Gorduras Boas

As gorduras boas são essenciais para a saúde humana. Permitem que nos sintamos cheios quando comemos além de proteger os nossos órgãos. Servem como uma fonte ilimitada de energia para o corpo humano.

O que é a gordura?

A gordura, é uma das três categorias de comidas que a que se chamam macronutrientes (os outros são as proteínas e os hidratos de carbono). As gorduras dividem-se entre boas gorduras e más gorduras. As gorduras boas são aquelas que se podem encontrar de modo natural nos alimentos, como as gorduras insaturadas; estas não são processadas por métodos artificiais ou por calor, logo não estão manipuladas. Uma das gorduras mais importantes são os Omega 3, mas qualquer gordura encontrada em alimentos como os abacates, ovos, azeitonas, cocos e frutos secos, podem ser boas gorduras quando consumidos numa dieta equilibrada.

Todos os alimentos contêm gordura. Mesmo os azeites mais puros contêm uma mistura de três tipos de gordura: a Saturada, a Polinsaturada e a Monoinsaturada. Os alimentos são usualmente identificados pelo tipo de gordura predominante, por exemplo, ao azeite chama-se de monoinsaturado, à manteiga, saturada – mas todos os alimentos têm uma mistura das três). As gorduras ruíns são as gorduras danificadas. Aqui se incluem os óleos que foram reutilizados para fritar. As más gorduras são os óleos hidrogenados, também conhecidos como “gorduras trans”.

Porque necessito de gorduras boas?

As gorduras boas são absolutamente essenciais para a saúde humana. Estas proporcionam os blocos de construção para muitas das mais importantes hormonas e estruturas do corpo humano. Os ácidos gordos Ómega 3, por exemplo, são os blocos de construção das hormonas anti-inflamatórias.

Porque devo evitar as gorduras más?

As gorduras más ou gorduras trans são muitas vezes usadas em comidas empacotadas como batatas fritas, bolachas, bolos, comida rápida mais conhecida por “Fast Food” e algumas margarinas. O nosso corpo não as consegue descompor e por isso as gorduras trans (ou gorduras más), acumulam-se nas artérias no que pode resultar na formação de placas, o que está directamente associado a doenças de coração, diabetes, cancro de mama, asma, bem como outras doenças.

Castanha de Caju

Quanto devo consumir de gorduras boas?

Esta é uma muito boa questão. As sociedades antigas de caçadores e recolectores sobreviviam com uma grande variedade no consumo de gordura. A maioria dos especialistas sugerem como objectivo o consumo de aproximadamente 30% das calorias diárias na forma de uma boa mistura natural de gorduras saturadas, polinsaturadas e monoinsaturadas. O método “Atkins Nutritional Approach” (dieta atkins) recomenda um maior consumo de boas gorduras nas primeiras três fases de perda de peso, quando o consumo de hidratos de carbono ainda é baixo. Esta recomendação de um pouco mais de gorduras boas é uma parte integrante do plano da dieta Atkins que ajuda a perder peso e a manter bons níveis de energia. A fase de “Manutenção para a Vida” recomenda um consumo de 30 a 40% de calorias provenientes de gorduras – no entanto, a percentagem pode variar, de acordo com o seu nível individual de consumo de hidratos de carbono.

Como adicionar gorduras boas à minha dieta?

Peixe como o salmão e as sardinhas, são uma fonte muito rica em ácidos gordos ómega 3, assim como sementes de linhaça. Frutos secos (como as nozes, as amêndoas, as nozes macadamia), todos contêm diferentes misturas de gorduras saudáveis. As gemas de ovo contêm uma mistura terrível de gorduras saturadas e insaturadas, assim como a carne de vaca. O coco contem uma particular boa combinação de gordura, conhecida como TCM (triglicéridos de cadeia média). E o azeite extra virgem é uma fonte rica em gorduras monoinsaturadas muito saudáveis.

Por outro lado, muitos dos azeites altamente refinados (milho, cártamo ou soja) têm todos os bons elementos retirados e devem ser usados de forma moderada na sua dieta.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *