Natação para Bebês

O bebê, quando nasce, vem já com o reflexo que lhe permite fazer os movimentos mais básicos da natação.

Afinal, o bebê esteve durante 9 meses dentro de um saco cheio de líquido, e por isso é normal que logo quando nasça se sinta à vontade dentro de água.

Contudo, estar numa piscina é muito diferente de estar no útero materno, e como tal, para que o bebê possa iniciar-se na natação, ele deve ter já algumas condições para isso.

Apesar de existirem aulas de natação para bebês apenas com 2 e 3 meses de vida, o recomendável é que apenas comece com 6 meses de idade.

Nesta fase ele já terá tomado a maioria das vacinas, tendo assim um sistema imunitário mais completo, e terá um maior desenvolvimento físico e motor, mais adequado para a atividade física.

Neste artigo poderá conhecer alguns cuidados a ter antes de colocar o bebê na natação, os benefícios desta atividade física, e ainda, algumas dicas importantes.

Cuidados a ter antes de colocar o bebê na natação

Apesar de os 6 meses ser a idade recomendável para o bebê começar a natação, antes de o inscrever deve levá-lo ao pediatra. Há crianças que podem ter problemas que podem ser agravados com a natação, como problemas de pele ou respiratórios.

Outros dos cuidados fundamentais prende-se com as condições da piscina onde as aulas se realizam, e ainda, com os balneários onde irá trocar a roupa do bebê e prepará-lo para as aulas.

A água da piscina terá de ter cloro com pH neutro, de valor 7, e ainda, com uma temperatura entre os 27 e os 29º. As aulas de natação para bebês são acompanhadas por um dos pais, ou ambos, e orientadas por um professor especializado.

As aulas devem ter uma duração máxima de 30 minutos, sendo que a primeira dura normalmente apenas entre 10 a 15 minutos. As aulas não devem durar mais de 30 minutos pois o corpo do bebê ainda não consegue regular devidamente a sua temperatura.

Confira estas informações na piscina antes de levar o seu bebê às aulas.

Benefícios da natação para bebês

A natação traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento dos bebês. Estes benefícios incluem:

– promoção do vínculo entre pais e bebê;

– maior resistência muscular e respiratória;

– um desenvolvimento físico mais rápido, o que permite ao bebê aprender mais facilmente a sentar-se, engatinhar e a andar;

– melhoria da coordenação motora do bebê;

– estimulação do apetite do bebê;

– um sono mais tranquilo;

– prevenção de doenças respiratórias;

– relaxamento do bebê, pois estar dentro de água irá lembrá-lo de quando estava dentro do útero materno.

Natação para bebês – dicas

Na primeira aula, é natural que o bebê se assuste um pouco. É por isso importante que os pais brinquem com ele e falem calmamente, de modo a sentir-se mais confortável dentro de água.

Não deve alimentar o bebê até uma hora antes da aula de natação, e não deve levá-lo caso ele esteja doente ou com um resfriado.

Apesar de não serem obrigatórias, é útil usar fraldas especiais para a natação. Estas fraldas, além de não vazarem na água ou incharem, ajudam ainda o bebê a ter maior liberdade de movimentos.

Quando aos mergulhos debaixo de água, o bebê apenas pode fazê-lo após um mês de aulas, e na presença do professor. Se o bebê mergulhar, não pode usar óculos de natação, já que estes são apenas recomendados a partir dos 3 anos de idade.

Informações que lhe podem ser Úteis:

Faça um Comentário
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Última atualização da página: 15/01/2018 às 10:53 horas por: Filipe