Livro – Os Meus Medicamentos

Livro – Os Meus Medicamentos
Autor – José Aranda da Silva, Carlos Amaral e Sérgio Palma Vilão
Texto
688 pags., 17, 90€

O aumento de publicidade dirigida ao consumidor, com campanhas de conhecimento da doença, programas de adesão à terapêutica, com o apoio directo ou indirecto da indústria farmacêutica e das organizações de doentes, cria muitas vezes confusão nos limites entre promoção e informação. E para que os doentes sejam capazes de fazer escolhas informadas sobre a sua saúde, é necessário existir uma clara distinção entre informação e publicidade.
A obra Os Meus Medicamentos reúne toda a informação útil sobre os fármacos mais utilizados em Portugal, desde as indicações terapêuticas e os cuidados a ter na sua utilização, aos possíveis efeitos adversos de cada medicamento, passando pela indicação das implicações do seu uso na gravidez, no aleitamento e em concomitância com o consumo de álcool.
Essencial a qualquer família que pretenda conhecer os medicamentos que toma no seu dia-a-dia, o livro é um guia único, de fácil consulta, que disponibiliza ao leitor uma informação isenta que o irá apoiar no melhor conhecimento dos seus medicamentos e orientá-lo na correcta utilização de cada um dos cerca de 150 fármacos mais consumidos no nosso País.
A obra apresenta, igualmente, o medicamento nos seus aspectos práticos: o comportamento no organismo, os riscos face aos benefícios, as interacções possíveis e as não recomendadas entre fármacos, etc., revelando como obter o máximo efeito de um fármaco, como proceder ao seu uso correcto e como agir perante um envenenamento acidental por medicamentos.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:47 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)