Fotógrafo John Paul Brooke - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Fotógrafo John Paul Brooke

Atualizado em 13 Janeiro, 2018

Entrevista com o fotógrafo John Paul Brooke sobre caras famosas, viagens pelo mundo e a sua vivência no Algarve

Foi talvez a visão de fotógrafo, ou o gosto pelo clima da Califórnia, mas John Paul Brooke viu algo no Algarve que o marcou.

Conversar com este fotógrafo britânico, enquanto ele nos regala com histórias da sua longa e bem-sucedida carreira, é ter acesso ao mundo das estrelas de Hollywood, génios musicais e, claro, da realeza. O seu portfólio é quase um “quem é quem᾿ de caras famosas, e John Paul está a aproveitar a diversidade da paisagem algarvia para lhe acrescentar umas páginas com as suas sessões fotográficas.

Nascido em Londres, John Paul começou a trabalhar para a empresa Thames Television depois de estudar fotografia na universidade, onde teve a sua primeira experiência de trabalho com celebridades, fotografando diversas estrelas de televisão britânicas, como a ex-modelo Twiggy e o comediante Benny Hill.

Pouco tempo depois, com uma nova perspectiva do mercado, decidiu tornar-se freelancer, e começou a trabalhar com grandes publicações, o que o levou a viajar um pouco por todo o mundo.

Em 1981, foi escolhido para fazer a cobertura do Casamento Real do Príncipe Carlos e de Lady Diana, uma honra que marcou o início de uma relação especial entre a família real bri­tânica e o fotógrafo inglês, que mais tarde iria foto­grafar o próprio na sua casa em Highgrove, assim como vários membros da família real europeia.

No início dos anos 90, a produtora Warner Brothers ofereceu-lhe um contrato exclusivo para fotografar os actores em dezenas de filmes, o que lhe deu a oportunidade de trabalhar com as maiores estrelas de cinema e o estabeleceu como um dos melhores fotógrafos de celebridades. John Paul tornou-se num profissional reconhecido internacionalmente e, depois de projectar aquela que considerava ser a casa perfeita na zona do Triân­gulo Dourado, começou a passar mais tempo no Algarve. Seguiu-se o trabalho fotográfico para grandes publicações e empresas de filmes e televisão, bem como para capas de CD’s e posters.Com uma lista infinita de clientes famosos, que incluem Sir Paul McCartney, Sting, Nicole Kidman e Vivienne Westwood, será que ele tem uma foto favorita?
“Essa é uma pergunta muito difícil. Gosto da fotografia do Anthony Hopkins; sempre achei que ele tinha um ar maroto,᾿ diz da fotografia tirada pouco depois do lançamento do filme O Silêncio dos Inocentes.

De facto, John Paul revela ter muita consideração pelas pessoas que já fotografou, e admite que tenta manter as suas sessões o mais leves e relaxadas possível pois, “inacre­ditavel­mente, muitas estrelas ficam nervosas quando têm de ser elas próprias.᾿

“Um grande profissional e muito simpático᾿ é assim que John Paul descreve o actor Michael Cane. “É a pessoa perfeita para fotografar.

Disse-me: ‘Tenho duas horas e sou todo seu, diga-me o que quer que faça’.᾿
Com uma reputação invejável por conseguir nas suas fotografias fazer com que as mulheres pareçam mais novas e os homens mais distintos, não é surpreendente que John Paul seja o fotógrafo de eleição de muitas das maiores estrelas internacionais.

Ri-se enquanto conta a história de uma sessão fotográfica no coração de frica com Ronnie Wood, dos Rolling Stones, para sublinhar o apoio do músico à protecção do rinoceronte e elefante africanos, que ainda são mortos pelo seu marfim. Durante a sessão, um jovem rinoceronte investiu na direcção de John Paul, cuja única maneira de escapar era correndo à volta de uma grande árvore. “Estavam todos, incluindo o Ronnie, a rir-se. Eu nem sabia que os rinocerontes conseguiam virar tão rápido!᾿

Mas, se John Paul já fotografou imensas figuras de renome, algumas das suas imagens também lançaram carreiras. A figura icónica da jovem violinista Vanessa Mae num vestido branco, de pé no mar em Corfu, é uma delas. Na altura, com apenas 15 anos, John Paul teve a preocupação de não a fazer parecer demasiado sensual. Mais tarde, a editora EMI disse-lhe que aquela foto­grafia lançou a carreira de Vanessa.

O trabalho de John Paul já o levou aos quatro cantos do mundo, de sessões de moda na ndia e a bordo de um iate nas Ilhas Canárias, passando por sessões fotográficas com celebridades na Tai­lândia, Austrália e nas Caraíbas. E, embora tenha vivido numa das zonas mais exclusivas da Califórnia, com uma casa na praia de Malibu, um dos seus lugares preferidos para trabalhar é, de facto, o Algarve. “Foi sempre um lugar muito especial para mim, já que tenho cá passado várias semanas a fotografar moda ao longo dos anos.᾿

O fotógrafo, que divide o seu tempo entre Londres e o sul de Portugal, justifica a sua afeição pela região. “Desde as ilhas que poderiam ser nas Caraíbas, as praias extensas que poderiam estar em qualquer ponto do mundo, ou a maravilhosa arquitectura de Loulé e de outras cidades antigas, os cenários do Algarve são excelentes.᾿ John Paul explica ainda que a brisa mantém o ar limpo, o que aumenta a definição das fotografias, criando cores vibrantes.

Cada vez mais envolvido na área da fotografia de moda e glamour, John Paul, que é também um entusiasta do golfe, quer passar mais tempo na sua casa algarvia a fotografar para revistas europeias. E, enquanto o fotógrafo já se apercebeu totalmente do potencial da região, parece que outros também tiveram um vislumbre, já que cada vez mais revistas inglesas estão a ficar conscientes da beleza natural do Algarve.

Fotos de John Paul Brooke www.johnpaulbrooke.com

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *