovelos nadega ,a barriga toda dolorida CRISE DE ANSIEDADE TIVE DEPREÇÃO , esse ano depois de mais de 20 exames para descartar lupus ,tive diagnostico de fribromialgia,ja tomei varios ante depresivo agora estou tomando nortriptilina,se não tomar remedio não durmo fico irritada ,sei que não e facio as pessoas pensam que e frescura ,so que sente que sabe,mais com fé em deus a gente vai vencendo,força ai amigas!que deus nos abençoe..

  14. Adelita Reply

    Convivo com essa maldita doença a uns 8 anos ..aprendi + ou – a controla-la.Hoje nao me acabo tomando tantos remedios que me traziam efeitos colaterais terriveis e me engordavam horrores.E o que nos acaba mas que a doença em si é a falta de compreensão e de apoio da familia. Extresse..crises nervosas ..tristeza ., por ai vai…Isso nos acaba. Se conseguíssemos evitar isso sentiríamos menos a doença! !

  15. Tânia Amorim Reply

    Muito bom esses depoimentos, assim aprendemos um pouco de cada pessoa com o problema.´Há mais de 18 anos fui diagnosticada , sofro demais com dores insônia, dores de cabeça, Me deito cansada e acordo pior.Faço tratamento com Reumatologista há mais de 15 anos, é um anjo de Deus na minha vida,. Pois acredita do que sinto, sempre muda medicação p/ver se consigo melhorar.Trabalhei fora de casa 37 anos, em casa com reforço escolar 10 anos, fazendo toda luta de casa , criei 2 filhos com muitos cuidados , não deixando faltar nada,perdi uma filha com 20 anos de idade de acidente de carro, , aí amigas SÓ JESUS E N.SENHORA, orações, amigos da paróquia p/ me dar conforto, ainda sofro muito…Tem dias que acho não suportar.Sou filha ´´única , não tenho com quem conversar, passear, muitas vezes sou desacreditada dos problemas.Choro muito, peço a Jesus paciência p/ suportar
    tudo. Bjos , melhoras p/todos que sofrem sdesse tão difícil problema., sem tratamento adequado.

  16. Zenilda nascimento Reply

    Tenho pressao alta e ja fui quatro vezes pro hospital com pes e maos ate a boca entortando!e de um tempo pra ca cimto muita dormença e formigaçao nas costas,pes e maos,minha cabeça parece que vai explodir!minha barriga nao dezinxa estou muito mau ja nao suporto tomar tantos remedios pois nao adianta..

  17. silvania Reply

    OLÁ COMPANHEIRAS DE DOR!TAMBÉM TENHO SOFRIDO COM DOR,DICRIMINAÇAO ASSIM COMO VOCE.ESTOU AFASTADA DO TRABALHO DESDE OUTUBRO E NAO SEI O QUE SERÁ QUANDO O INSS ME VOLTAR PRO TRABALHO.OS MEDICAMENTOS SAO MUITO CAROS E URTEM POUCO EFEITO,E O PROPRIO MEDICO PARECE NAO PODER AJUDAR MUITO.ESTOU CANSADA DE OUVIR A FRASE “APRENDA A LIDAR COM OS SINTOMAS,”HOJE A TEMPETURA CAIU,FEZ MUITO FRIO E QUASE FUI PARAR NO HOSPITAL,DEPOIS ME LEMBREI DO DESCASO,TOMEI TILEX+CICLOBENZAPRINA ME ENFIEI DEBAIXO DE MONTE DE COBERTORES E DEIXEI O DIA PASSAR.NA REALIDADE NAO HÁ MUITO O QUE FAZER,ENTAO PORQUE A PREVIDENCIA OCIAL DEMORA EM RECONHECER ESSA DOENÇA

  18. laudiceia agner de souza Reply

    eu to sofrendo muito com essa doença a dor de cabeça é muito forte, e o inchaço no braço é visivel, dores em todo o corpo, só posso andar de carro, ate dirigir ás vezes dói trocar de marcha ou acelerar,tomo rivotril e analgesicos , mas não ´ta resolvendo parece que ás vezes acho que não vou suportar, as crises duram de 2 a 3 meses,ainda não procurei um psiquiatra, to engordando demais antes da doença tinha 80 kgs hoje 97, to apavorada, me ajudem por favor, o que me salva um pouco é que vou á igreja todos os domingos, isso me ajuda a acreditar que posso sarar.

  19. ana alice Reply

    Bom dia! sofri muito com fibromialgia, fui acompanhada uns cinco anos os melhores médicos simplesmente ficava um pouco melhor procurei e fiz de tudo nada deu jeito, procurei ajuda espiritual mudou minha vida, essas doença que a medicina não descobre e vc fica tomando remédio a vida inteira! são vidas passadas trabalho no auxilio da caridade hoje sou espírita, vivo feliz não sinto mais nada cada dia é um novo amanhecer tenho muita fé em Deus! PROCURE AJUDA ESPIRITUAL! acredite a DEUS existe não tenha medo seja feliz procure ajuda os necessitados na lei do auxilio…

  20. Aparecida Reply

    Tenho acido urico elevado e comecei sentindo queimação na sola do pé, comecei a tratar como gota mas as dores não passaram. Como tenho problema de coluna, achei q/as outras dores eram decorrentes da mesma. Com o passar dos meses ainda não me foi confirmado a fibriomalgia, estou em exames, mas a reumatologista só aguarda a confirmação. Sou solidaria c/todos que passam por essas Dores. Só Deus e quem sente e que pode entender.

  21. CRISTIANY Reply

    EU JA SOFRO DE FIBROMIOGIA A 3 ANOS ….E MT TRISTE, O DESANIMO ME CONSOME,SAO DORES PELO CORPO,TODOS OS DIAS,MSM TOMANDO REMEDIO, JA NAO POSSO COLOCAR UM SALTO,ROUPAS APERTADAS,IR A LUGARES CHEIOS E BARULHENTO,TUDO ME IRRITA, ME AFASTEI D VARIAS PESSOAS POIS VIVIA ME XAMANDO D VELHA SO EU E DEUS SABEMOS Q EU PASSO,,,, TRABALHAR NEM PENSAR TUDO FIKA TRAVADO OS MUSCULOS FIKAM IRRIGESIDOS ,, OQ ME FORTALECE SAO AS ORAÇOE Q FAÇO TODOS SO DIAS …. E MEU DEUS PODEROSO Q ME DA FORÇA PARA SUPERAR TUDO ISSO,,, E AINDA CUIDO DA MINHA MAE COM CANÇER NOS OSSO….. AS VEZES PENSO E SUMIR SEI LA ,,,,,,

  22. Rayanne Reply

    Gostaria de saber se fibromialgia dá vontade de vomitar e parece que aumenta a temperatura do corpo ou isso é causado pelo Lexapro(escitalopram)?

    Acho q tenho fibromialgia pois tenho rigidez e dores… primeiro eram nas mãos, juntas e tornozelos. De um mês para cá migrou para rigidez e dores na testa, lateral da bacia esquerda e parte interna da coxa esquerda.

    Tomo Miosan e parece que tudo sara apesar que muitas vezes sinto queimação.

    Posso tomar Miosan 5mg todos os dias? Pode me fazer mal? E lemeterapia é um tratamento eficaz? Não volta mesmo as dores?

    Meu médico mando tomar Neulox, tomei 4 dias e tive insônia, não sei se por causa do remédio ou porque estava na TPM. Será que devo voltar a tomar este remédio para testar novamente? E Pregabalina(Lyrica) devo tomar. Tomei uns 4 dias e me deixava tonta quando levantava apesar que deixava com um bem-estar mental.

    Por favor quem já fez alguns destes tratamentos comentem pois queria saber qual que rumo devo tomar e se deu certo com vocês. MUITO OBRIGADA!!!!!!!! FIQUEM NA PAZ E TUDO DE BOM!!!!

  23. maria rosa Reply

    descobri tenho fibromialgia agora mas a muito tempo que vem sofrendo com muita dor , uma dor terrível que não desejo a ninguém

  24. Luani Reply

    Descobri neste mês que tenho fibromialgia. Começou com epicondilite, inflamação no osso do cotovelo, depois tendinite no ombro e pulso, dor na lombar. Fiz radiografia por causa da dor na lombar e não deu nada. Acredito que esta doença está relacionada aos pensamentos negativos, sentimentos de tristeza, mágoa e até mesmo a raiva. É preciso trabalhar nossa mente para ver o lado bom da vida e das pessoas, mesmo sabendo que todos nós temos defeitos , fazer exercícios como o alongamento, yoga, pilates, nada de alto impacto que vai causar mais dores. Eu fiz musculação por 2 meses e sempre voltava com dor na lombar ,não sabia porque e agora eu sei.
    Agente precisa ser forte sempre, ter fé em Deus, tentar mudar hábitos que nos fazem mal e seguir
    acreditando na melhora que as dores aliviarão. Força e Fé para todos nesta caminhada, pensamento positivo sempre, não desanimem mesmo que o cansaço chegue, somos fortes, venceremos este desafio. Coragem!!!!! Fiquem com Deus!!!!!!!!!!!!

  25. Roberto Reply

    Gostei das informações dadas sobre Fibromialgia. Estou sentindo dores nas costas,na região lombar,tenho o famoso bico de papagaio.as dores também estão na barriga e parte das costela e ainda sinto dormência nos pés e tontura. Estou com um acompanhamento médico,fazendo divérsos exames(um checape geral).E sou diabético a mais de 20 anos.
    Obrigado pelas informações médicas !

  26. benedita de amorim martins Reply

    E so quem passa por essa dor sabe como e dificil nao podemosdesistir jamais

  27. neiva Reply

    Bom dia a todos.meu nome e neiva e sou portadora de fibromialgia tenho 29 anos e sofro ha anos com essa maldita doenca.sinto todos esses sintomas que minhas amigas postaram
    .e um descaso total com nos que sofremos desse mal.eu nao posso trabalhar fora pois tenho outra doenca que me castiga tenho hernia de disco sofro muito sao muitas dores. O que mas me revolta e a falta de consideracao com todos aqueles que sofre com a fibromialgia nos nao temos direitos de terprioridades em filas de bancos lotericas.eu mesmo quando fico em filas por longas horas no outro dia nao consigo me levantar da cama.atualmente estou fazendo o tratamento com o lirica e o paco eu pago 110 so no lirica.tambem acho que todos que sofre de fibromialgia deveria ter uma ajuda de custo pelo estado.pois nao e facil ter que trabalhar com tantas dores.Eu sempre oro ao senhor pra nos da forca pra continuar a vida

  28. Jane Assis Reply

    Eu tenho fibromialgia e estou sabendo mais sobre a doença agora e ainda tenho uma mãe como mal de Alzheimer que é de minha responsabilidade cuidar dela. A todos que sabem o que estou dizendo forças. E que Deus nos ajude a vencer cada dia.

  29. Simone Reply

    Fico triste pela falta de consideração dos médicos em geral. antes de darem o diagnóstico nos tratam como doentes mentais, pelo menos é assim que me sinto. Talvez seja mais fácil pra eles um diagnostico psicológico somente, é como se fossemos mentirosos ou quiséssemos somente chamar a atenção das pessoas. Sempre fui uma pessoa ativa e há anos venho com os sintomas da fibromialgia. já deixei 2 empregos e no momento começo o tratamento mas o diagnóstico em si não é fácil. Alguns profissionais querem nos convencer que é tudo psicológico e que nenhuma das dores são reais isso me entristece muito, volto sempre das consultas revoltada com o descaso, e com a
    humilhação que sofremos além de termos que enfrentar essa maldita doença;

  30. rosivania alexandre Reply

    Tenho 21 anos é tenho fibromialgia , descobri tem uns três anos ,mas já sofria com os sintomas é dores sem explicação nem causas aparente desde os quinze anos, é muito difícil ter que levantar todos os dias é seguir a rotina, tomada de dores é desconforto ,sem falar no preconceito que sofro ,alguns confunde a falta de energia para realizar certas atividades com preguiça, ou má vontade. estou seguindo o tratamento mas é muito sofrido ,tem dias que penso que não vou mas suporta tantas dores, até um abraço por mais fraco que seja me doe tudo ,mas não desisto é a dor nunca vai me vencer força meus amigos vamos a luta,eu adorei esse site ele é bem esclarecedor…

  31. Heloisa Hudson Reply

    Todos os comentários são iguais, ou parecidos com o meu, mas, o que mais me encomoda ainda é a falta de credibilidade, principalmente da família e amigos. No trabalho , então, todos acham que vc faz corpo mole para não trabalhar, quando vê vc sorrindo ou contando uma piada logo vem o comentário “mas vc não está doente, como sente tanta dor e ainda brinca e ri” Canso de ouvir isso. Abraço a todos os companheiros de luta.!!!!

  32. maria da conceição o.monteiro Reply

    tenho fibromialgia a mais de 30 anos, ja sobri bastante , hoje já sei controlar e não sinto dor, procurei uma boa psiquiatra e tomo antidepressivo , faço hidroginástica,quando não da faço caminhada.por dinheiro algum troco minha paz, vivo da forma mais tranquila possivel, não me preocupo com nada,,,, hoje sou aposentada , cuido dos meus filhos e minha casa: e 50% da fibromialgia e preocupação stress , 25% tratamento medico e 25% atividade física .faça isto que voce vai ver que a vida continua linda .para tirar dor :três folhas de couve verde , metade de uma mção, um pedaço de gengibre, um copo com agua adoce um pouco bata no liquidificado coar e tomar manhã e anoite
    passar na peneira e tomar o suco 2 vezes por dia de manhã e anoite conceiçao
    paz do senhor e apprenda controlar a fibromialgia conceiçao de brasilia

  33. Edicleia Reply

    Ha tres anos sinto os sintomas da fibromialgia e estou ganhando muito peso por causa dela, e meu marido e muito incompriensivel. Sinto que estou entrando numa depressao profunda, Ha muito tempo que eu nao durmo uma noite de sono, durmo de 2 a3 hrs por noite e as vezes nem isto.
    Tenho 31 anos e tenho um filho de 10 anos e um de 2 messes nao sei se vou ver meus filhos crescerem. Estou sofrendo muito.

  34. maria Reply

    tal como muitas pessoas eu tambem tenho passado por falta de credeabilidade da doença,,principalmente pelo meu medico de familia .obrigado por podermos ser ouvidos por quem nos compreende

  35. ariely Reply

    Minha mãe tem fibromialgia. Ela esconde muito bem, ás vezes parece que ela não tem. É uma mulher guerreira, as vezes me pergunto como ela consegue aliás, como todos conseguem, porque pelo que ela passa e pelos sintomas é difícil conviver com essa dor, e ela queria terminar os estudos, pois quando pequena não teve o ensino médio completo. Só que ela não conseguiu prosseguir, pois ela não tinha concentração e a esquecia rapidamente do que aprendia. Ela toma muitos remédios, tanto antidepressivos quanto para alivio de dores – Torsilax, acho que seria assim o nome do remédio – e ontem ela vomitou sangue, estou muito preocupada. Ela não dorme direito, não come direito, não faz exercícios e trabalha feito uma cavala, quero dizer não para quieta, as vezes ela faz faxina e esfrega chão, ai que as dores pioram, mas não adianta pedir para que ela não faça isso, ela é teimosa, e faz pelo sustento da família.Desejo muita força por todos que passam por isso, as pessoas que são saudáveis reclamam da vida enquanto muitos, passam pelo que passam, e não sei como nem onde encontram tanta força para superar esses obstáculos que tanto querem faze-los cair.

    Meu nome é Ariely, tenho 15 anos, sejam fortes amigos, lutem contra essa dor, não se entreguem a ela.

  36. xanda Reply

    tenho fibro a mais de 10 anos de acordo com meu medico,estou no estagio mais grave da doença,tenho todos os sintomas possiveis e os impossiveis tambem,sofremos muito com isso mas acho q o abandono do estado,a falta de tratamento adequado e a ignorancia me fez chegar aqui,deixo meu email para [email protected],temos q nos unir e exigir nossos direitos,com toda dor q existe nesse mundo,xanda.

  37. Rosemary Reply

    A pouco mais de um mes tive uma torcao no joelho que desencadeou a doenca nossa eh horrivel estou tomando tramal mas nao sei o que e pior se tomo a medicacao sinto reacao do remedio se fico sem tenho muitas dores nossa a Dor e insuportavel no joelho, quadri,tornozelo e na junta do braco, nas costas e to tendo tambem dificuldades para urinar entao o que tenho a fazer e me acostumar e conviver com essa dor que e insuportavel

  38. DIO SILVA Reply

    HÁ tres anos que venho sentido os sintomas cada dia pior, doi tudo do pé a cabeça.Acordar todos os dias com o corpo cansado parecendo que não dormi nada,a dor nos pés até parece que piso em pedras…a cabeça já amanhece doendo, doi todas as articulaçoes sem falar do estresse que dá na gente uma hora vc ta bem outra vc ta nos nervos…
    Gente tem que existir cura pra essa dor sem fim….

  39. MARLENE Reply

    PELO AMOR DE DEUS “HELP” !!! ALGUEM QUE NÃO TEM FIBROMIALGIA IMAGINA O QUE É ACORDAR TODOS OS DIAS COM (DOR… DE CABEÇA; E DOR EM VARIA PARTES DO CORPO )? COMEÇAR TODOS OS DIAS ASSIM!!! POR FAVOR SE TIVER ALGUM DOUTOR EM DOR, DEIXE UM COMENTÁRIO, NÃO É POSSIVEL QUE ESSA DOENÇA NÃO TEM CURA !!!
    NADA NEM DINHEIRO PAGA, LEVANTAR DISPOSTA E FELIS…MAS AO CONTRARIO… LEVANTAR TODOS…TODOS OS DIAS COM DOR!!! É MUITO ESTRESSANTE… (SEM VONTADE DE ACORDAR)

  40. Vanessa Reply

    Oi,acabo de descobri que aos 25 anos também tenho fibromialgia,já venho com esses sintomas dês dos 15 anos e só agora vei a tona,é difícil você saber que tem algo que não tem cura e ando com uma depressão inesplicavel pois nunca ouvir falar disso antes.

  41. nubia moraes Reply

    tenho fibromialgia há 8 anos e até hoje eu sofro dentro da minha propria ksa com pessoas pessando que estou mentido ou dizem que é frescura. Mais só é que tem fibromialgia é que sabe o quanto essa dor incomoda e o quano é dificil conviver com ela é uma luta constante e diaria nas nossas vidas mais graças a Deus eu ja superei muitas coisas na minha vida estudo, trabalho, cuido dos meus filhos, quase toda semana estou em emergencia de hospital e assim vou levando a vida

  42. SUELI DE FATIMA BAHR Reply

    tenho esta doença e queima dia e noite visite esta pagina é boa

  43. Shirlei Silva Reply

    Tenho fibromialgia há dois anos e meio perdi meu emprego por conta das crises pois sinto dores Intencas por todo o corpo fora a sensacao de impotência e orrivel mas fora as dores constantes as pessoas que nus juga pela aparência exterior e não acreditam na maioria das vezes escuto comentários que me entristece mas ainda do tipo há isso e frescura doença de rico e etc… Mas em fim pimenta nos olhos dos outro e refresco… Pesso forcas pra deus., e isso.

  44. Sancho Rodrigues Reply

    Boa tarde. Como muitas outras patologias, a grande problemática é a dificuldade de diagnóstico. Como referido no blogue, a origem pode ser variada. No entanto, grande incidência está associada a traumas, más memórias, perda de ente querido, doença grave…etc.
    Aspecto que podem despoletar o agravamento da doença são a irritabilidade, ansiedade, pensamentos negativos que criamos etc.. Além do apoio fármaco, deixo a minha sugestão para uma terapia que depende de nós próprios. Educar o cérebro a relaxar e evitar os aspectos que transformam a nossa reacção. Existem exercícios de relaxamento não apenas físico como psicológico. Acreditem, a vossa qualidade de vida vai melhorar.

  45. Fabiana Reply

    Convivo com a fibromialgia a 4 anos. Tenho dores de cabeça diariamente, além de doer o resto do corpo. Cada dia dói um lugar diferente do corpo, a cabeça sempre. Meu pescoço está sempre travado, tenho ansia de vomito todos os dias, e minha visão está embaçada, dói o rosto também. Comecei a fazer musculação e agora quase não sinto fadiga, mas as dores persistem. Tomo analgésicos e relaxantes musculares. Parei com os antidepressivos, me deixavam muito lerda e não podia pensar.

  46. mariana Reply

    olha, eu tenho 26 anos, e a minha medica diz eu posso ter pois eu fiz varios exames e o resultado foi normal digo que o mais dificil não é a dor pois vc aprende a conviver com ela, o mais dificil é conviver com as pessoas que pensan que vc esta mentindo… Eu chorei qdo a medica me disse não sabia o q eu tinha… nossa é ruim… Boa sorte a todos… Quem entende a dor que sentimos e só quem tem mesmo…

  47. kelly cristina viana Reply

    eu tenho fibromialgia, descobri a 5 anos, faço meu tramento. e tive que aprender a conviver com os sintomas, mas não é fácil!!!!!!!!!!!!

  48. neusa c. de souza Reply

    o MEDICO ME DISSE Q TENHO FIBROMIALGIA, SINTO mUITAS DORES NO CORPO TODO, ALem disso tenho bursite nos dois braços nas pernas, no joelho e artrose nos braçpos e na coluna.A pereiciauer q eu volte a trabalhar mas tenho dificuldades de me movimentar sera q o medico pode me dar atestados?obrigada pela atençao.

  49. Andreina Reply

    minha tia tem fribromialgia e eu ví esse site e digoo q elle é muitoo boom!”vizitem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:06 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)