ICOONE: Conheça as principais indicações do tratamento

O corpo humano é exposto á força da gravidade e é desenvolvido para se manter no mesmo ambiente com os vectores energéticos que lhe dão estabilidade e movimento.

O corpo tem uma rede de tecido miofascial ou conjuntivo que envolve os músculos, órgãos e ossos, e que organiza a estrutura da pele. Este arranjo é conhecido como rede de estrutura alveolar cutânea.

ICOONE: reestruturação alveolar Cutânea

O Laser utiliza o sistema do Icoone, um novo tratamento baseado AMM, tecnologia (Multi-Alveolar de microstimulação).

Consiste na aplicação de pressão gerada por aspiração da microstimulação através de dois rolos perfurados que conseguem um ajuste perfeito para as microvacúolos conjuntivas da pele. Estes rolos fragmentados pelo efeito do vácuo, devolvem à pele o seu estado natural.

O programa de tratamento Icoone pode ser adaptado às características de cada paciente, de pele, controlando a rotação do cilindro, a pressão de vácuo.

Tem também programas específicos de sexo masculino, adaptado para as diferenças entre os tipos de pele masculina e feminina.

Também tem a possibilidade de utilizar duas unidades de contato que trabalham em uníssono para cobrir a pele com movimentos simétricos, ideal para a mobilização do tecido conjuntivo.

A aplicação do Icoone é indicado para melhorar:

1- Flacidez da pele

2- Com este tratamento de pele não-traumático , podem ser realizadas várias sessões diárias em caso de pressa para se submeter ao tratamento, mas ao IML recomendamos um máximo de três sessões semanais.

3- Celulite

4- Adiposidade (gordura) localizada

5- Tratamento anti-envelhecimento da pele

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 26/06/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 26/06/2018 às 3:13 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)