Gêmeos: Paternidade sem Espermatozóides

Uma técnica que dá os primeiros passos permite que células espermátidas, espermatozóides que contêm todo o material genético, mas sem locomoção, possam fecundar um óvulo.

O resultado: um par de gêmeos saudável e perfeitos.

Víctor e Adrián, gêmeos graciosos, poderiam ser consideradas duas crianças normais. E são, com um peso regular para este tipo de partos – 3 e 2,7 quilos, respectivamente.

Só que existe uma característica que os diferencia do resto dos gémeos do mundo: nasceram resultado de uma concepção especial, fruto de uma técnica de reprodução assistida que permite uma gravidez em casos em que o pai apresenta carência absoluta de espermatozóides.

Eis o que poderia inspirar o tema de uma das criações do escritor norte-americano Michael Chrichton, autor de Parque Jurássico.

A equipa médica do Instituto Bernabeu, da cidade de Alicante (em Espanha), foi quem assistiu a este recente parto, sendo, as crianças, as primeiras gêmeas do mundo a nascer nestas condições, ou seja, apesar do baixo nível de maturidade que apresentavam as células percursoras dos espermatozóides do pai.

O estado de saúde das crianças, que nasceram de cesariana, é óptimo, tal como o pós operatório da mãe, a qual, desde que iniciou o período de aleitamento dos seus filhos, se sente absolutamente normal.

O duplo parto produziu-se na trigésima sétima semana de gestação e a opção pela cesariana foi determinada pela equipa médica, porque se tratava de dois bebés e não por se recearem circunstâncias que implicassem maiores riscos em resultado da técnica aplicada na concepção.

Uma equipa muito bem preparada

O grupo de investigadores desta clínica já tinha conseguido, pela primeira vez em 1998, desenvolver, com êxito, este processo, quando ajudara a nascer uma menina em resultado da fecundação de um óvulo no qual fora micro-injectada uma célula imatura, denominada espermátida, a qual, ainda que seja percursora do espermatozóide e contenha todo o material genético, carece de locomoção.

 Para alcançar a gestação definitiva, os médicos devem identificar e isolar células imaturas – espermáticas – através de uma biopsia ou uma punção-aspiração percutânea, cuja evolução se produz in vitro e que, posteriormente são micro-injectadas num óvulo para fecundação.

História de um processo

O caso clínico tratado, refere-se a um casal jovem.

Após ter sido afastada a hipótese de uma patologia na paciente e sendo desejável evitar a utilização de sémen de um doador, avançou-se para o estudo do factor masculino, constatando-se a falta de espermatozóides, mas, contudo, a presença de células espermáticas.

Após iniciar o ciclo de fertilização in vitro (FIV), já que a mulher não apresentava patologias que o contra-indicassem, obtiveram-se, vários ovócitos, alguns deles aptos a submeterem-se a uma micro-injecção da espermátida; após 18 horas, a equipa médica pôde observar que três deles tinham sido fertilizados.

Ao comprovar que todos eles eram evolutivos e transferíveis, horas mais tarde deu-se início à transferência embrionária.

Esta técnica, denominada micro-injecção intra-ovacitária de espermátida, apresenta uma taxa de fertilidade de 40 por cento, vinte pontos abaixo da obtida no resto dos processos de FIV, mas que permite ao casal prescindir do recurso a um dador.

Além dos dois bebés espanhóis, vão já em quatro os casos de gémeos que nasceram no mundo (Itália, Estados Unidos da América e Japão), em resultado da aplicação da técnica FIV, ainda que este número se eleve para 28 se se somarem os nascidos sozinhos.

Saiba mais sobre a Gravidez de Gêmeos: Sinais, Sintomas e o Que deve Saber

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:42 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)