Kurt Cobain

Kurt Donald Cobain nasceu a 20 de Fevereiro de 1967, em Aberdeen, Washington. A sua mãe, Wendy Elizabeth era empregada de mesa e o seu pai Donald Leland Cobain, era mecânico. Cobain tinha uma irmã mais nova, Kimberly, nascida em 1970.

Kurt Cobain Antes e Depois & Biografia

A música foi um traço comum na família Cobain. O seu tio, do lado materno, Chuck Fradenburg, pertenceu a uma banda chamada “The Beachcombers”, a sua tia Mari Earle tocou guitarra em várias bandas locais e o seu tio-avô foi um tenor irlandês.

Kurt Cobain teve uma infância feliz, onde já demonstrava uma sensibilidade acima da média. Desde cedo, começou a dar mostrar de um grande talento artístico, o que se refletia na decoração do seu quarto, descrito como “uma espécie de estúdio de arte”. Kurt ficava horas no seu quarto, a desenhar personagens de banda desenhada.

Este seu talento era largamente encorajado pela sua avó, Iris Cobain, ela própria uma artista. O seu talento precoce para a música, era notado por toda a família. Com apenas dois anos, começou a cantar e aos quatro já tocava piano e cantava. Pouco tempo depois escreveu a sua primeira música.

Ainda durante a infância, Cobain começou a construir o seu background musical ouvindo bandas como os Ramones e The Beatles.

Quando tinha 7 anos de idade, os seus pais divorciaram-se e Kurt foi profundamente afetado pela separação. O seu estado de espírito tornou-o mais agressivo, relativamente à sua família. Anos mais tarde, Kurt explicou que o divórcio fez com que se sentisse envergonhado perante os seus amigos e que só desejava ter uma família tradicional.

Ambos os seus pais começaram novas relações a seguir ao divórcio, Kurt Cobain ficou particularmente ressentido com o seu pai, que havia prometido não voltar a casar, o que não cumpriu. Kurt Cobain foi viver com o seu pai, a sua nova esposa Jenny Westeby e os dois filhos desta.

A relação com a sua madrasta deteriorou-se quando nasceu uma nova criança e Kurt Cobain perdeu a atenção que estava habituado a receber. na mesma altura, a mãe de Kurt Cobain debatia-se com problemas de violência doméstica na sua nova relação. Kurt presenciou uma agressão, que levou a sua mãe ao hospital, com um braço partido.

Todas estas alterações na sua vida familiar, fizeram com que Kurt se tornasse mais agressivo, não acatando a opinião dos adultos e agredindo um colega na escola. O terapeuta recomendou que Kurt passasse a viver exclusivamente com um dos pais e assim, Kurt Cobain passou a viver com a sua mãe.

Problemas de comportamento recorrentes durante a sua adolescência, levaram-no a viver com uma família cristã amiga da família, os Reed. Durante esse período, Cobain abraçou o cristianismo e frequentou assiduamente a igreja.

Quando percebeu que não ia conseguir finalizar o liceu, por não ter créditos suficientes, Kurt Cobain desistiu da escola. A mãe fez-lhe um ultimato: começar a trabalhar ou sair de casa. Sentindo-se pressionado, saiu de casa, vivendo com amigos, mas voltando esporadicamente para a cave da casa de sua mãe.

Em 1986, arranjou emprego e arrendou o seu próprio apartamento. Foi nesta altura, que começou a viajar para assistir a concertos rock. Num desses concertos conheceu Tracy Marander, com quem viveu. As discussões com Tracy relativamente à necessidade de Kurt arranjar um emprego, levaram-no a escrever a letra de “About a Girl”.

Após a separação, Cobain começou a namorar com Tobi Vail, uma defensora da cultura punk. As longas discussões políticas e filosóficas entre os dois, seriam a inspiração de grande parte das músicas de “Nevermind”.

Os Nirvana começaram com persistentes convites de Kurt a Krist Novoselic, um baixista que conhecia do meio punk. No início, o duo teve dificuldades em encontrar um baterista que lhe agradasse, testando por isso várias soluções. Até que finalmente escolheram Chad Channing, que participaria na gravação do álbum “Bleach”.

Após vários anos marcados pela incapacidade de criarem o seu próprio público e por dificuldades financeiras, Cobain e Novoselic viram, finalmente, frutos do seu esforço, com a edição de “Bleach”, pela editora Sub Pop Records, em 1989. Ainda insatisfeito com o trabalho de Channing, Cobain dispensou-o e iniciou a procura de um novo baterista.

Cobain ficaria finalmente agradado com Dave Grohl, que acompanharia a banda na gravação do seu maior sucesso, o álbum “Nervermind”, editado em 1991.

É hoje reconhecido que este novo álbum foi o percurso do grunge, um sub-género do rock alternativo. O single “Smells Like Teen Spirit”, tornaria-se um ícone deste estilo de música. As canções escritas por Kurt Cobain, venderiam no total mais de 50 milhões de álbuns, a nível mundial.

O sucesso alcançado perturbou Kurt, incapaz de se sentir desconfortável com a atenção dos meios de comunicação social. Assim, Kurt resolveu afastar-se dos holofotes e concentrar-se na música, tentando transmitir ao público a sua verdadeira mensagem no terceiro álbum da banda “In Utero”, editado em 1993.

Entretanto, Kurt já havia conhecido Courtney Love, ela própria líder de uma banda de rock alternativo, os Hole. Love terá perseguido insistentemente Kurt, até começarem a namorar oficialmente. Em 1992, Courtney descobriu que estava grávida e pouco tempo depois, o par casou, numa cerimónia realizada no Hawaii. A filha do casal, Frances Bean Cobain, nasceu a 18 de Agosto de 1992.

A 4 Março de 1994, Kurt Cobain terá cometido uma primeira tentativa de suicídio, consumindo Rohypnol em excesso, juntamente com champanhe. Depois de cinco dias num hospital de Roma, Cobain teve alta e voltou a Seatle. Poucas semanas depois, ocorreria outro episódio, envolvendo uma arma e comprimidos, que apenas seria resolvido com a intervenção da polícia.

O corpo de Kurt Cobain foi encontrado a 8 de Abril de 1994, em sua casa, por um técnico que ia instalar um sistema de segurança. Junto do corpo estava uma mensagem, dirigida ao seu amigo imaginário de infância “Boddah”.Kurt Cobain terá morrido de uma overdose de heroína, três dias antes.

A sua morte, no auge da sua popularidade e as circunstâncias que a rodearam tornaram Kurt Cobain um verdadeiro ícone do rock alternativo, idolatrado décadas após a sua morte.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:51 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)