Membrana Esofágica

MEMBRANA ESOFÁGICA – SINTOMAS, CAUSAS E CARACTERISTICAS DO DIAGNOSTICO
. Disfagia, particularmente para sólidos mais do que líquidos
. Síndrome de Plummer-Vinson quando associada a anemia ferropriva, glossite e celoníquia; pode apresentar maior incidência
de carcinoma hipofaríngeo
. Pode estar associada a doenças dermatológicas, como penfigóide bolhoso, pênfigo vulgar ou epidermólise bolhosa
. O deglutograma (incidência lateral frequentemente necessária) e a esofagoscopia são diagnósticos (porém, muitas vezes não detectam as membranas esofágicas cervicais)

MEMBRANA ESOFÁGICA – DIAGNOSTICO DIFERENCIAL
. Anel esofágico (na junção gastresofágica, pode advir de refluxo de ácido)
. Acalasia
. Diverticulo esofágico
. Aperistaltismo
. Tumor esofágico ou mediastinal
. Estenose esofágica

MEMBRANA ESOFÁGICA TRATAMENTO
. Tratar a deficiência de ferro após identificação de sua causa – a membrana pode regredir espontaneamente
. A esofagoscopia com ruptura das membranas é adequada na maioria dos casos
. Em alguns casos é necessário o uso de vela para dilatação.

Dica
As membranas não causam deficiência de ferro; a deficiência de ferro surge em primeiro lugar e a nembrana representa o efeito da ausência de ferro no tecido conjuntivo.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 2:25 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)