Fotos Antes e Depois

Mel de Trevo Vermelho (Trifolium Pratense): Nutrientes e 5 Benefícios Para a Saúde

Para aqueles que adoram adicionar mel às suas receitas, o mel de trevo (Trifolium pratense ou Trevo vermelho) é uma alternativa suave e orgânica que também fornece um impulso extremamente saudável para a sua saúde.

No entanto, antes de adicionar qualquer alimento novo à sua dieta, é melhor perceber o que ele contém e quais os benefícios que possui!

Os 5 Benefícios Do Mel De Trevo Vermelho, Trifolium Pratense

O que é Mel de Trevo?

O mel de trevo é o mel feito por abelhas que se alimentam quase exclusivamente do néctar da planta do trevo vermelho, de nome científico Trifolium pratense.

Embora esta pequena diferença possa parecer insignificante, o perfil de sabor do mel de trevo é ligeiramente diferente do mel normal, com um sabor suave e uma cor clara.

Semelhante ao mel puro, este mel não foi submetido a aquecimento, processamento ou pasteurização.

Esta forma de mel totalmente orgânica ganhou popularidade e está amplamente disponível em lojas de alimentos orgânicos e naturais.

Fatos nutricionais do Mel de Trevo

O mel de trevo é rico em minerais, como zinco, cobre, magnésio, potássio e manganês, bem como altos níveis de vitamina B, vitamina C, antioxidantes polifenólicos, peróxido de hidrogénio e cálcio.

Existem 64 calorias numa colher de sopa deste mel, mas nenhuma gordura ou colesterol.

Uma vez que não há processamento, a maioria destes nutrientes são totalmente mantidos.

Benefícios do Mel de Trevo para a saúde

Os melhores benefícios do mel de trevo para a saúde incluem a sua capacidade em reduzir doenças crônicas, proteger o sistema imunitário, diminuir a pressão arterial e regular a diabetes, entre outros.

Impede o estresse Oxidativo

Estudos descobriram que este mel tem uma série de poderosos antioxidantes polifenólicos, que podem ajudar a reduzir doenças crónicas no organismo, prevenindo o estresse oxidativo e os efeitos negativos dos radicais livres.

O que Procura?
Aspartame: Conheça 11 Riscos de Saúde Associados a Este Aditivo Alimentar Tão Comum

Aumenta o sistema imunitário

A qualidade antibacteriana do mel de trevo é parcialmente derivada do peróxido de hidrogénio encontrado na maioria das variedades de mel, o que ajuda o sistema imunitário a combater agentes externos e potenciais infeções em todo o corpo.

Protege a saúde do coração

Os níveis notáveis de potássio e outros minerais e antioxidantes podem ajudar a baixar a pressão sanguínea, o que pode diminuir o seu risco de aterosclerose, ataque cardíaco, AVC e doença cardíaca coronária.

Controla a diabetes

Embora este mel possua uma quantidade similar de açúcar do mel normal, continua a ser uma escolha melhor do que o açúcar normal, que tem um impacto mais significativo nos níveis de açúcar no sangue.

Melhora a força óssea

Com uma grande variedade de minerais, o mel de trevo pode ajudar o corpo a prevenir a perda da densidade mineral óssea e diminuir os sintomas de osteoporose à medida que envelhecemos.

Tipos de mel: diferenças

O mel de trevo é um mel feito a partir do néctar das plantas de trevo vermelho e normalmente não é processado ou pasteurizado de forma alguma.

O mel puro, por outro lado, pode ser feito a partir de uma variedade de plantas diferentes, mas é proveniente diretamente da colmeia e também não sofre processos de pasteurização ou aquecimento.

Finalmente, o mel de abelha comum vem de uma extensa variedade de flores e é processado de várias formas, podendo conter aditivos e conservantes, bem como menos nutrientes.

Onde comprar Mel de Trevo?

O mel de trevo pode ser comprado na maioria das lojas de alimentos saudáveis, hipermercados e supermercados.

Também o pode comprar diretamente de apicultores que cultivam este tipo de mel.

Enquanto o preço pode ser ligeiramente superior ao mel comum, o aumento de nutrientes e a natureza orgânica deste deste faz toda a diferença.

Referências

http://www.sciencedirect.com/
http://pubs.acs.org/
http://www.sciencedirect.com/
http://www.elibrary.lt/
http://www.sciencedirect.com/
http://www.sciencedirect.com/
http://pubs.acs.org/

06. outubro 2017 by admin

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *