Gravidez Tardia: Testes e Exames de Triagem para uma Gravidez Sem Riscos

Conheça os exames e testes a realizar em caso de uma gravidez tardia, depois dos 35 ou 40 anos.

Ecografia

A primeira ecografia pode realizar-se entre a semana 10 e 14. Nela, o médico pode apreciar algumas malformações graves: verifica se o tamanho do feto corresponde à sua idade gestacional e mede o perímetro da nuca.

Se esta zona da nuca é igual ou maior que 3 milímetros, as possibilidades de que o feto tenha um síndroma de Down são elevadas.

Neste caso deve realizar-se uma amniocentese para determinar o cariotipo do feto, visto que é o único método que permite diagnosticar com certeza esta e outras anomalias cromossómicas.

Testes De Triagem Para Gravidez Tardia

Teste Triple ou Triple Screen bioquímico

Chama-se assim, porque se investiga no sangue da mãe (três hormonas: a alfetoproteína, a gonadotropina coriónica e o esteriol não conjugado).

Realiza-se na décima sexta semana e, consoante os valores, determina o risco que tem a grávida de que o seu filho nasça com uma anomalia cromossómica. Se é igual ou superior ao risco estatístico correspondente à idade da mulher.

Convém realizar uma amniocentese para obter dados mais fieis.

Amniocentese

Através da parede abdominal o médico colhe uma prova do líquido amniótico que rodeia o feto.

Observando as células contidas nesse líquido, precisamente o seu núcleo, pode saber-se se os cromossomas estão sãos e completos ou se existe alguma alteração.

A desvantagem deste método consiste em que não se pode realizar antes da décima sexta semana de gestação.

Depois terá de esperar mais três semanas até chegarem os resultados.

Biópsia do corion

As mesmas células presentes no líquido amniótico encontram-se também no corion, o tecido que forma a placenta.

Realiza-se com menor frequência do que a amniocentese, viso que a forma de obter uma prova é mais delicada, mas tem a vantagem de se poder realizar desde a semana 12, demorando os resultados unicamente uns cinco dias.

Ambos os métodos de diagnóstico podem ter como consequência, um ligeiro risco de aborto.

Cordocentesis

Consiste na punção da veia umbilical sob controlo ecográfico e aspiração de umas gotas de sangue, para se puderem realizar vários tipos de análise, mas fundamentalmente o cariotipo.

Esta prova é preferível quando a gestação é de mais de 18 semanas, pois os resultados obtêm-se entre 48 a 72 horas.

A mulher que se submete a uma destas provas cromossomicas deve ter presente que um resultado positivo a colocará perante a alternativa de se decidir por um filho «diminuído» ou de se submeter a um aborto terapêutico.

Uma decisão nada fácil para a qual será necessária toda a maturidade que lhe confere a idade.

Saiba mais sobre a Gravidez Geriátrica (idade materna avançada): O Que é e quais os seus Riscos?

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)