Molde de Gesso - Crianças - Molde de Gesso na Imobilização da Anca - Fotos Antes e Depois
Fotos Antes e Depois

Molde de Gesso – Crianças – Molde de Gesso na Imobilização da Anca

Atualizado em 13 Janeiro, 2018

Crianças – Molde de Gesso na Imobilização da Anca:

O que é?

Um molde de gesso também pode ser designado, neste caso, por molde de gesso com ligadura em espiral para a anca ou por molde de gesso para o corpo.

É colocado no seu filho para impedir os movimentos da anca e das pernas e para que os ossos ou os tendões possam cicatrizar correctamente após uma lesão ou cirurgia.

Os tendões são os resistentes feixes fibrosos que fixam o músculo ao osso. Existem vários tipos de moldes de gesso com ligadura em espiral.

Um deles começa no peito e prolonga-se desde a perna do seu filho até aos dedos dos pés.

Um outro pode cobrir ambas as pernas, ou a parte lateral de toda uma perna, até à anca ou ao joelho da outra perna. Os médicos decidirão qual o tipo de molde de gesso de que o seu filho precisa.

Um molde de gesso é geralmente colocado durante a cirurgia enquanto o seu filho está a dormir.

A maioria dos moldes de gesso com ligaduras em espiral não permite que o seu filho se ponha de pé, caminhe ou suporte qualquer peso.

Porque precisa o meu filho de um molde de gesso?

Um molde de gesso pode ser usado no caso de o seu filho ter partido um osso na pélvis, na anca ou na coxa. A pélvis é o osso em que encaixa o fémur (osso comprido da coxa) formando a articulação da anca.

O seu filho também poderá receber um molde de gesso se tiver sido submetido a uma cirurgia de displasia da anca. A displasia da anca verifica-se quando a ponta do fémur não encaixa devidamente no osso pélvico.

O seu filho pode nascer com uma displasia da anca ou esta pode desenvolver-se à medida que ele cresce.

Como posso tratar o meu filho enquanto ele tem o molde de gesso?

O seu filho dependerá de si para receber todo o tratamento necessário enquanto ele tiver o molde de gesso. Poderá parecer-lhe uma tarefa extremamente penosa no início, mas os médicos ensiná-lo-ão a tratar do seu filho.

É importante seguir escrupulosamente as suas instruções. Coloque sempre ao médico quaisquer questões que tenha sobre a lesão ou o tratamento do seu filho.

Posicionamento e conforto:

– Mantenha sempre a cabeça e a parte superior do tronco do seu filho numa posição semi-sentada. Para tal, apoie-lhe a cabeça em algumas almofadas.

– No caso de crianças mais pequenas ou de bebés, coloque uma camada de listas telefónicas debaixo do colchão do berço, ao longo de toda a zona da cabeça.

– Vire o seu filho – para trás, para a frente ou para os lados – de 2 ou de 4 em 4 horas durante o dia. Repita esta operação tão frequentemente quanto possível durante a noite. Use almofadas para manter o seu filho confortável.

– Não use a barra de cruzamento do gesso para erguer ou mover o seu filho.

– Não deixe os pés e os calcanhares do seu filho em contacto directo com o colchão. Tal poderá causar ferimentos associados à pressão dos membros. Coloque pequenas almofadas ou uma toalha enrolada debaixo da barriga da perna para evitar o contacto dos calcanhares e dos pés com as superfícies planas.

– Use uma cadeira almofadada para ajudar a posicionar o seu filho da forma mais confortável possível.

– Poderá adaptar a maior parte das roupas para manter o seu filho confortável. As camisolas sem botões ou as t-shirts largas podem ser facilmente vestidas e despidas. Os calções ou as calças largas podem ser abertos num dos lados. Poderá, inclusivamente, utilizar vestidos largos.

Inchaço:

É importante verificar o seguinte, pelo menos 4 vezes por dia, enquanto o seu filho tiver o molde de gesso aplicado.

– Os dedos dos pés do seu filho deverão apresentar uma cor rosada e deverão estar mornos, não quentes.

– O seu filho conseguirá, em princípio, sentir os dedos dos pés, se lhe tocar em vários pontos.

– Os dedos dos pés do seu filho deverão registar muito pouco ou nenhum inchaço. Certifique-se de que o intervalo entre a pele e as aberturas do gesso (peito, virilhas e pés) permanece inalterável.

– O seu filho deverá poder mover os dedos dos pés normalmente.

Higiene:

O molde de gesso do seu filho possui uma abertura na área genital ou das fraldas para que ele possa urinar e defecar.

O seu filho poderá sofrer de alguns problemas de pele e ressentir-se de alguns odores se esta parte do gesso se molhar.

Como usar uma arrastadeira: As crianças mais velhas poderão ter alta e trazer do hospital uma arrastadeira ou um urinol.

Coloque o seu filho numa posição semi-sentada sempre que quiser usar o urinol. Para usar a arrastadeira, coloque delicadamente a criança de lado e pouse o recipiente sob as nádegas.

Depois, vire-a novamente pousando-a sobre a arrastadeira. Verifique a zona entre as coxas do seu filho e certifique-se de que a arrastadeira está devidamente colocada.

Poderá criar uma espécie de “pavio” utilizando vários pedaços de papel higiénico para conduzir o fluxo da urina para a arrastadeira, no caso das raparigas.

Poderá colocar uma folha comprida de película plástica para alimentos sob os rebordos traseiros do molde de gesso e pendurá-la sobre a arrastadeira.

Tal ajudará a conduzir a urina ou as fezes, mantendo o gesso e a cama secos. Certifique-se de que seca devidamente a zona das nádegas depois de usar a arrastadeira a fim de evitar afecções cutâneas.

Usar a sanita: Se o seu filho for suficientemente leve, é provável que consiga pegar nele e pousá-lo na sanita.

Poderá colocar uma folha comprida de película plástica para alimentos sob os rebordos traseiros do molde de gesso e pendurá-la sobre a sanita.

Tal ajudará a conduzir a urina ou as fezes para dentro da sanita. Remova a película plástica mal o seu filho tenha terminado. Não se esqueça de secar a zona das nádegas.

Use uma arrastadeira se o seu filho for demasiado pesado e não o conseguir erguer em segurança.

Mudar as fraldas aos bebés e crianças pequenas: Coloque uma fralda dentro dos rebordos da parte traseira do gesso. Use apenas fraldas descartáveis.

Mantenha o lado de plástico virado para o gesso e a parte absorvente virada para a pele do seu filho. Mude as fraldas imediatamente depois de o seu filho urinar ou evacuar.

Coloque, durante a noite, uma fralda mais pequena, um toalhete higiénico ou um penso descartável para a incontinência dentro da fralda. Isto permitir-lhe-á ter a certeza de que toda a urina será absorvida.

As camisolas de uma peça, com molas na parte genital, parecem ajudar a manter a fralda no lugar, dentro do gesso.

Tente sempre manter a cabeça do seu filho numa posição mais elevada em relação aos pés.

A gravidade ajuda a manter a urina e as fezes dentro da fralda, sem qualquer contacto com o gesso.

Tratamento do molde:

O molde do seu filho poderá demorar 24 a 48 horas a secar se for de gesso, mas menos de uma hora se for de fibra de vidro.

Os médicos poderão reforçar os rebordos do gesso para os manter limpos, secos e macios, o que ajudará a evitar problemas de pele adicionais.

Apresentam-se, de seguida, os passos a seguir para reforçar o gesso do seu filho, se tal ainda não tiver sido feito.

– Corte pedaços de 10 cm de fita resistente à água. Peça aos médicos outras sugestões se o seu filho for alérgico ao látex.

– Coloque uma extremidade da fita debaixo do rebordo interior do gesso e envolva a superfície exterior do mesmo.

– Sobreponha os vários pedaços de fita adesiva até formar um rebordo à volta de cada uma das aberturas do gesso.

– Tenha muito cuidado com a abertura da zona genital ou da fralda.

O seu filho poderá sofrer de alguns problemas de pele e ressentir-se de alguns odores desagradáveis se esta área não ficar completamente protegida contra a água por meio de fita adesiva.

– É importante manter o gesso o mais limpo e seco possível para salvaguardar o conforto do seu filho.

– Cubra o gesso com uma toalha, uma t-shirt larga ou um avental quando o seu filho comer. Tal ajudará a evitar derramar os alimentos e as bebidas por cima ou para dentro do molde de gesso.

– A fim de manter o gesso limpo remova, com um pano ligeiramente humedecido e com um detergente suave, a sujidade e o pó. Deixe o gesso secar à temperatura ambiente.

– Lave o seu filho apenas com uma esponja. Lave-lhe todos os dias, com água e sabão, a pele que não esteja coberta pelo gesso. É importante não molhar o gesso. Proteja-o com toalhas ou sacos de plástico durante o banho de esponja.

– Se o seu filho for pequeno, é provável que consiga lavar-lhe o cabelo deitando-o sobre a banca da cozinha.

– Coloque-lhe a cabeça sobre a banca e utilize toalhas para assegurar uma posição confortável e manter o gesso seco.

Poderá usar uma bacia ou um recipiente insuflável para o efeito, no caso de crianças acamadas mais velhas. – Elas podem ser adquiridas em algumas farmácias ou junto de fornecedores de equipamento médico.

– Poderá criar uma bacia enrolando uma toalha de banho, dando-lhe a forma de um tronco e colocando-a em “U”.

– Coloque a extremidade aberta do “U” no rebordo da cabeceira da cama.

Coloque um saco de plástico grande sobre o “U” cobrindo-o completamente. Isto permitir-lhe-á criar uma bacia à prova de água na qual poderá colocar a cabeça do seu filho.

– Deixe o comprimento em excesso do saco de plástico cair sobre o lado aberto do “U” e sobre a parte lateral da cama.

Coloque uma lata ou um balde do lixo no chão sob o plástico pendurado para recolher a água. Utilize um jarro de água morna para molhar e enxaguar o cabelo do seu filho.

– Se o molde de gesso se molhar e amolecer, contacte o médico do seu filho. Por vezes, é possível secar a parte molhada do gesso com um secador de cabelo ligado no mínimo. O gesso de fibra de vidro molhado também pode ser seco com um secador de cabelo ligado no mínimo.

– Tente envolver o gesso com fita desodorizante para ajudar a eliminar o cheiro desagradável ou, então, esfregue uma pequena quantidade de bicarbonato de sódio na parte exterior das áreas que libertam cheiro. Não ponha bicarbonato de sódio dentro do gesso.

– Verifique o gesso todos os dias e procure detectar sinais de fendas e aberturas. Não deixe o seu filho puxar ou apoiar-se em nenhuma das partes do molde de gesso pois este poderá partir-se.

– Não arranque nem reorganize nenhuma das ligaduras subjacentes ao molde. Tal poderá originar um agravamento da vermelhidão e originar bolhas.

– Verifique a pele do seu filho em torno do gesso pelo menos 4 vezes por dia. O médico poderá querer que aplique uma loção nas zonas vermelhas ou que apresentem lesões.

Siga cuidadosamente as instruções do médico pois algumas loções, pós e óleos originam problemas quando entram em contacto com os revestimentos internos à prova de água do molde.

– Não deixe o seu filho colocar nenhum objecto cortante ou pontiagudo no gesso ou na pele subjacente. Tal poderá provocar lesões que podem infectar.

Viajar e deslocar-se:

Existem cadeiras especiais para automóveis e coletes de segurança criados especificamente para as crianças que têm um molde de gesso.

Quando conduzir, deite sempre o seu filho no banco de trás. Informe-se junto dos médicos, antes de sair do hospital, sobre como pode adquirir uma destas cadeiras.

– Para se deslocar dentro de casa, as crianças mais pequenas caberão, provavelmente, num carrinho revestido com almofadas.

Use um cinto de segurança, se necessário, e certifique-se de que o seu filho não cai.

– As crianças mais velhas estarão em condições de usar uma cadeira de rodas reclinável (com as costas ajustáveis). Poderá alugá-la no hospital ou numa empresa fornecedora de equipamento médico.

– Uma cadeira reclinável de exteriores também pode ser utilizada como cama portátil. Isto ajudará a manter o seu filho envolvido nas actividades familiares.

Utilize almofadas e toalhas para apoiar e cobrir quaisquer arestas mais pronunciadas.

Eis algumas maneiras de deslocar o seu filho da forma mais segura:

– Traga-o o mais próximo de si quanto possível.

– Quanto tiver de pegar nele sozinho, erga-o a partir de debaixo dos braços e das nádegas, suportando o peso do gesso.

– Se houver duas pessoas presentes, uma deverá pegar debaixo dos braços e a outra na perna, em simultâneo. Ambas deverão falar alto uma com a outra ou contar “até 3” para erguer a criança com um movimento suave.

– Dobre os joelhos e mantenha as costas direitas ao erguer a criança.

Actividade:

Os médicos dir-lhe-ão quanto tempo é que o seu filho precisará de ficar de cama. Siga escrupulosamente as suas instruções.

Livros, jogos didácticos ou de vídeo, música, TV e visitas dos amigos poderão ajudar a diminuir a monotonia na vida do seu filho.

Quando os médicos lhe derem autorização para o seu filho se levantar da cama, envolva-o nas actividades da família.

Mudar de quarto e ir para a parte exterior da casa pode ajudá-lo a lidar melhor com o facto de não se poder deslocar sozinho.

Se o seu filho estiver em idade escolar poderá ficar com o molde de gesso entre 4 a 8 semanas. Contacte os professores do seu filho antes de ele deixar o hospital.

Isto dar-lhes-á tempo para planear o estudo em casa, bem como outros serviços, com a maior brevidade possível.

Incentive o seu filho a fazer o maior número possível de tarefas sozinho. Agir sozinho ajudá-lo-á a sentir novamente algum controlo sobre a sua vida.

Sugestões de segurança:

Sempre que possível, tente manter o seu filho no primeiro andar da casa, em caso de incêndio. Poderá colocar uma pequena cama para aí passar a noite. Esboce um plano de emergência e pratique-o.

Mantenha as barras laterais do berço levantadas e use sempre os cintos de segurança nos carrinhos e nas cadeiras altas. Nunca deixe o seu filho sozinho.

Sugestões de bem estar:

Dê ao seu filho uma alimentação saudável que inclua alimentos dos 5 grupos alimentares: fruta, legumes, pão, lacticínios, carne e peixe.

Ingerir alimentos saudáveis pode ajudar o seu filho a sentir-se melhor e a ter mais energia. Também pode ajudar a acelerar o processo de cura.

Os médicos poderão querer que o seu filho adopte uma dieta rica em cálcio. Leite, queijo, gelado, peixe e legumes de cor verde escura, tais como os espinafres, são exemplos de alimentos ricos em cálcio.

Eles ajudarão a incrementar o crescimento e a cicatrização dos ossos.

Coloque algumas almofadas debaixo do seu filho quando ele comer. Ele terá menos probabilidades de se engasgar nesta posição.

Refeições menos abundantes e mais frequentes poderão funcionar melhor com o seu filho.

Tente cortar a comida em pedaços mais pequenos e usar palhinhas para as bebidas.

Faça com que o seu filho beba 6 a 8 copos (tamanho de uma lata de 33 cl) de líquidos por dia ou siga os conselhos do médico se ele estiver a seguir um regime de limitação de fluidos.

A água, os sumos e o leite constituem exemplos de bons líquidos para beber e também ajudam a evitar situações de obstipação.

Limite a quantidade de cafeína que o seu filho ingere sob a forma de, por exemplo, bebidas gasosas e chá.

CONTACTE O SEU MÉDICO SE:

O seu filho ou bebé estiver inexplicavelmente agitado e sempre a chorar.
O seu filho se queixar de um prurido persistente.
Registar o aparecimento de novas manchas originárias de debaixo do gesso do seu filho.
Sentir um cheiro desagradável proveniente do gesso do seu filho.
Detectar sinais de vermelhidão, de lesões ou de bolhas dentro do molde.
Algo cair e ficar encravado dentro do molde.
Tiver questões ou preocupações sobre a lesão, cirurgia ou medicamentos do seu filho.

PROCURE IMEDIATAMENTE AJUDA SE:

O seu filho sentir dificuldades respiratórias, dores no peito ou confusão.
O seu filho tiver dores extremamente fortes que não desaparecem.
A pele ou os dedos dos pés do seu filho debaixo do molde ficarem azulados ou brancos.
A pele ou os dedos dos pés debaixo do molde estiverem frios, dormentes ou com formigueiro
Os dedos dos pés do seu filho estiverem inchados ou se o molde estiver muito apertado em torno do peito.
O molde do seu filho se partir ou se danificar.
O seu filho começar a ter arrepios ou febre acima dos 38° C.

Atualizado em 13 Janeiro 2018

Participe no Forum. Deixe a Sua Dúvida ou Comentário

Campos de Preenchimento Obrigatório marcados com *