Giardíase (infecção intestinal pelo parasita Giardia lamblia)

A giardíase é uma infecção intestinal, provocada por um parasita chamado Giardia lamblia. Esta infecção pode, em alguns casos, melhorar sem necessidade de tratamento. Os medicamentos ajudam-no(a), porém, a melhorar mais rapidamente.

Causas da gardíase

Esta doença é provocada por um parasita designado por Giardia lamblia, que se encontra na água imprópria para consumo. Os parasitas penetram no organismo quando se bebe essa água. Alimentos crus lavados com água infestada podem também transmitir o parasita. A infecção espalha-se facilmente por contacto directo.

Sinais e sintomas

Os sinais de giardíase poderão demorar 1 a 3 semanas a surgir, após a ingestão de água imprópria para consumo. Poderá notar uma sensação de inchaço abdominal repentino, cólicas, flatulência e diarreia. É possível que as suas fezes tenham um odor desagradável. Mais raramente podem surgir febre, fadiga (cansaço), dores de cabeça ou perda de peso. Nas crianças é frequente esta infecção causar atrasos no crescimento. Por outro lado, poderá ter a infecção sem apresentar quaisquer sintomas.

Diagnóstico da giardíase – Como se Diagnostica

Exames: Poderá ter de efectuar alguns exames, isoladamente ou em conjunto, para que o médico possa planear o seu tratamento.

Análises ao sangue: Poderá necessitar de tirar sangue para análises. Habitualmente as análises ao sangue servem para excluir outras causas para os seus sintomas.

Amostra das fezes: Uma amostra das suas fezes é enviada para análise laboratorial. As fezes podem revelar o parasita que está na origem da sua doença. Isto ajuda o médico a escolher os medicamentos mais adequados para o seu tratamento.

Peso: Poderá ter de se pesar todos os dias. O seu peso será comparado dia-a-dia, o que ajudará o médico a determinar a quantidade de líquidos de que dispõe no organismo e as consequências da infecção. Quando uma pessoa perde demasiados líquidos, corre o risco de desidratação.

Prevenção e Cuidados a ter

Para evitar contrair a giardíase, não beba água de rios ou lagos. Não beba água que saiba estar contaminada ou que considere pouco segura. Ferva a água que lhe pareça suspeita ou, então, trate-a com uma substância química que a purifique, tornando-a, assim, segura. Não ingira alimentos crus que tenham sido lavados com água imprópria para consumo ou contaminada. Lave sempre as mãos antes de cozinhar, de comer e depois de ir à casa de banho. Não use gelo feito com água de proveniência desconhecida.

Riscos e Complicações

A giardíase pode ser muitas vezes uma doença auto-limitada e causar apenas sintomas ligeiros. Mesmo assim, as pessoas infectadas podem transmitir o parasita a outras pessoas. Pode noutros casos causar diarreias graves, com desidratação importante. Em pessoas mais vulneráveis (crianças muito jovens, idosos, pessoas com deficit da imunidade) a giardíase pode assumir formas muito graves. Nas crianças a giardíase pode contribuir para mal-absorção de alimentos, com desnutrição e atraso de crescimento.

Epidemiologia

A infecção por G. lamblia é conhecida como a diarréia do viajante. É uma parasitose cosmopolita e predominantemente em crianças que, nos casos mais graves, causa má absorção e desnutrição. Normalmente os casos em adultos são sintomáticos.

Tratamento

São necessários (remédios), medicamentos prescritos pelo seu médico para tratar a infecção. Beba vários copos de água (própria para consumo) por dia. Poderá ter de ser hospitalizado(a), se tiver perdido muita água (desidratação) por causa da diarreia. O seu tratamento poderá ter de ser alterado se a giardíase não estiver a ser controlada. Tal é, frequentemente, decidido após a realização de determinados exames. Poderá ter de efectuar os seguintes tratamentos, isoladamente ou em conjunto:

Soros Endovenosos: Através de uma agulha introduzida numa veia para a administração de medicamentos ou líquidos.
Medicamentos anti-parasitários: Estes medicamentos podem ser prescritos para eliminar os parasitas intestinais neste caso a Giardia lamblia. Os anti-parasitários são quase sempre administrados por via oral (comprimidos).
Medicamentos anti-diarreicos: Estes medicamentos são administrados para reduzir a diarreia. Alguns anti-diarreicos conseguem tornar as fezes menos líquidas. Outros actuam reduzindo as contracções do intestino. Os anti-diarreicos são, geralmente, de uso oral.
Medicamentos para os vómitos: Estes medicamentos podem ser receitados para acalmar o estômago e para controlar os vómitos. Ajudam a reduzir o vómito e permitem tomar líquidos o que, por seu turno, evita um eventual estado de desidratação (perda excessiva de líquidos no organismo).

Metronidazol: Adultos: 250 mg por via oral 1 c/8hrs cápsula. por 5 dias.
Tinidazol, 600 mg / kg / dia, via oral, durante 3 dias ou 2 g de dose única em adultos.
Furozalidona: 7 mg / kg / dia por via oral por 8 dias.
Albendazol, 400 mg por via oral, durante 5 dias.

Durante as últimas duas décadas, a Giardia tornou-se reconhecida como uma das causas mais comuns de doenças transmitidas pela água (potável e de lazer) em humanos, nos Estados Unidos. O parasita é encontrado em todas as regiões do mundo. Também é considerada uma doença sexualmente transmissível devido aos fatores de risco advindos do sexo anal sem proteção.

Foto: Ciclo de Vida do Parasita Giardia Lamblia

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Esta matéria tem 6 Comentários
  1. judite frey Reply

    Ola sinto muita dor abdominal cólicas .fui ao medico Fiz três exames de fezes e o resultado, giardia lamblia, já tomei albendazol e nao resolveu hoje tou tomando annita amanha e o ultimo dia, mas ainda sinto muita dor e cólica e tenho muita diarreia. Sera que eu preciso procurar meu medico novamente???

  2. Regina Amorim Reply

    Sofri por 25 dias com diarreia e dores abdominais, fui varias vezes a emergência tomar medicamentos para as dores. Só melhorei apos tomar sumo de erva de santa maria com hortelã medicinal, espero ter matado esse verme!

  3. Adriana Reply

    Boa tarde a todos, a única coisa que melhorou esse quadro, giardiase, é tomar meio limão capeta puro em jejum (não pode tomar água também) durante oito dias, depois de 20 minutos a 30 minutos tomar o café da manhã, não comer derivados do leite e muito menos tomar leite. Depois que passar esses oitos dias, tomar suco de limão capeta no horário do almoço. Isso foi a unica forma de acabar com esses parasitas.

  4. vera lucia santos da silva Reply

    sinto muita dor de bariga porque tenho a verme giardia quero saber o que fazer pois nao sei e tenho medo e muita dor que sinto coliga de mais mim ajude por favor

  5. Arlene Sapucai Reply

    Boa tarde.
    Muito bom o conteúdo, pois vi que minha filha deve estar com essa verme ou a ameba, porque ela sente com frequência essas dores de barriga e ultima semana agora teve vomito e fortes dores de barriga, quando vou ao medico pedem pra retornar se persistir e porque não fala logo que pode ser verme e que não tratando pode se agravar, ela agora está com febre e sem comer, estou tentando reidratar mas ela não consegue nem tomar água tem 4 anos e a outra de 15.
    Mesmo assim foi muito útil pra mim esse site.

  6. ,,mmmm Reply

    cadê o remedio natural para giardíase???!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:01 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)