Ginástica com o bebé – Abdominais

Ginástica com o bebé: Abdominais – Com a ajuda do bebé, é mais fácil e agradável recuperar a forma física.

Exercício 1

A. Sente-se num colchão (para estar mais cómoda) com os joelhos flectidos e com as plantas dos pés assentes no chão. Deite o bebé, de barriga para cima, na barriga das pernas segurando-o pelas mãozinhas (ou, então, segurando o seu corpo com as mãos).
B. Deixar descair para trás a parte superior do corpo, devagar, sem levantar os pés e erguendo as costas. Ficar assim durante 10 segundos e voltar a subir. Deve-se inspirar o ar ao princípio e ir soprando à medida que se vai baixando. Realizar 3 séries de 5, fazendo uma pausa entre uma e a outra.

Convém esperar que o bebé sustenha a cabeça. É necessário segurá-lo bem e evitar movimentos bruscos

Exercício 2

A. Sentar o bebé na parte mais baixa do abdómen e segurá-lo pelo tronco com ambas as mãos.
B. Contrair os músculos da barriga e, em continuação, levantar a pélvis (e o bebé). Manter o bebé no alto, e a barriga encolhida durante 5 segundos. Depois baixar lentamente, apoiando as vértebras no colchão progressivamente, de cima para baixo. É aconselhável inspirar profundamente na posição de repouso e ir soltando devagar o ar pela boca à medida que sobe a pélvis. Fazer 3 séries de 5.

Exercício 3

A. Voltar à posição inicial do exercício anterior. Continuando, levante a cabeça, o pescoço e os ombros, separando os omoplatas do chão e dirija-se em direcção da cara do bebé, mas não encostando. Mantenha-se nessa posição durante 3 segundo. Deve-se inspirar antes de começar e, seguidamente, respirar enquanto se faz o esforço. Repetir o exercício até completar 3 séries de 5 (descansando entre uma e outra).

Exercício 4

A. Deite-se novamente de barriga para cima e sente o bebé na pélvis, segurando-o firmemente com as duas mãos.
B. Com a barriga encolhida, elevar a pélvis e, ao chegar acima, baixá-la até à esquerda, em diagonal, até que as nádegas fiquem apoiadas no lado esquerdo do colchão.

C. Elevar novamente a pélvis até ao centro e, seguidamente, voltar a baixá-la para a direita (agora, as nádegas apoiam-se no lado direito do colchão). Repetir até completar 3 séries de 5.

Exercício 5

A. De barriga para cima, flectir os joelhos e aproximá-los do corpo. Sentar o bebé sobre as canelas e segurar-lhe as mãos. (Se o bebé for ainda muito pequeno e cambaleie, é preferível sentá-lo mais perto dos joelhos e segurá-lo pelo tronco).
B. Esticar um pouco as pernas e voltar a flecti-las lentamente, de maneira a que o bebé se mova para a frente e para trás, como se estivesse num baloiço. Repetir o movimento até realizar 3 séries de 5.

Os exercícios para fortalecer o abdómen podem ser começados a praticar um após o parto (é aconselhável que o médico dê autorização na primeira consulta após o parto). A diferença da ginástica de recuperação convencional é que a que aqui propomos é que se pode fazer com o bebé(desde que ele já endireite a cabecinha). Os exercícios resultam muito mais e a mãe pode aproveitar para brincar e intensificar o contacto com o bebé. A ginástica a dois deve ser um prazer para ambos e não uma obrigação. Se o bebé protestar, está cansado ou acabou de comer, há que adiar a sessão.

Guia da Gravidez

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:08 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)