Medelo (Freguesia do Concelho de Fafe)

Apesar da transformação que vem sofrendo, em prol do desenvolvimento, Medelo (Freguesia do Concelho de Fafe) com os seus 2,9 quilómetros quadrados, continua a ser uma pitoresca freguesia. Situada nos arredores de Fafe, tem como orago São Martinho e as suas origens remontam a tempos anteriores à fundação da Nacionalidade.

De facto Medelo surge já referenciada em documentos do século XI como manuscrito datado de 1025, de Afonso V, rei das Astúrias e de Leão, em que a “Villa de Aminitello” é doada a Pedro Alvites, sendo a sua existência anterior a essa data.

Ao longo dos tempos, esta Villa é referida nas inquirições de 1220 como “Sancto Martino de Ameedelo”, nas de 1258, como “In Monte Longo Villa de Aminitello”, nas de 1320, como “Eclesia de Amiindello”, nas de 1371, como “Ecclesia Sancti Martini de Mondelho”, e nas de 1528, como “São Martinho de Medello”.

Contudo, a história deste território não se iniciou apenas no século X, a ocupação pré-histórica desta região encontra-se comprovada pelas três construções megalíticas, outrora existentes, no Monte das Antas.

Sempre ligada ao Concelho de Monte Longo, viria a pertencer à Comarca de Guimarães, em 1853, tendo posteriormente, passado para a comarca de Fafe em 1862.

Localizada a cerca de um quilómetro da Sede concelhia e a 38 quilómetros da capital do distrito, Braga. Medelo reúne os lugares de Ascensão, Antas, Batoca, Bouça, Carvalhinho, Casal, Corujeira, Cobelos, Largateira, Mó, Ordem, Pinheiros, Ponte do Soeiros, Rielho, Rua Nova, Lugar do Rio, Soeiro, Sub-Rego e Vale. No Campo histórico-cultural, importa referir algumas personalidades desta Freguesia que, de diferentes formas, contribuíram para o desenvolvimento e engrandecimento de Medelo.

Tomás de Araújo Vasconcelos Pereira e Alvim, nasceu na Casa das Paredes, em 8 de Maio de 1886, a mesma habitação onde haveria de falecer, em 15 de Abril de 1966. Bacharel em Direito pela Universidade de Coimbra, fez a sua vida profissional e cultural no Brasil, onde escreveu e publicou diversas poesias, a maioria sobre a sua terra natal, e fundou uma revista, acabando por ser distinguido pelo notável desempenho no papel de embaixador da cultura portuguesa, em terras de Vera Cruz. Georgette D. Anthonay Villas Boas, Mais Conhecida por “Madame do Soeiro” ainda hoje é aclamada como benfeitora da Freguesia, que ajudou e promoveu durante a sua vida, e à qual legou, aquando da sua morte, em 1974, numerosos bens.

Na actualidade, Medelo acolhe o Instituto de Estudos Superiores Técnicos de Fafe, varias industria e três magníficos solares. É uma freguesia em franco crescimento e desenvolvimento, com uma característica muito própria, em que o citadino se mistura com o rural tornando-se por excelência um dormitório da cidade de Fafe.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 4:13 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)