Medicamento Faslodex® 500 mg controla cancro de mama metastático - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Medicamento Faslodex® 500 mg controla cancro de mama metastático

O aumento da dose de Faslodex® (fulvestrant) de 250 mg para 500 mg melhora significativamente o controlo da doença em mulheres pós-menopáusicas com cancro de mama metastático.

O principal objectivo do tratamento do cancro de mama mestastático é o de impedir a progressão da doença, mantendo a qualidade de vida.

Os primeiros resultados do estudo de fase III CONFIRM demonstraram-se mais favoráveis com Faslodex® 500 mg em comparação com a dose actualmente aprovada de 250 mg. Em comunicado de imprensa enviado pela farmacêutica AstraZeneca, Angelo Di Leo, chefe da Unidade Clínica de Oncologia Sandro Pitigliani do Hospital de Prato, Itália, afirma que os novos dados “validam que o aumento da dose de fulvestrant de 250 mg para 500 mg melhora a eficácia do tratamento actualmente disponível e valorizado”. Mais acrescenta: “nós já demonstrámos que 250 mg de fulvestrant é, pelo menos, tão eficaz como inibidor de aromatase neste cenário. O aumento da dose para 500 mg pode agora oferecer aos oncologistas uma nova ferramenta de modo a reduzir significativamente o risco de progressão da doença e prolongar a luta das mulheres com cancro de mama metastático”. De acordo com o referido documento, 34 por cento das doentes do grupo de fulvestrant 500 mg permaneceram vivas e sem de progressão da doença após um ano, em comparação com apenas 25 por cento das pessoas no grupo de 250 mg. De forma igualmente importante, o perfil de tolerabilidade foi semelhante nos dois grupos, não se tendo identificado novos problemas de segurança com a dose de 500 mg, nem se tendo verificado evidências de dependência da dose para qualquer evento adverso ou negativo sobre a qualidade de vida. O principal objectivo do tratamento do cancro da mama metastático é o de impedir a progressão da doença, mantendo a qualidade de vida. Faslodex® funciona de forma diferente de outras terapias endócrinas, além de bloquear a acção do estrogénio no seu receptor, interrompendo a sinalização através desta via, leva à diminuição dos receptores de estrogénio no tumor, bem como a uma interrupção de vias de sinalização cruzadas que actuam a nível daqueles receptores.
Estes mecanismos de acção distintos, não só reduzem o crescimento e disseminação do cancro, mas também ajudam a reduzir ou atrasar a resistência ao tratamento.
Segundo o investigador principal do estudo, Angelo Di Leo, “Faslodex® 500 mg é uma ferramenta nova e importante, porque oferece uma abordagem diferente para combater a resistência da doença, permitindo que mais mulheres permaneçam sob a terapêutica endócrina e controlando a sua doença por mais tempo. Com base nos resultados do estudo, creio que o aumento da dose de fulvestrant para 500 mg irá oferecer aos médicos uma nova opção eficaz para recuperar e manter o controlo desta doença angustiante”.

Atualizado em 26 Fevereiro 2010

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *



Seguir fotosantesedepois.com

Siga-nos na rede social Facebook e receba dicas sobre os temas de saúde mais atuais.

Facebook Fotos Antes e Depois
Receber Dicas de Saúde?

Se está interessado/a em receber no seu Email, dicas de saúde, remédios caseiros..., subscreva a nossa newsletter.

Contacte-nos

© 2018 Fotos Antes e Depois | Politica de Privacidade