Icterícia neonatal - Fototerapia, tratamento, causas, sintomas e diagnóstico
Fotos Antes e Depois

Icterícia neonatal

A icterícia neonatal também conhecida como hiperbilirubinemia em recém-nascidos é uma coloração amarelada da pele e dos olhos dos bebés. Costuma surgir quando os bebés têm apenas alguns dias de idade. As causas da icterícia neonatal são o excesso de bilirrubina no corpo do recém nascido. A bilirrubina é causada pela destruição normal dos glóbulos vermelhos do sangue. É removida do fluxo sanguíneo pelo fígado. Sai do corpo através da urina e das fezes. Mais de metade dos recém-nascidos possuem um fígado que ainda não consegue funcionar normalmente. A bilirrubina vai-se acumulando na pele e no sangue do bebé. Não costuma ser um problema grave. Muitas vezes a icterícia neonatal desaparece decorridas 1 ou 2 semanas quando o fígado já está mais desenvolvido e a funcionar melhor.

Sinais e sintomas da icterícia neonatal:

A pele e os olhos do bebé poderão apresentar uma coloração amarelada.

Diagnóstico da icterícia neonatal:

Sinais vitais: Inclui a medição da temperatura, da pressão arterial, do pulso (contagem dos batimentos cardíacos), e dos ciclos respiratórios (contagem das respirações) do bebé. Para medir a pressão arterial do bebé, é colocada uma braçadeira no braço, a qual é apertada. A braçadeira está ligada a uma máquina que indica o valor da pressão arterial. Os médicos poderão auscultar o coração e os pulmões do bebé utilizando um estetoscópio. Os sinais vitais do bebé são medidos para que os médicos vejam em que condições se encontra.

Oxímetro de pulso: Esta é uma máquina que lhe especifica a quantidade de oxigénio presente no sangue do bebé. Um cordão com uma pinça ou uma faixa adesiva é colocado no seu ouvido, dedo da mão ou dedo do pé. A outra extremidade do cabo é ligada a uma máquina. Os médicos utilizam esta máquina para verificar qual a quantidade de oxigénio presente no corpo do bebé.

Análises sanguíneas: Poderá ser necessário tirar sangue para serem realizados testes. O sangue pode ser retirado de uma veia na mão ou da dobra do cotovelo do bebé. O sangue do bebé é testado para verificar de que modo o seu corpo está a lidar com a doença. O bebé poderá necessita de fazer análises sanguíneas mais do que uma vez.

Riscos e Complicações da icterícia neonatal:

As possibilidades de ocorrerem problemas graves devido à icterícia do recém nascido são diminutas caso siga os conselhos dados pelos médicos. Se o bebé não receber o tratamento da fototerapia, poderá sofrer danos cerebrais ou morrer. Contacte o médico caso esteja preocupado(a) ou tenha questões a colocar relativas ao problema do bebé.

Tratamento da icterícia neonatal:

Fototerapia: O bebé permanecerá sob luzes da fototerapia. Terá compressas colocadas sobre os olhos para os manter fechados e protegidos. A pele do bebé será cuidadosamente observada. A quantidade de dias que o bebé permanecerá sob estas luzes dependerá do nível de bilirrubina no sangue. Quando chegar a altura da amamentação, o bebé poderá sair de baixo das luzes. As compressas podem ser retiradas dos olhos quando da amamentação.

Entrada/Saída restrita: Os médicos poderão necessitar de saber a quantidade de líquidos que o bebé está a ingerir. Poderão também querer saber com que regularidade está a urinar. Os médicos observarão a cor da urina do bebé.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade

Isensão de Responsabilidade: A nossa plataforma foi criada com o objetivo de facilitar o acesso a informação de valor "Saúde com Ciência", baseada em estudos científicos. Tudo o que publicamos tem uma base científica. No entanto, nenhuma das publicações têm o objetivo de servir como diagnóstico, sendo sempre indicada consulta médica. O mesmo se refere a tratamentos, clínicas, suplementos e medicamentos indicados. A indicação, dosagem, e forma de uso é apenas ilustrativa, não estando indicada a automedicação ou suplementação sem antes haver indicação médica profissional. O mesmo se refere aos preços dos produtos por vezes indicados. Esses valores são baseados no ano de 2018 e servem apenas como informação auxiliar, não estando a nossa plataforma de nenhuma forma a ligada a essas empresas.