Restauro de Jesus Cristo Antes e Depois – Ecce Homo Vs Ecce mono

Um Verdadeiro furor na vida real e na internet. Para muitos é uma catástrofe, para outros tem um toque Naif. A “vizinha”, como dizem os Espanhóis terá entrado na igreja e tomado em mãos o restauro deste Cristo com cerca de 100 anos. Um quadro com o rosto de Jesus tal como foi apresentado por Pilatos. Ecce Homo inspirou inumeros artistas e também terá inspirado a octogenária.

Imagem de Cristo de Borja Antes e Depois da Restauração

Vandalismo ou apenas vontade em ajudar, não se sabem as razões. As autoridades estão a investigar mas o resultado está á vista. “Um mono” clamam os Espanhóis, ou seja, um macaco. Jesus Cristo ficou sem a coroa de espinhos, tem uma farta cabeleira, quase Africana, tem pouca barba na cara mas muita no pescoço. Os olhos antes, semi serrados de dor estão agora abertos, quase de espanto, e claro, não vai voltar para a parede da Igreja do Santuário da Misericórdia de Borja, uma localidade de 5000 habitantes perto de Saragoça, no Norte de Espanha.

A equipa de restauradores diz que é o pior restauro de sempre da Arte Sacra mas, quando deram conta já era tarde. Acrescentam que este quadro estava bastante deteriorado e que ainda não sabem se os danos são irreverssiveis.

No mundo virtual é que não há volta a dar. Da pior maneira ou da mais hilariante. “Ecce mono” já tem página no Facebook, no Twitter é um dos assuntos mais procurados, um site já tem tshirts á venda, e dos comentários nem se fala.

É uma cena á Mister Bean, á quem queira comprar o quadro, é o regresso da arte rupestre, escrevem. E como se não bastasse, neste novo original, o photoshop ainda vai trabalhando sem parar.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 5:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)