Medo de Dormir Sozinho

O medo de dormir sozinho é algo frequente entre as crianças com cerca de 3 anos de idade, mas os pais devem fazer um esforço para que a criança consiga ultrapassar esse medo.

O que geralmente acontece é que aos 3 anos, as crianças começam a ter um sono mais profundo e começam a ter sonhos (que podem ser bons ou maus).

Nesta altura, as crianças ainda não possuem a capacidade de diferenciar o sonho da realidade e por essa razão, podem por vezes acordar assustadas com aquilo que sonharam.

O Que Fazer Para Ajudar a Criança a Superar o Medo

Sempre que este tipo de situações ocorre, os pais devem conversar com a criança para tentar perceber qual a causa do medo de dormir sozinho.

Se a criança sonhou, deve-se tentar que ela conte o seu sonho. É importante que a criança tenha oportunidade de verbalizar o seu medo. Depois, os pais devem explicar que aquele sonho não corresponde à realidade.

Quando as crianças demonstram medo de ficarem sozinhas durante a noite, os pais podem colocar uma luz de presença no seu quarto. Esta simples luz transmite uma sensação de maior segurança.

Alternativamente, os pais podem deixar que a criança durma com um dos seus bonecos favoritos ou deixar a porta do quarto aberta. Com estas ações simples as criança vai sentir-se mais segura.

Se ainda assim, a criança continuar a mostrar receio, então os pais devem tentar permanecer por perto, procurando ajudar a criança a adormecer. Os pais podem, por exemplo, tentar ler uma história para reconfortar a criança e induzir o sono.

Nas situações em que a criança mostra medo de “monstros imaginários”, os pais devem tranquilizá-la dizendo que estão ali mesmo ao pé e que não deixar que nada aconteça.

O que é realmente importante, sempre que uma criança tem medo de dormir sozinha, é não ignorá-la, nem tentar obrigá-la a dormir. Conversar com a criança, tentar compreender qual é a causa do medo e acompanhá-la sempre que necessário é a chave para ultrapassar esse medo.

O que Procura?

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *