Mal da Montanha - Enjoo de Montanha, náuseas, vómitos e dores de cabeça
Fotos Antes e Depois

Mal da Montanha (enjoo das altitudes com náuseas, vómitos e dores de cabeça)

O enjoo de montanha também costuma ser designado por mal da montanha ou enjoo das altitudes elevadas.

Acontece sempre que se viaja para altitudes elevadas (normalmente para 8.500 pés de altitude ou superior).

As pessoas que vivem em regiões próximas do nível do mar e viajam depois para a montanha sofrem de enjoo de montanha com mais frequência.

Também acontece com mais frequência às pessoas mais jovens do que às pessoas de idade.

Mas pode acontecer a toda a gente, mesmo que esteja em boa forma física. O enjoo de montanha pode fazer adoecer gravemente uma pessoa.

Causas:

O ar nas altitudes elevadas tem menos quantidade de oxigénio, o que o(a) poderá fazer adoecer.

Efectuar uma viagem para a alta montanha sem permitir que o corpo se acostume provoca o enjoo de montanha.

O corpo necessita de se ajustar lentamente à menor quantidade de oxigénio presente no ar, nas altitudes elevadas.

Se, por exemplo, viajar imediatamente do Porto para a Serra da Estrela, nomeadamente para as suas estâncias de ski poderá vir a sofrer desta doença.

Sinais e sintomas:

Poderá sentir dores de cabeça, sentir náuseas (enjoos), vómitos e falta de apetite.

Poderá sentir-se cansado(a), tonto(a), confuso(a), sentir dificuldade em caminhar, ser incapaz de dormir ou ter dificuldades respiratórias.

Diagnóstico – Como se Diagnostica:

Clinicamente pelas queixas já descritas. Laboratorialmente através da análise do oxigênio e do dióxido de carbono no sangue (gases do sangue ou oximetria)

Prevenção – Cuidados a ter:

Viaje para altitudes elevadas de forma gradual. Habitue-se à altitude elevada antes de praticar exercício (como o montanhismo, o ski ou o ciclismo). Não beba álcool nas altitudes elevadas.

É necessário uma quantidade muito inferior de álcool para se ficar embriagado em altitudes elevadas do que ao nível do mar.

Pergunte ao médico que medicamentos poderá tomar para evitar sofrer de enjoo de montanha.

Riscos e Complicações:

Agravamento ou início de Insuficiências respiratórias e cardíacas. Risco de enfarte do miocárdio em doentes com angina de peito.

Tratamentos:

Poderá não ser necessário recorrer a tratamentos especiais caso os sintomas não sejam muito graves.

O descanso, uma alimentação saudável e a ingestão de bastantes líquidos deverão ajudar a dissipar os sintomas em alguns dias.

O tabaco e o álcool poderão piorar os sintomas. Poderá ser necessário tomar medicamentos para as dores de cabeça.

Poderá necessitar de recorrer a um hospital ou necessitar de oxigénio extra caso os sintomas sejam bastante graves.

Saiba Como Prevenir a Cinetose “Enjoo de Movimento” +com estes Tratamentos Naturais

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade