Hidratante caseiro para lábios ressecados

Os lábios são uma parte constituinte da pele, acabando por ser uma das partes mais sensíveis da pele. Em primeiro lugar, os lábios são a parte da pele que está mais exposta a agentes agressores por meio de ingestão. Quando comemos ou quando ingerimos bebidas os lábios acabam por ficar em contacto com todas as substâncias, acabando por acumular alguns resíduos indesejáveis.

Por outro lado, e principalmente na altura do Inverno e alturas de mais frio, os lábios estão expostos a temperaturas que prejudicam a sua hidratação. Assim sendo, é natural e normal que os lábios fiquem secos, e portanto ainda mais sensíveis.

Muitas pessoas lidam com o problema dos lábios secos todos os anos, embora uma mais que outras. Tradicionalmente utiliza-se batom do cieiro para combater este problema, mas nem todos os batons apresentam a mesma eficácia e os mesmos resultados.

Hidratante caseiro para lábios ressecados

Existe, felizmente, um remédio caseiro bastante eficaz para a proteção dos lábios face aos agentes abrasivos e para a sua hidratação. Este remédio caseiro utiliza os seguintes ingredientes:

• 4 colheres de sopa de óleo de amêndoa;
• 1 colher de sopa de cera de abelha raspada;
• 1 colher de chá de mel;
• 1 cápsula de vitamina E;
• 5 gotas de essência de alfazema;
• 10 gotas de essência de malaleuca.

Estes ingredientes devem ser misturados de forma a formar uma mistura homogénea. Posteriormente, a mistura já formada deve ser aplicada nos lábios. Esta receita caseira tem resultados comprovados, pois consegue efetivamente melhorar a pele dos lábios, hidrata-la, e protegê-la.

Por outro lado, temos ainda a vantagem de este ser um remédio preparado apenas à base de ingredientes naturais, pelo que os seus potenciais efeitos secundários e abrasivos para o restante organismo são desprezíveis.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:53 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)