Métodos contraceptivos depois da Gravidez

Métodos contraceptivos depois da gravidez – Qual O método mais adequado.

Se de momento não se desejam mais filhos, convém informar-se qual o método contraceptivo mais indicado. Tome nota de alguns:

Pílula: os anticonceptivos orais não devem tomar-se durante a amamentação. Caso contrário, devem começar a tomar-se quase imediatamente depois do parto.

Diafragma: não deve colocar-se antes da primeira menstruação. O ginecologista tem de fazer uma avaliação ao tamanho do colo do útero para determinar a nova medida do diafragma.

DIU: terá de esperar que o útero se retraia totalmente antes de colocar o dispositivo intra-uterino. Além de que a maioria dos médicos preferem fazê-lo depois de que a mulher tenha tido a sua primeira menstruação.

Preservativo: não tem contra-indicações e é o método ideal para as mães que amamentam (ausência do período durante a aleitação, não evita a gravidez). Combinado com espermicidas, óvulos ou esponjas, é o mais eficaz.

Passados três meses depois do nascimento do bebé, é um óptimo momento para passar o berço para o quarto do bebé, caso não o tenha feito antes.

As crianças necessitam de aprender a dormir sozinhas, e os pais recuperar a intimidade que perderam. Se se prolonga este período e os três continuam a compartilhar do mesmo quarto, a presença do bebé (o medo de o acordar, ou de que se aperceba de algo) pode estragar o reatar das relações conjugais.

Guia da Gravidez

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:08 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)