Kate Beckinsale

Revisado por Andre a 28 outubro 2018 - Publicado a 27 de maio de 2012

Kathrin Romary Beckinsale, nasceu em Londres, a 26 de Julho de 1973. Filha única do casal de atores Richard Beckinsale e Judy Loe, não é de estranhar que Kate tenha escolhido enveredar pela profissão dos seus pais.

Kate Beckinsale Antes e Depois & Biografia

Kate surgiu pela primeira vez na televisão com quatro anos de idade, num episódio do programa “This is Your Life”, dedicado ao seu pai.

Quando tinha 5 anos de idade, o seu pai morreu subitamente, vítima de um ataque de coração. Richard Beckinsale tinha apenas 31 anos quando faleceu. Esta perda inesperada, deixou Kate Beckinsale profundamente deprimida. Mais tarde, Kate afirmaria que acabou por ver mais o seu pai na televisão, do que na vida real.

Quando Kate tinha 9 anos, a sua mãe refez a vida, assumindo uma relação com o realizador Roy Battersby. Kate passou assim a viver com uma nova família, já que Roy tinha quatro filhos. Kate tem ainda uma meia-irmã, filha do seu pai, Samantha Beckinsale. Samantha também é atriz.

Kate Beckinsale estou na Godolphin and Latymer School em Londres e participou ativamente no Orange Tree Youth Theatre. Durante a sua adolescência Kate Beckinsale ganhou duas vez a competição para jovens escritores “W.H. Smith Young Writers”, nas categorias pequenas histórias e poesia.

A adolescência foi um período difícil para Kate, que sentia estar a crescer mais devagar que os seus colegas. Isto levou ao surgimento de uma depressão e ao diagnóstico de anorexia, aos 15 anos. Beckinsale frequentou um psicólogo durante quatro anos.

Kate mudou-se depois para a Universidade de Oxford para estudar francês e literatura russa. Ali, participou em peças de teatro, na Oxford University Dramatic Society.

Tendo decidido precocemente que queria ser atriz, Beckinsale teve o seu primeiro papel na série “Devices and Desires”, da ITV, em 1991. No mesmo ano, surgiu no filme “One Against The Wind”.

Em 1992, Beckinsale conseguiu protagonismo na adaptação para cinema de “Much Ado About Nothing”. As filmagens decorreram em Itália, durante as suas férias de verão da universidade. O filme recebeu críticas positivas e conseguiu bons resultados comerciais.

Até concluir os seus cursos, Kate Beckinsale participou em mais três filmes: “Prince of Jutland” (1994), “Uncovered” (1994) e “Marie-Louise Ou La Permission” (1995).

Pouco tempo após concluir os estudos em Oxford, Kate Beckinsale, foi protagonista em “Cold Comfort Farm”. De seguida, surgiu em “Haunted”, uma história de fantasmas.

Também em 1995, Beckinsale estreia-se profissionalmente em teatro, ao participar na peça “The Seagull”, no Theatre Royal, um dos espaços mais importantes. Na peça, Kate conheceu e apaixonou-se pelo também ator Michael Sheen. No ano seguinte, entrou em mais duas peças: “Sweetheart” no Royal Court Theatre e “Whistles” no the Bush Theatre.

Beckinsale protagonizou depois a adaptação para televisão da obra literária “Emma” de Jane Austen. Uma vez que meses antes, Gwyneth Paltrow tinha vivido a mesma personagem, na adaptação para cinema, foram inevitáveis as comparações entre os desempenhos das duas atrizes. A “Emma” de Kate Beckinsale superou largamente o desempenho de Gwyneth Paltrow, segundo a opinião da generalidade da crítica.

Em 1997, Beckinsale entrou na comédia “Shooting Fish”, um dos maiores sucessos do cinema inglês, naquele ano. Em 1998, Beckinsale mudou com Michael Sheen para os Estados Unidos, onde este último ia participar numa peça da Broadway. Assim, Beckinsale começou a fazer castings para entrar em filmes norte-americanos. No referido ano, entrou em “The Last Days of Disco”

No ano seguinte, Kate entrou em “Brokedown Palace”, filme que não mereceu a aceitação da crítica, nem do público. Também em 1999, nasceu a filha de Kate Beckinsale e de Michael Sheen, Lily Mo Sheen.

Após o nascimento de Lily, Kate voltou ao cinema, com “The Golden Bowl”. A imprensa americana foi particularmente elogiosa para o seu desempenho, apesar dos resultados modestos que alcançou.

Em 2001, surgiu finalmente a fama mundial, protagonizando com Ben Affleck e Josh Hartnett, o épico “Pearl Harbour”. Apesar das críticas negativas, o filme alcançou um enorme sucesso comercial, conseguindo receitas aproximadas de 450 milhões dólares, a nível mundial.

Após este grande sucesso, Kate Beckinsale fez par romântico com John Cusack em “Serendipity”. No ano seguinte, foi protagonista de “Laurel Canyon”, um filme independente.

Em 2003, Beckinsale entrou no filme de ação “Underworld”, vestindo a pela de vampira. Este trabalho veio contrapor-se aos seus papéis anteriores, na sua maioria comédias românticas. Com críticas especializadas mistas, o filme alcançou sucesso comercial e ganhou o estatuto de obra de culto.

Durante as filmagens apaixonou-se pelo realizador Len Wiseman. Curiosamente, Sheen também fazia parte do elenco, tendo sido contratado a pedido de Beckinsale. A separação entre Beckinsale e Sheen processou-se de forma amigável e os três continuaram amigos. Michael Sheen mudou-se depois de Londres para Los Angeles, onde vive Beckinsale, para melhor acompanhar a filha de ambos.

Em 2004, Beckinsale voltou ao cinema de ação, participando em “Van Helsing”. Tal como em “Underworld”, o público recebeu bem o filme, apesar das críticas desfavoráveis por parte da imprensa. No mesmo ano, entrou em “The Aviator”, no papel de Ava Gardner.

Em 2006, participou em “Underworld: Evolution”, a sequela do filme que marcou a sua estreia no cinema de ação. A sua filha teve um pequeno papel, como jovem Selene. Seguiu-se “Click”, uma comédia com Adam Sandler.

Entre 2007 e 2009, participou sobretudo em filmes independenes, ou em filmes com pequenas aspirações comerciais, como: “Vacancy”, “Snow Angels”, “Nothing but the Truth”, “Winged Creatures” e “Whiteout”.

A saga Underworld voltou em 2009, mas Kate Beckinsale participou apenas com sequências gravadas anteriormente. No mesmo ano entrou em “Everybody’s Fine”, um drama familiar, com Drew Barrymore e Robert De Niro.

Em 2010 e 2011, a atriz afastou-se temporariamente, para acompanhar o crescimento da filha. Voltou aos filmes de ação em 2012, com o thriller “Contraband” e com o quarto da série Underworld, intitulado “Underworld: Awakening”. Em Agosto de 2012, irá estrear “Total Recall”, um remake do filme de 1990, dirigido pelo seu marido.