Mudanças Físicas Durante a Gravidez

Mudanças físicas durante a gravidez.

O estado de gravidez é um período muito especial na vida de uma mulher, cheia de fenómenos novos e, muitas vezes, inesperados.

Certamente que todas sabem que durante o primeiro trimestre é frequente sofrer de náuseas e até ao final da gestação são habituais as dores na coluna.

Também é sabido que o peito aumenta de tamanho e que a dado momento, o bebé começa a mexer-se.

Inclusivamente, os enjoos são tão conhecidos que até se criam anedotas à sua volta.

Mas, saberá a futura mãe que a gravidez produzirá mais saliva ou que a sua visão sofrerá alterações, de tal modo que pensará que necessita de óculos novos?

Sintomas iniciais

A maioria das mulheres começa a pensar na fecundação quando a menstruação não aparece na data prevista.

Algumas, muito poucas, muito sensíveis e habituadas a escutar os sinais do seu corpo, afirmam que já o tinham pressentido imediatamente após a sua relação sexual.

Excluindo estas percepções subjectivas (que logo se confirmam com um teste da gravidez), podem produzir-se algumas alterações exteriores muito subtis: o pescoço está ligeiramente inchado, a pele apresenta uma aparência mais esponjosa, o nariz parece mais afilado e os olhos parecem um pouco opacos, como se os víssemos através de um aligeira camada de lágrimas.

No entanto, nem toda a gente se apercebe destes sintomas quase imperceptíveis, mas as parteiras experientes e algumas mulheres mais idosas não os deixam passar.

Não é raro que a mãe seja a primeira a perguntar à sua filha: «Não estarás grávida?».

Hemorragias nasais

Há alturas em que as mucosas nasais incham tanto que a mulher pensa que tem uma enorme constipação.

Também este fenómeno se pode atribuir às alterações hormonais, tal como as frequentes hemorragias no nariz, que sofrem algumas grávidas, ainda que neste caso também desempenhe um papel importante a maior quantidade de sangue que circula agora no corpo.

Vontade de urinar

Um dos efeitos da alteração hormonal consiste numa maior vontade de urinar.

Trata-se de uma espécie de limpeza geral do organismo para eliminar as toxinas acumuladas nos tecidos.

Mais tarde, cerca do final da gravidez, o útero pressiona cada vez mais a bexiga, o que pode ocasionar pequenas perdas de urina ao rir, tossir ou espirrar.

No entanto há ocasiões em que não é fácil distinguir entre a urina e o líquido amniótico, a mulher deverá falar ao seu ginecologistas destas perdas, sobretudo se forem constantes.

Mais saliva, mais transpiração

Muitas grávidas sentem que produzem tanta saliva que às vezes até se babam, sobretudo enquanto dormem.

Isto leva-as, muitas vezes, a mascaram uma chiclete ou a comerem um rebuçado.

Também é possível que a grávida transpire mais, um sintoma que pode causar mal-estar mas benéfico, já que contribui para limpar o organismo dos resíduos.

Menos pelos corporais

Esta é uma novidade, especialmente agradável para as mulheres que necessitam de depilar-se muitas vezes.

As hormonas femininas que circulam agora pelo corpo fazem que o velo cresça mais lentamente.

Alterações da pele

Em muitos casos a pele torna-se mais bonita, mesmo até radiante, mas, infelizmente isto não é automático.

Também pode acontecer tudo ao contrário, conforme reagir a pele às alterações hormonais.

Podem aparecer borbulhas na cara e pintinhas em todo o corpo.

O cloasma (manchas irregulares de pigmentação) é especialmente frequente em mulheres de tez escura.

Geralmente, todas estas manifestações voltam à normalidade nos meses posteriores ao parto.

Dedos entumecidos

Às vezes, inclusivamente, trata-se de um inchaço que atinge todo o braço e chega até a ser doloroso.

A retenção de líquidos, até certo ponto normal durante a gestação, dilata os tecidos, sendo possível que possa pressionar algum nervo.

Em alterações ligeiras pode chegar uma mudança de postura ou uns exercícios que relaxem a parte superior da coluna.

Em qualquer caso, antes de tomar um medicamento, deve consultar sempre o seu médico.

Alterações na visão

Também algumas vezes, a retenção de líquidos afecta a nitidez da visão, de modo que tudo parece um pouco nublado.

Antes de se precipitar e comprar uns óculos novos, convém consultar um especialista, já que estas alterações podem ser passageiras.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Última atualização da página em 13/01/18 por:

Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)

Licenciada em Medicina Geral e uma apaixonada por Medicina Alternativa, Aromaterapia e Fitoterapia.

Faça uma Pergunta ou Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 13/01/2018 às 3:07 horas por: Dra. Alice Wegmann (Clínica Geral)